Israfil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Israfil ou Israfel (em árabe: إسرافيل, Isrāfīl) (The Burning One[1]), é o anjo da Trombeta no Islã,[2] embora não mencionado no Alcorão. Junto com Mikhail, Gabriel e Izrail, ele é um dos quatro arcanjos islâmicos.[1] Israfil irá tocar a trombeta de uma rocha santos em Jerusalém para anunciar o Dia da Ressurreição.[3] A trombeta está constantemente em seus lábios, pronta para ser tocada quando Deus assim o ordena. Na Literatura Bíblica judaico-cristã, o arcanjo Rafael é a contrapartida da Israfil.[3] Israfil é geralmente concebido como possuindo um corpo enorme, e que chega do céu sétimo até trono de Deus. Uma asa protege o corpo dele, outra protege-o de Deus, enquanto as outras duas estendem-se no sentido leste e oeste. Diz-se que Israfil tutelou por três anos Muhammad, no dever de profeta, antes que ele pudesse receber o Alcorão.[3]

Na tradição religiosa[editar | editar código-fonte]

Embora o nome "Israfel" não aparece no Alcorão, é mencionado repetidamente como o anjo da trombeta para identificar esta figura:

"E a trombeta será tocada, para que todos aqueles que estão nos céus e todos os que estão na terra, se prostem, exceto Deus, ela será tocada de novo, então eles se levantarão aguardando." - —Qur'an (39.68).

Na tradição islâmica, ele disse ter sido enviado, juntamente com os outros três arcanjos islâmicos, para coletar a poeira dos quatro cantos da terra,[4] embora apenas Izrail tenha sucedido nesta missão.[5] Israfel tem sido associada a um número de outros nomes angélicos não pertencentes ao Islam, incluindo Uriel,[6] Sarafiel[7] e Raphael[8]

Certas fontes indicam que, criado no início dos tempos, Israfil possui quatro asas, e era tão alto a ponto de ser capaz de chegar da Terra aos pilares do céu. [9]

Um anjo lindo que é um mestre da música, Israfil canta louvores a Deus em milhares de línguas diferentes, o sobro que sai da sua trombeta injeta vida nas hostes de anjos que contribuem com as próprias músicas.[1]

De acordo com tradições sunitas relatadas por Imam Al-Suyuti, o "Ghawth" ou " Qutb", é considerado entre os sufis como o mais elevado posto de "siddiqun" (Santo), é alguém que tem um "coração" (bondade) que se assemelha ao de Arcanjo Israfil, mostrando a elevação desse anjo. O próximo em importancia são os santos que são conhecidos como o "Umdah" ou "Awtad", entre os quais os mais elevados têm os seus "corações" semelhantes a de anjo Michael, e o resto dos Santos de menor escalão, tem o coração de Jibreel ou Gabriel, que são similares aos dos profetas anteriores a Maomé como Moises. É acreditado que na terra exista sempre um dos Qutb.[10]

Na Literatura[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Lewis, James R., Oliver, Evelyn Dorothy, Sisung Kelle S. (Editor) (1996), Angels A to Z, p. 224, Visible Ink Press, ISBN 0-7876-0652-9
  2. Webster, Richard (2009). "Encyclopedia of angels" 1. ed. Woodbury, Minn., USA: Llewellyn Publications. p. 97. ISBN 9780738714622 
  3. a b c «"Israfil"». Encyclopaedia. Britannica. Consultado em 20 novembro 2012 
  4. Davidson, Gustav (1967), A Dictionary of Angels, Including The Fallen Angels, Entry: Israfel, pp. 151, 152, Library of Congress Catalog Card Number: 66-19757
  5. Weil, Dr. Gustav (1863), The Bible, the Koran, and the Talmud or Biblical Legends of the Mussulmans, Adam, p. 19, at sacred-texts.com
  6. Gabriel on jewishencyclopedia.com
  7. Death, Angel of on jewishencyclopedia.com
  8. Israfil na Encyclopædia Britannica
  9. Davidson, Gustav (1967), A Dictionary of Angels, Including The Fallen Angels, s.v. "Israfil", p. 151f.
  10. ver Jalaluddeen: transcrito por Suyuti sobre a existencia dos Qutb, Awtad and Abdals.
  11. Poema de Alan Poe

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Israfil».