Isabel da Arménia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde fevereiro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Isabel I
Rainha da Arménia Menor
Isabella of Armenia.jpg
Detalhe de uma pintura de Vardges Sureniants.
Reinado 1219 a 1252 (com Hetum I a partir de Junho de 1226 )
Consorte Filipe de Antioquia
Hetum I
Coroação 14 de Maio de 1226 (maioridade)
Antecessor(a) Leão II
Sucessor(a) Hetum I
Dinastia Rubenidas
Nascimento 27 de janeiro de 1216
Morte 23 de janeiro de 1252 (35 anos)
  Ked
Enterro Trazarg
Filho(s) com Hetum I
Eufémia
Maria
Sibila
Rita
Leão III
Teodoro
Isabel
Pai Leão II da Arménia
Mãe Sibila de Lusignan

Isabel I[1] (em arménio: Զապել), ou Zabel I,[2] (27 de janeiro de 1216 - Ked, 23 de janeiro de 1252) foi Rainha Reinante da Arménia-Cilícia entre 1219 e 1252.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Isabel foi proclamada Rainha sob regência de Adão de Bagras,[1][3] mas este foi, porém, assassinado. É Constantino de Barbaron, da família Hetumida, quem toma o seu lugar. [3] Com isto, Raimundo Rubem de Antioquia, neto de Rubem III (irmão mais velho de Leão II da Arménia, pai de Isabel)[2] reivindicou o trono arménio para si próprio, mas acabou por ser derrotado, capturado e morto.[3]

Constantino de Barbaron foi convencido a procurar uma aliança com Boemundo IV de Antioquia,[4] comprometendo a jovem Isabel com Filipe,[3] filho de Boemundo.[4] Contudo, Filipe ofendeu a sensibilidade dos Arménios, enviando a Coroa Real para Antioquia; com isto, foi preso em Sis (atualmente Kozan na Turquia), onde morreu, possivelmente envenenado.[3]

Assim, a infeliz Isabel foi forçada a casar com Hetum, filho do seu regente; Apesar de se ter recusado a viver com ele, Isabel acabou, mais tarde, por aceitá-lo. [1] A unificação dinástica entre as duas principais famílias arménias (os Rubenidas e os Hetumidas) graças a este casamento, pôs fim a um século de de rivalidades territoriais e dinásticas, e trouxe os Hetumidas para a frente da política do Reino.[4]

Isabel governou o Reino conjuntamente com o marido, Hetum, e levou uma vida religiosa e piedosa. Foi abençoada pelas suas boas ações e pela vida exemplar, graças à numerosa descendência que deu a Hetum.
Vahram de Edessa: A Crónica Rimada da Arménia Menor[5]

Isabel faleceu em 1252, após 33 anos de reinado. O seu marido sobreviveu-lhe e continuou a governar o reino sozinho até à sua morte.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

A 25 de janeiro de 1221, Isabel casou-se com Filipe de Antioquia, filho de Boemundo IV de Antioquia. Não houve descendência deste matrimónio, visto que Filipe morre, possivelmente envenenado, um ano depois, em 24 de janeiro de 1222.

A 14 de maio de 1226, a rainha casa-se de novo, desta vez com Hetum da Arménia, filho de Constantino de Barbaron, seu regente. Um mês após é coroado rei, passando a governar em conjunto com a esposa. Deste casamento houve a seguinte descendência:

Referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Isabel da Arménia
  1. a b c Runciman, Steven. A History of the Crusades – Volume III.: The Kingdom of Acre and the Later Crusades. [S.l.: s.n.] 
  2. a b c Cawley, Charles (1 de abril de 2009), Lords of the Mountains, Kings of (Cilician) Armenia (Family of Rupen), Medieval Lands database, Foundation for Medieval Genealogy , Predefinição:Self-published inline[precisa-se de fonte melhor?]
  3. a b c d e Vahan M. Kurkjian (5 de abril de 2005). «A History of Armenia». Website. Bill Thayer. Consultado em 25 de julho de 2009 
  4. a b c Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Ghazarian
  5. Vahram (10 de setembro de 2008). «Chronicle». Text Archive. Internet Archive. Consultado em 26 de julho de 2009 
Precedido por
Leão II
Armas dos rubenidas (usadas pela primeira vez por Leão II da Arménia).
Rainha da Arménia Menor com Hetum I a partir de Junho de 1226

1219 - 1252
Sucedido por
Hetum I (sozinho)