Israfil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Israfil ou Israfel (em árabe: إسرافيل, Isrāfīl) (The Burning One[1]), é o anjo da Trombeta no Islã,[2] embora não mencionado no Alcorão. Junto com Mikhail, Gabriel e Izrail, ele é um dos quatro arcanjos islâmicos.[1] Israfil irá tocar a trombeta de uma rocha santos em Jerusalém para anunciar o Dia da Ressurreição.[3] A trombeta está constantemente em seus lábios, pronta para ser tocada quando Deus assim o ordena. Na Literatura Bíblica judaico-cristã, o arcanjo Rafael é a contrapartida da Israfil.[3] Israfil é geralmente concebido como possuindo um corpo enorme, e que chega do céu sétimo até trono de Deus. Uma asa protege o corpo dele, outra protege-o de Deus, enquanto as outras duas estendem-se no sentido leste e oeste. Diz-se que Israfil tutelou por três anos Muhammad, no dever de profeta, antes que ele pudesse receber o Alcorão.[3]

Na tradição religiosa[editar | editar código-fonte]

Embora o nome "Israfel" não aparece no Alcorão, é mencionado repetidamente como o anjo da trombeta para identificar esta figura:

"E a trombeta será tocada, para que todos aqueles que estão nos céus e todos os que estão na terra, se prostem, exceto Deus, ela será tocada de novo, então eles se levantarão aguardando." - —Qur'an (39.68).

Na tradição islâmica, ele disse ter sido enviado, juntamente com os outros três arcanjos islâmicos, para coletar a poeira dos quatro cantos da terra,[4] embora apenas Izrail tenha sucedido nesta missão.[5] Israfel tem sido associada a um número de outros nomes angélicos não pertencentes ao Islam, incluindo Uriel,[6] Sarafiel[7] e Raphael[8]

Certas fontes indicam que, criado no início dos tempos, Israfil possui quatro asas, e era tão alto a ponto de ser capaz de chegar da Terra aos pilares do céu. [4]

Um anjo lindo que é um mestre da música, Israfil canta louvores a Deus em milhares de línguas diferentes, o sobro que sai da sua trombeta injeta vida nas hostes de anjos que contribuem com as próprias músicas.[1]

De acordo com tradições sunitas relatadas por Imam Al-Suyuti, o "Ghawth" ou " Qutb", é considerado entre os sufis como o mais elevado posto de "siddiqun" (Santo), é alguém que tem um "coração" (bondade) que se assemelha ao de Arcanjo Israfil, mostrando a elevação desse anjo. O próximo em importancia são os santos que são conhecidos como o "Umdah" ou "Awtad", entre os quais os mais elevados têm os seus "corações" semelhantes a de anjo Michael, e o resto dos Santos de menor escalão, tem o coração de Jibreel ou Gabriel, que são similares aos dos profetas anteriores a Maomé como Moises. É acreditado que na terra exista sempre um dos Qutb.[9]

Na Literatura[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Lewis, James R., Oliver, Evelyn Dorothy, Sisung Kelle S. (Editor) (1996), Angels A to Z, p. 224, Visible Ink Press, ISBN 0-7876-0652-9
  2. Webster, Richard (2009). "Encyclopedia of angels". Col: 1. ed. Woodbury, Minn., USA: Llewellyn Publications. p. 97. ISBN 9780738714622 
  3. a b c «"Israfil"». Encyclopaedia. Britannica. Consultado em 20 novembro 2012 
  4. a b Davidson, Gustav (1967), A Dictionary of Angels, Including The Fallen Angels, Entry: Israfel, pp. 151, 152, Library of Congress Catalog Card Number: 66-19757 Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "g" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  5. Weil, Dr. Gustav (1863), The Bible, the Koran, and the Talmud or Biblical Legends of the Mussulmans, Adam, p. 19, at sacred-texts.com
  6. Gabriel on jewishencyclopedia.com
  7. Death, Angel of on jewishencyclopedia.com
  8. Israfil na Encyclopædia Britannica
  9. ver Jalaluddeen: transcrito por Suyuti sobre a existencia dos Qutb, Awtad and Abdals.
  10. Poema de Alan Poe

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Israfil».