Isso (Cilícia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Isso está localizado em: Turquia
Isso
Localização provável da antiga cidade de Isso, no que é atualmente a Turquia

Isso (em grego clássico: Ἱσσός ou Ἱσσοί) foi uma cidade portuária situada na parte oriental da Cilícia, que ocupava ambas as margens da foz do pequeno rio Pinaro.

Localização[editar | editar código-fonte]

A localização exata da cidade é incerta, embora se saiba que se situava a norte de Alexandreta (atual İskenderun), na planície da costa mediterrânica mais oriental do que é hoje a Turquia, atualmente conhecida como planície de Isso. A região de Isso sempre foi de grande importância estratégica, pois a planície, com 260 km² de área, é uma faixa com 29 km de comprimento e largura máxima de 24,5 km, que é cortada a meio longitudinalmente pela crista rochosa de Haydar Dağı–Erzin, encravada entre o Mediterrâneo, a oeste, e a barreira natural dificilmente transponível formada pela cordilheira dos Montes Nur (conhecidos na Antiguidade como Amanus ou "Portões de Ferro"), que se se erguem a leste. Devido a isso, a área era por vezes designada como "Portas da Síria", por ser praticamente a única rota terrestre entre a Anatólia e o Ocidente com a Síria e o Oriente. Em termos administrativos, a região situa-se na parte noroeste da província turca do Hatay, algumas dezenas de quilómetros a oeste da fronteira com a Síria.[1]

Os historiadores dividem-se há várias décadas sobre a identificação atual do rio Pinaro. Os dois locais mais aceites são o rio Payas (Payas Çayı), o que colocaria a cidade no que é hoje Yakacık,[2] e o Deli Çay, situado alguns quilómetros a norte. Esta última hipótese é apaoiada pela equipa turco-britânica envolvida no levantamento arqueológico da planície de Isso, que situa a antiga cidade em Kinet Höyük, junto à aldeia de Yeṣilköy, muito perto de Dörtyol, cerca de 40 km a norte de İskenderun.[3] Hansgerd Hellenkemper[4] também tinha apoiad essa hipótese em 1984. O sítio arqueológico de Kinet Höyük foi escavado entre 1992 e 2012 por uma equipa da Universidade Bilkent de Ancara.[1] Uma terceira hipótese, com muito poucos apoiantes é o Kuru Çay ("rio seco"), cuja foz se situa dois quilómetros a sul do Deli Çay.[carece de fontes?]

História[editar | editar código-fonte]

A cidade, descrita no início do século IV a.C. por Xenofonte como "grande e próspera",[1] é célebre principalmente por ter sido palco de três batalhas decisivas na Antiguidade e uma na Idade Média, todas chamadas "batalha de Isso":

No passado considerava-se que Isso teria sido uma sé episcopal, mas não há evidências disso ter acontecido. A cidade não é mencionada no Notitiae Episcopatuum do Patriarcado de Antioquia, ao qual pertencia a província romana da Cilícia. Isso é uma sé titular da Igreja Católica.[5]

Referências

  1. a b c Akpınar 2004.
  2. Engels 1980, pp. 131-134.
  3. Tobin 2004.
  4. Hellenkemper 1984, pp. 43–50
  5. a b c d e Vailhé, Siméon (1910). «Issus». www.newadvent.org (em inglês). Nova Iorque: Robert Appleton Company, New Advent Catholic Encyclopedia. Consultado em 8 de julho de 2015 
  6. Kaegi 2003, pp. 115–116.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]