Isabel de Brunsvique-Volfembutel, Duquesa de Saxe-Altemburgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Isabel
Duquesa de Saxe-Altemburgo
Princesa da Saxónia
Princesa de Brunswick-Wolfenbüttel
Duquesa de Saxe-Altemburgo
Reinado 1618–1639
Antecessor(a) Doroteia Maria de Anhalt
Sucessor(a) Sofia Isabel de Brandemburgo
 
Maridos Augusto da Saxónia
João Filipe, Duque de Saxe-Altemburgo
Descendência Isabel Sofia de Saxe-Altemburgo
Casa Wettin
Welf
Nascimento 23 de junho de 1593
  Volfembutel, Principado de Brunsvique-Volfembutel, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 25 de março de 1650 (56 anos)
  Altemburgo, Ducado de Saxe-Altemburgo, Sacro Império Romano-Germânico
Pai Henrique Júlio, Duque de Brunsvique-Luneburgo
Mãe Isabel da Dinamarca

Isabel de Brunswick-Wolfenbüttel (23 de Junho de 1593, Wolfenbüttel25 de Março de 1650, Altemburgo) foi uma princesa de Brunswick-Wolfenbüttel e duquesa de Saxe-Altemburgo.

Vida[editar | editar código-fonte]

Isabel era filha do duque Henrique Júlio de Brunswick-Wolfenbüttel (1564–1613) e da sua segunda esposa, Isabel (1573–1625), filha mais velha do rei Frederico II da Dinamarca.

Casou-se no dia 1 de Janeiro de 1612 em Dresden, com o duque Augusto da Saxónia (1589–1615), administrador da diocese de Naumburgo. Augusto acabaria por morrer subitamente aos vinte-e-seis anos de idade, apenas três anos depois do casamento.

Isabel casou-se com o seu segundo marido, o duque João Filipe de Saxe-Altemburgo (1597–1639) a 25 de Outubro de 1618 em Altemburgo.

Isabel morreu a 25 de Março de 1650 em Altemburgo e foi sepultada na Igreja de Brethren em Altemburgo, à qual tinha doado um cálice em vida.[1] O lema da duquesa, que tinha casado com membros da linha Albertina e da linha Ernestina da Casa de Wettin,[2] era: Todo o meu prazer está em Deus.[3] Existe um ducado em ouro dedicado a Isabel, com o seu retrato em perfil na cara e a letra "E" coroada na coroa. Isabel pertencia também à Sociedade Virtuosa, com o cognome a Devota.[4]

Descendência[editar | editar código-fonte]

Do seu segundo casamento, Isabel teve uma filha:

  1. Isabel Sofia (10 de Outubro de 1619 - 20 de Dezembro de 1680), casada com Ernesto I, Duque de Saxe-Gota.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Isabel de Brunswick-Wolfenbüttel em três gerações
Isabel de Brunswick-Wolfenbüttel Pai:
Henrique Júlio, Duque de Brunsvique-Luneburgo
Avô paterno:
Júlio, Duque de Braunschweig-Wolfenbüttel
Bisavô paterno:
Henrique V, Duque de Brunsvique-Luneburgo
Bisavó paterna:
Maria de Württemberg
Avó paterna:
Hedvig de Brandemburgo
Bisavô paterno:
Joaquim II Heitor, Príncipe-Eleitor de Brandemburgo
Bisavó paterna:
Edviges Jagelão, Eleitora de Brandemburgo
Mãe:
Isabel da Dinamarca
Avô materno:
Frederico II da Dinamarca
Bisavô materno:
Cristiano III da Dinamarca
Bisavó materna:
Doroteia de Saxe-Lauemburgo
Avó materna:
Sofia de Mecklemburgo-Güstrow
Bisavô materno:
Ulrico, Duque de Mecklemburgo
Bisavó materna:
Isabel da Dinamarca, duquesa de Mecklemburgo-Güstrow

Referências[editar | editar código-fonte]

  • New Journal for the History of the Germanic peoples, Volume 1, Issue 1-4, Anton, 1832, p. 88 digitized
  • Ute like to eat:princesses at the Saxon court, Leipzig University Press, 2007, p. 128
  • Moritz Theodor Frommelt: Sachsen-Altenburg geography or history, Klinkhardt, 1838, p. 129

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. C. E. von Malortie: contributions to the history of Brunswick-Lüneburg house and yard, Volume 2, Han'sche Hofbuchhandlung, 1864, p. 154
  2. Theodore O. Weigel, Gustav Eduard Köhler: album of autographs for two hundred years celebration on 24 October 1848 of the Peace Treaty of Westphalia on 24 October 1648, T. O. Weigel, 1849, p. 9
  3. Max Lbe.
  4. Erika Alma Metzger, Richard E. Schade, Language societies, gallant female poets, Rodopi, 1989, p. 617

Ligações externas[editar | editar código-fonte]