Ismail Paxá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ismail Paxá
Nascimento 31 de dezembro de 1831
Cairo
Morte 2 de março de 1895 (63 anos)
Constantinopla, Istambul
Cidadania Império Otomano
Progenitores Pai:Ibrahim Paxá
Filho(s) Tewfik Paxá, Hussein Kamil, Fuad I do Egito
Ocupação político
Prêmios Ordem da Águia Negra, Cavaleiro Grã-cruz da Ordem do Banho, Ordem do Medjidie, Ordem de Osmanieh, Grão-Cordão da Ordem de Leopoldo, Grã-cruz da Legião de Honra, Grã-Cruz da Ordem da Águia Vermelha, Ordem da Anunciação, Ordem da Espada
Religião sunismo

Ismāʽīl Paxá, conhecido como Ismail, o Magnífico (em turco: Ismail Paşa; Cairo, 31 de dezembro de 1831Istambul, 2 de março de 1895)(em árabe: إسماعيل باشا) foi uale (wāli) e, posteriormente, quediva do Egito e do Sudão, de 1863 até ser removido do cargo, por ordem dos britânicos em 1879. Enquanto esteve no poder foi responsável por uma grande modernização do Egito e do Sudão, porém deixou os países com grandes dívidas. Sua filosofia foi expressa numa declaração feita em 1879: "Meu país não mais está na África; agora fazemos parte da Europa. É, portanto, natural para nós que abandonemos nossos costumes antigos e adotemos um sistema novo adaptado às nossas condições sociais."

Depois de uma formação acadêmica em Paris e missões diplomáticas em outras partes da Europa, Ismail foi designado vice-rei e participou ativamente da construção do Canal de Suez (1859-1869).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]