Ishman Bracey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ishmon Bracey
Informação geral
Nome completo Ishmon Bracey
Nascimento 9 de janeiro de 1901
Origem Byram, Mississippi, Estados Unidos
País  Estados Unidos
Data de morte 12 de fevereiro de 1970 (69 anos)
Gênero(s) Delta blues, country blues, blues
Instrumento(s) Guitarra, voz
Período em atividade 19281931
Afiliação(ões) Tommy Johnson

Ishmon Bracey (9 de janeiro de 190112 de fevereiro de 1970[1]) foi um músico e cantor de blues americano, do estado do Mississippi, considerado um dos mais importante representante do delta blues. Junto com Tommy Johnson, formaram um grupo de blues na pequena Jackson, Mississippi nos anos de 1920. Seu nome é incorretamente pronuciado como "Ishman" em quase todos os seus discos e na maioria das fontes mais antigas.[2] [3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Bracey nasceu em Byram, e iniciou suas apresentações em casas noturnas locais por volta de 1917. Também como waterboy (alguém que trabalha nos bastidores e fornece água ou outras bebidas para atletas, músicos entre outros) na ferrovia de Illinois, a Illinois Central Railroad.[1] Gravou pela primeira vez em Memphis em 1928 junta a Victor Records com Papa Charlie McCoy segunda guitarra, gravando duas sessões, uma em fevereiro e outra em agosto do mesmo ano.[4]

Naquele momento, seu estilo não estava totalmente formado e seus desempenhos variaram consideravelmente, provavelmente, em suas tentativas de se tornar mais bem sucedido comercialmente. O blues "Saturday Blues" e "Left alone blues", usado em variações interessantes com versos de três linhas como de costume. Bracey foi um dos poucos bluesmen do Mississippi que cantaram com um tom nasal sem enfeite. Em "Saturday Blues" ele usou um dos temas de infidelidade convencionais, mas ele mudou a forma de versos para encaixar um conceito melódico mais recente. Suas letras possuiam atmosfera relaxantes. Ele gravou novamente em 1931 para Paramount Records com um grupo chamado New Orleans Nehi Boys, que incluiu o guitarrista Charles Taylor. "Trouble Hearted Blues" e "Left Alone Blues" estão entre suas canções mais conhecidas. [1] Ele era associado a Tommy Johnson, e os dois se apresentaram juntos na década de 1930. Até o momento ele foi "redescoberto" no final de 1950, e se tornou um pregador e um intérprete de canções religiosas, e não estava interessado em gravar ou discutir seu tempo como um artista de blues. No entanto, ele ajudou na redescoberta de seu contemporâneo Skip James[1]

Discografia[editar | editar código-fonte]

A produção total registrado de Bracey é de apenas 16 músicas além de cópias originais de seus discos de 78 rotações, que estão entre os itens mais valorizados e procurados por colecionadores de blues.

Referências

  1. a b c d «Biography by Uncle Dave Lewis». Allmusic.com. Consultado em 25 de dezembro de 2009 
  2. Wardlow, Gayle Dean (1998). Chasin' That Devil Music. San Francisco: Backbeat Books. p. 45. ISBN 0-87930-552-5. Bracey's first name is Ishmon, not Ishman, his wife Annie said. 
  3. Mississippi Blues Trail - Ishmon Bracey marker - accessed August 2013 "Bracey insisted that the correct spelling of his name was 'Ishmon Bracey'. But Victor Records used the spelling 'Ishman Bracey' and 'Ishman Bracy' on his singles. Other documents cited him as 'Ishmael' or 'Isham'."
  4. Russell, Tony (1997). The Blues: From Robert Johnson to Robert Cray. Dubai: Carlton Books Limited. p. 139. ISBN 1-85868-255-X 

Ligaões externas[editar | editar código-fonte]