Isabel Allende

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde março de 2016)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Isabel Allende
Isabel Allende, 2007.
Nome completo Isabel Allende Llona
Nascimento 2 de agosto de 1942 (75 anos)
Lima, Peru
Residência Sausalito (Califórnia), EUA[1]
Nacionalidade chilena
norte-americana (2003)
Cônjuge Miguel Frías (1962-1987)[1]
Willie Gordon (1988-2015)[1]
Filho(s) 2 filhos[1]
Prémios Prêmio Nacional de Literatura do Chile (2010)
Medalha Presidencial da Liberdade (2014)
Magnum opus A Casa dos Espíritos
Página oficial
www.isabelallende.com

Isabel Allende Llona (Lima, Peru, 2 de agosto de 1942) é uma escritora chilena / norte-americana. Entre outras obras, é autora de A Casa dos Espíritos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Isabel Allende nasceu em 2 de agosto de 1942, em Lima, no Peru, onde o seu pai diplomata se encontrava em trabalho. No entanto, a sua nacionalidade é chilena, tendo-se tornado cidadã norte-americana em 2003.[1] É filha de Tomás Allende, funcionário diplomático e primo-irmão de Salvador Allende, e de Francisca Llona.

Isabel é considerada uma das principais revelações da literatura latino-americana da década de 1980. Sua obra é marcada pela ditadura no Chile, implantada com o golpe militar que em 1973 derrubou o governo do primo de seu pai, o presidente Salvador Allende (1908-1973).

O seu livro editado foi A Casa dos Espíritos (1982) (La casa de los espíritus) que ganhou reconhecimento de público e crítica. A obra resultou num filme A Casa dos Espíritos (1993) realizada por Bille August, com Jeremy Irons, Meryl Streep, Winona Ryder e Antonio Banderas, tendo grande parte das rodagens ter decorrido em Portugal, em Lisboa e no Alentejo.[1]

Em 1995 lançou o livro Paula, que a autora escreveu para a sua filha que estava em coma devido a um ataque de porfiria. Como a autora não sabia se a sua memória voltaria após a saída do coma, Isabel Allende resolveu contar a sua história para auxiliar a filha a lembrar dos fatos. Paula passou a ser então um retrato auto-biográfico.

Obra[editar | editar código-fonte]

Romances[editar | editar código-fonte]

  • 1982 - La casa de los espíritus (A Casa dos Espíritos)
  • 1983 - La logon Asulon (A Lagoa Azul)
  • 1984 - De amor y de sombra (De amor e de sombra)
  • 1987 - Eva Luna (Eva Luna)
  • 1991 - El plan infinito (O plano infinito)
  • 1995 - Paula (Cartas a Paula)
  • 1998 - Afrodita (Afrodite)
  • 1999 - Hija de la fortuna (Filha da fortuna)
  • 2000 - Retrato en sepia (Retrato a sépia)
  • 2002 - La ciudad de las bestias (A cidade das feras (Brasil), A cidade dos deuses selvagens (Portugal))
  • 2003 - El reino del dragón de oro (O reino do dragão de ouro)
  • 2004 - El bosque de los pigmeos (O bosque dos Pigmeus)
  • 2005 - El Zorro (Zorro, começa a lenda)
  • 2006 - Inés del alma mía (Inés da minha alma)
  • 2007 - La suma de los días (A soma dos dias)
  • 2009 - La isla bajo el mar (A ilha sob o mar)
  • 2011 - El Cuaderno de Maya (O Caderno de Maya)
  • 2014 - El Juego de Ripper (O Jogo de Ripper)
  • 2015 - El amante japonés (O Amante Japonês)
  • 2017 - Más allá del invierno (Para além do inverno)

Memórias[editar | editar código-fonte]

  • 2003 - Mi país inventado (O meu país inventado)

Contos[editar | editar código-fonte]

  • 1984 - La porda de porcelana
  • 1989 - Cuentos de Eva Luna (Contos de Eva Luna)

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • El embajador (representada no Chile em 1971)
  • La balada del medio pelo (1973)
  • Los siete espejos (1974)
  • Los Tomates Del Fábio Cagón (2004)

Prémios e distinções[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h João Gobern (2 de agosto de 2017). «Isabel Allende, 75 anos, a saudação feliz ao inverno». Diário de Notícias. Consultado em 31 de outubro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Isabel Allende
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Isabel Allende
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.