Isabel Allende

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Isabel Allende
Isabel Allende, 2007.
Nome completo Isabel Allende Llona
Nascimento 2 de agosto de 1942
Lima, Peru
Residência Sausalito (Califórnia), EUA[1]
Nacionalidade Peruana; Norte Americana
Cônjuge Miguel Frías (1962-1987)[1]
Willie Gordon (1988-2015)[1]
Filho(a)(s) 2 filhos[1]
Prémios Prêmio Nacional de Literatura do Chile (2010)
Medalha Presidencial da Liberdade (2014)
Magnum opus A Casa dos Espíritos
Página oficial
www.isabelallende.com

Isabel Allende Llona (Lima, Peru, 2 de agosto de 1942) é uma escritora chilena / norte-americana. Entre outras obras, é autora de A Casa dos Espíritos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Isabel Allende nasceu em 2 de agosto de 1942, em Lima, no Peru, onde o seu pai diplomata se encontrava em trabalho. No entanto, a sua nacionalidade é chilena, tendo-se tornado cidadã norte-americana em 2003.[1] É filha de Tomás Allende, funcionário diplomático e primo-irmão de Salvador Allende, e de Francisca Llona.

Isabel é considerada uma das principais revelações da literatura latino-americana da década de 1980. Sua obra é marcada pela ditadura no Chile, implantada com o golpe militar que em 1973 derrubou o governo do primo de seu pai, o presidente Salvador Allende (1908-1973).

O seu livro mais editado foi A Casa dos Espíritos (1982) (La casa de los espíritus),[2] que ganhou reconhecimento de público e crítica. A obra resultou num filme A Casa dos Espíritos (1993), realizado por Bille August, com Jeremy Irons, Meryl Streep, Winona Ryder e Antonio Banderas, tendo grande parte das rodagens decorrido em Lisboa e no Alentejo, em Portugal.[1]

Em 1995 lançou o livro Paula, que escreveu para a sua filha que estava em coma devido a um ataque de porfiria. Como a autora não sabia se a sua memória voltaria após a saída do coma, Isabel Allende resolveu contar a sua história para auxiliar a filha a lembrar dos fatos. Paula passou a ser então um retrato autobiográfico.

Obra[editar | editar código-fonte]

Romances[editar | editar código-fonte]

Nº na série Título original Título no Brasil Tradução Ano Editora
01 La casa de los espíritus A Casa dos Espíritos Carlos Martins Pereira 1982 Difel, Círculo do livro, Bertrand Brasil
02 La logon Asulon A Lagoa Azul 1983
03 De amor y de sombra De amor e de sombra Suely Bastos ; revisao de Danilo A. Q. Morales 1984 Difel, Bertrand Brasil, Record
04 Eva Luna Eva Luna Luisa Ibanez 1987 Bertrand Brasil, Record
05 El plan infinito O plano infinito Rosemary Moraes 1991 Bertrand Brasil
06 Paula Cartas a Paula Irene Moutinho, Elena Gaidano 1995 Bertrand Brasil, Círculo do livro, Bestbolso
07 Afrodita Afrodite: contos, receitas e outros afrodisíacos Claudia Schilling 1998 Bertrand Brasil
08 Hija de la fortuna Filha da fortuna Mario Pontes 1999 Bertrand Brasil
09 Retrato en sepia Retrato a sépia Mário Pontes 2000 Bertrand Brasil
10 La ciudad de las bestias (A cidade das feras (Brasil), A cidade dos deuses selvagens (Portugal)) Mario Pontes 2002 Bertrand Brasil
11 El reino del dragón de oro O reino do dragão de ouro Mario Pontes 2003 Bertrand Brasil
12 El bosque de los pigmeos A floresta dos pigmeus ou O bosque dos Pigmeus Mario Pontes 2004 Bertrand Brasil
13 El Zorro Zorro, começa a lenda Elisa Amorim 2005 Bertrand Brasil
14 Inés del alma mía Inés da minha alma Ernani Ssó 2006 Bertrand Brasil
15 La suma de los días A soma dos dias Ernani Ssó 2007 Bertrand Brasil
16 La isla bajo el mar A ilha sob o mar 2009
17 El Cuaderno de Maya O Caderno de Maya 2011
18 El Juego de Ripper O Jogo de Ripper 2014
19 El amante japonés O Amante Japonês 2015
20 Más allá del invierno Muito além do inverno Luís Carlos Cabral 2017 Bertrand Brasil
21 Largo Pétalo de Mar Longa Pétala do Mar Ivone Benedetti 2019 Bertrand Brasil
22 Mujeres de Alma Mía As mulheres de minha alma 2020
23 Violeta Violeta Ivone Benedetti 2021

Memórias[editar | editar código-fonte]

Nº na série Título original Título no Brasil Tradução Ano Editora
01 Mi país inventado O meu país inventado Mario Pontes 2003 Bertrand Brasil

Contos[editar | editar código-fonte]

Nº na série Título original Título no Brasil Tradução Ano Editora
01 La gorda de porcelana 1984
02 Cuentos de Eva Luna Contos de Eva Luna Rosemary Moraes 1989 Bertrand Brasil

Teatro[editar | editar código-fonte]

Nº na série Título original Ano
01 El embajador (representada no Chile em 1971)
02 La balada del medio pelo (1973)
03 Los siete espejos (1974)
03 Los Tomates Del Fábio Cagón (2004)

Prémios e distinções[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h João Gobern (2 de agosto de 2017). «Isabel Allende, 75 anos, a saudação feliz ao inverno». Diário de Notícias. Consultado em 31 de outubro de 2017 
  2. Aione Simões (18 de janeiro de 2018). «[RESENHA] A CASA DOS ESPÍRITOS – ISABEL ALLENDE». Minha Vida Literária. Consultado em 16 de junho de 2019 
  3. «Uma lista de 100 mulheres influentes e inspiradoras de todo o mundo, selecionadas pela BBC». BBC News Brasil. Consultado em 17 de dezembro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Isabel Allende
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Isabel Allende
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.