Isild Le Besco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Isild Le Besco actress.jpg

Isild Le Besco (Paris, 22 de novembro de 1982) é uma actriz, argumentista e realizadora francesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É a terceira das cinco filhas da actriz e jornalista Catherine Belkhodja.

A sua irmã, Maïwenn Le Besco, atriz e realizadora, é a ex-mulher de Luc Besson, com quem teve uma filha. O seu irmão, Jowan Le Besco, documentarista e parceiro de Catherine Deneuve em Princesa Maria, foi o chefe operador dos dois filmes que Isild escreveu e realizou: “Meia Tarifa” e Charly. Sua irmã, Léonor Graser também é atriz, tal como o irmão Kolia Litscher.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Antiga aluna da “École des Enfants du Spectacle”, Isild estudou Dança em tempo parcial, antes de integrar a escola Estienne. Foi escolhida por "Emmanuelle Bercot" para seu primeiro curta-metragem “ As férias”, selecionada nos festivais de Angers e Cannes. Seguidamente Emmanuelle propõe-lhe interpretar o delicado papel de uma adolescente no seu filme de escola: “ A Pulga”. O sucesso é tal que o filme obtém petição especial para ser explorado em sala. Isild interpreta em seguida o papel de “Elodie” num télefilme que explora o problema de três jovens menores desorientadas por uma gravidez precoce. Isild é nomeada no “sept d’or” «melhor esperança feminina» e o filme é adquirido por “Education Nationale”(Educação Nacional), a fim de ser exibido nos colégios e liceus, para provocar o debate sobre a sexualidade juvenil. Cercada por propostas que se multiplicam, Isild decide interromper o percurso escolar para se dedicar unicamente ao cinema e à pintura. Num primeiro tempo, tenta prosseguir o curso por correspondência, mas acaba por o interromper para se concentrar na escrita do seu argumento “Demi tarif” (Meia tarifa), para o qual obtém, aos 16 anos, o prêmio de Melhor Argumento “Júnior.” Realiza-o mais tarde com o apoio e a participação dos irmãos e irmã. O filme, produzido por “KAREDAS”, recebe diversos prêmios e é alvo de numerosas seleções em festivais na França e no Estrangeiro. A partir deste êxito, Isild alterna as suas representações no cinema com a atividade de argumentadora e realizadora. No seguimento destas atividades, funda a sua própria produtora “Sangsho”

Isild dá voz à princesa no filem “U” e obtém o prêmio da melhor jovem atriz (Prêmio “Marcello Mastroianni”, entregue por “Catherine Deneuve”) na Mostra de Veneza pelo seu papel em “L'Intouchable”( de “Benoît Jacquot”). Neste filme, Isild representa uma jovem atriz que decide interromper as suas atuações teatrais em Paris para partir à procura do seu pai pela Índia.

Este filme abrirá um “Festival em Berlim”, em 14 de Junho de 2007.Depois, em “Pas douce” (Passo doce), apresentado no último Festival de Berlim, Isild representou uma jovem enfermeira suicida sob a direção de “Jeanne Waltz”. Este filme será exibido em breve ao público. Ela termina então o seu segunda longa-metragem, “Charly” a ser exibido em Setembro de 2007.Neste filme o papel principal é desempenhado por “Kolia Litscher”, em companhia de “Marie-Julie Parmentier”.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Longa-metragem[editar | editar código-fonte]

  • 1990-“Lacenaire”, filme de “Francis Girod
  • 1996- “La Puce” (A Pulga), de “Emmanuelle Bercot”
  • 1999-“Les Filles ne savent pas nager” ( As Moças não sabem nadar), de “Anne-Sophie Birot”
  • 2000- “Adieu Babylone” (Adeus Babilônia) de “Frédéric Frydmann”
  • 2000- “Sade” de “Benoît Jacquot”
  • 2001- “Roberto Succo” de “Cédric Kahn”
  • 2002- “Un Moment de bonheur” ( Um Momento de Felicidade) de “Antoine Santana”
  • 2002- “La Repentie” ( A Arrependida) de “Laetitia Masson”
  • 2002- “Adolphe” (Adolfo) de “Benoit Jacquot”
  • 2003- “Le Coût de la Vie” ( O Custo da Vida), de “Philippe Le Gauy”
  • 2004- “À tout de suite” ( Até breve) de “Benoît Jacquot”
  • 2004- “Princesse Marie” ( Princesa Maria) de “ Benoit Jacquot”
  • 2005- “Backstage” de “Emmanuelle Bercot”
  • 2005- “La Ravisseuse” ( A Ladra) de “Antoine Santana”
  • 2006- “ Camping Sauvage” ( Camping Selvagem) de “Christophe Ali” e “Nicolas Bonilauri”
  • 2006- “U” {fez a voz da princesa} de “Serge Elissalde” e “ Grégoire Solotareff
  • 2007- “Pas Douce” (Passo leve) de “ Jeanne Waltz
  • 2007- “Enfances” ( Infâncias) co-realizado por “Safy Nebbou, Isild Le Besco, Joana Hadjithomas , Khalil Joreige, Corinne Garfin, Ismaël Ferroukhi e Yann Le Gal”

Curtas-metragens[editar | editar código-fonte]

  • 1987 - ”Cinématon” #995 de “Gérard Courant”
  • 1991 - “Place des Vosges” de “Catherine Belkhodja”
  • 1997 - “Anniversaires” ( Aniversários ) de “Rosette”
  • 1997 - “Kub Valium”de “Marine Ledu”
  • 1997 - “Les Vacances” (As Férias) de “Emmanuelle Bercot”
  • 1997 - “Coquillettes”de “Joséphine Flasseur”
  • 1998 - “Les amis de Ninon” (Os Amigos de Ninon) de “Rosette”
  • 2000 - “Des Anges” ( Uns Anjos) de “Julien Leloup”
  • 2003 - “Quelqu'un vous aime” (Alguém que vos ama)
  • 2003 - “Dans la forêt noire” ( Na Floresta negra) de “Joséphine Flasseur”
  • 2016 - Cinématon #2944 de Gérard Courant

Televisão[editar | editar código-fonte]

  • 1987 : “Reflets perdus du miroir “ ( Reflexos perdidos do espelho) de “Catherine Belkhodja”
  • 1999 : “Une Fille rebelle” (Uma Moça Rebelde)
  • 1999 : “Le Choix d’Élodie” ( A Escolha de “Élodie”) de “Emmanuelle Bercot”
  • 2003 : La Maison du canal ( A Casa do canal) seriado de “Maigret
  • 2003 : “Les Mythes urbains” ( Os Mitos Urbanos)

Teatro[editar | editar código-fonte]

2007 au théâtre|: “La Double inconstance” ( A Dupla inconstância) de “Marivaux” no “Théâtre National de Chaillot” ( no Teatro Nacional de “Chaillot”), encenação de “Christian Colin” com “Grégoire Colin”

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 2000 : Prêmio do Melhor Argumento Júnior no festival de Paris para “Demi-tarif” (Meia Tarifa)
  • 2001 : Estrela de Ouro de propaganda do cinema Francês; Estrela de Ouro da Revelação Feminina pela sua interpretação no filme Sade, de “Benoît Jacquot”
  • 2001 : Nomeação: 7 de ouro por “Le Choix d'Élodie” ( A Escolha de Élodie)
  • 2001 : Prêmio Melhor Esperança Feminina por “Sade”
  • 2001 : Nomeação: “César” da Melhor Esperança Feminina por Sade
  • 2002 : Nomeação: “César” da Melhor Esperança Feminina para “Roberto Succo”
  • 2004 : Prêmio especial do Júri no “European first film festival d’Angers” por Demi -tarif
  • 2004 : Prêmio “ Procirep”. Premiers plans. Angers pour Demi-tarif
  • 2004 : Prêmio especial de Júri do festival de “Séoul “por “Demi-tarif”
  • 2004 : Grande prêmio do Júri, “Crossing Europe Festival”, Linz, por Demi-tarif
  • 2004 : Nomeação para o prêmio “Louis Deluc” por Demi-tarif
  • 2006 : Prêmio “Marcello Mastroianni” na Mostra de Veneza (prêmio melhor atriz jovem).

Argumentadora[editar | editar código-fonte]

  • 1998 : Demi-tarif
  • 2004 : Charly

Realizadora[editar | editar código-fonte]

  • 2004 : Demi-tarif
  • 2007 : Charly ( estreado em setembro de 1997)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]