Isabel Teixeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2012)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Isabel Teixeira
Nome completo Isabel Teixeira de Oliveira
Nascimento 10 de novembro de 1973 (43 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade Brasil brasileira
Ocupação atriz

Isabel Teixeira (São Paulo, 10 de novembro de 1973) é uma atriz brasileira radicada em São Paulo. Formada pela Escola de Arte Dramática de São Paulo, trabalhou com diretores como Roberto Lage, Cibele Forjaz e Enrique Diaz. Ao lado do produtor Henrique Mariano, idealizou o projeto da peça Rainhas - duas atrizes em busca de um coração, com direção de Cibele Forjaz.

Trabalhos realizados[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • Objeto Conferência para Inventário Inacabado, texto de Isabel Teixeira, direção de Cibele Forjaz (2010)
  • Rainhas, duas atrizes em busca de um coração, direção de Cibele Forjaz (2008). Prêmio Shell - Melhor Atriz - 2008.
  • Gaivota, tema para um conto curto, baseado na obra de Anton Tchekhov, direção de Enrique Diaz (2007/2008)
  • Dúvida, de John Patrick Shanley, direção de Bruno Barreto(2006)
  • Ricardo III, de William Shakespeare, direção de Roberto Lage (2006). Indicada para o prêmio Qualidade Brasil – melhor atriz – drama – (2006)
  • Depois do Expediente de Franz Xaver Kroetz, direção de Cibele Forjaz (2003)
  • Um Bonde Chamado Desejo de Tennessee Williams, direção de Cibele Forjaz (2002). Indicada para prêmio Shell de Melhos Atriz, 2002, pela personagem Stella.
  • Toda Nudez Será castigada de Nelson Rodrigues, direção de Cibele Forjaz (2001)
  • Jardim das Cerejeiras de Anton Tchekhov, direção de Elcio Nogueira Seixas (2001)
  • Ágatha de Marguerite Duras, direção de Roberto Lage (1999)
  • Trinta e Três, direção de Cristiane Paoli-Quito e Tica Lemos. (1998)
  • Baal de Bertolt Brecht, direção de Roberto Lage (1997)
  • A Cozinha de Arnold Wesker, direção de Iacov Hilel (1996)
  • Cidade sem Janelas- Projeto Arte Cidade, coreografia de Susana Yamaushi (1994)
  • Uma Aventura a Caminho do Guarujá de Ninho Moraes, direção de Carlos Meceni. Espetáculo Infanto-Juvenil (1984). Prêmio Atriz Revelação – APETESP

Curadoria e coordenação[editar | editar código-fonte]

  • Curadoria e concepção da exposição Renato Borghi, 50 Anos de Carreira, realizada em maio/junho de 2008 no SESC Santana.
  • Direção geral e coordenação do projeto Arena Conta Arena 50 Anos, realizado no segundo semestre de 2004 no Teatro de Arena Eugênio Kusnet.
  • Prêmio Shell - Categoria Especial – Teatro - 2004
  • Prêmio APCA – Prêmio Especial da Crítica – Teatro – 2004

Assistência de direção[editar | editar código-fonte]

Co-direção[editar | editar código-fonte]

  • Jardim das Cerejeiras de Anton Tchekhov, direção de Elcio Nogueira Seixas (2000/2001).

Televisão[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

  • Jogo Duro Roteiro e direção de Ugo Giorgetti (1985)
  • Filme curta-metragem Os Penúltimos Serão os Segundos argumento e direção de Sung Sfai (1997)
  • Filme curta-metragem Ano Novo, Roteiro e direção de Marcos Katudjian (1999)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]