Isabel de Portugal, Rainha de Castela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Isabel de Portugal
Infanta de Portugal
Rainha-mãe de Castela e Leão
Rainha de Castela e Leão
Reinado 17 de agosto de 144720 de julho de 1454
 
Cônjuge João II de Castela
Descendência Isabel I
Afonso
Casa Avis (por nascimento)
Trastâmara (por casamento)
Nascimento 1428
Morte 15 de agosto de 1496 (68 anos)
  Arévalo, Castela e Leão, Espanha
Enterro Convento Cartuxo de Miraflores
Pai João, Condestável de Portugal
Mãe Isabel de Barcelos


Isabel de Portugal, ou Isabel de Avis (1428Arévalo, 15 de agosto de 1496), foi infanta de Portugal e rainha de Castela e Leão como a segunda esposa de João II de Castela.

Família[editar | editar código-fonte]

Isabel era filha do Infante D. João de Portugal, filho de D. João I de Portugal e de Filipa de Lencastre, e de sua esposa D. Isabel de Barcelos, filha de Afonso, 1.º duque de Bragança, que era um filho ilegítimo de D. João I de Portugal e de Inês Pires Esteves, e da esposa Beatriz Pereira de Alvim.

Era também irmã de Beatriz, infanta de Portugal, mãe de D. Manuel I de Portugal. Era assim neta e bisneta do rei D. João I. Neta porque o pai era filho do rei e bisneta porque o avô, Afonso, era filho de D. João I.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 15 de agosto de 1447, se casou com D. João II, rei de Castela e Leão, em Madrigalejo.[1] Na época, este tinha 42 anos de idade, e ela apenas 19.

Antes de Isabel, o rei havia sido casado com Maria de Aragão, que morreu em 1445, e foi mãe de Henrique IV de Castela, o sucessor de João II.

Seus filhos foram:

Aquando da morte do marido retirou-se para Arévalo, Espanha.

Após a morte do filho Afonso, aos 15 anos de idade, Isabel revelou perturbações mentais, sendo por isso internada pela filha e pelo genro num mosteiro de Toledo. Conta-se que estes a visitavam frequentemente, juntamente com os netos. No entanto, não pôde assistir à coroação dos Reis Católicos, em 1474.

Morreu em 15 de agosto de 1496, na cidade de Arévalo, aos 68 anos, depois de uma vida longa e perturbada.

Precedida por:
Maria de Trastâmara
Armas dos reinos de Castela e Leão
Rainha de Castela e Leão

17 de Agosto de 144720 de Julho de 1454
Sucedida por:
Joana de Aviz
Precedida por:
Catarina de Lancastre
Rainha-mãe de Castela e Leão
11 de dezembro de 1474 - 15 de agosto de 1496
Sucedida por:
Maria Ana da Áustria

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma Rainha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Isabel de Portugal, Rainha de Castela