Itsuo Nakashima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Itsuo Nakashima
Nacionalidade japonesa
Ocupação ilustrador, animador e roteirista
Principais trabalhos A Princesa e o Robô
Filiação Ypê Nakashima (pai) e Emiko Nakashima (mãe)

Itsuo Nakashima é um ilustrador, animador e roteirista japonês naturalizado brasileiro, é filho do também animador, Ypê Nakashima, criador do longa-metragem de animação Piconzé.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Itsuo é o terceiro filho de Ypê Nakashima e Emiko Nakashima, contudo, seus dois irmãos morreram, nascido no Japão, em 1956, se muda com os pais para o Brasil, em São Paulo, seu pai produziu artigos, tiras e charges para publicações da colônia japonesa,[1] até fundar o estúdio de animação Telstar, tendo como sócio João Luis de Carvalho Araújo, em 1973, após seis anos de produção, o Telstar lança o longa animado Piconzé, terceiro longa-metragem de animação e segundo colorido do país.[2] Ypê viria a falecer dois anos depois, vítima de uma hemorragia interna. Em 1979, Itsou trabalhou como assistente de animação do curta-metragem O Natal da Turma da Mônica, Em 1982, Itsuo atou como animador e roteirista do filme da As Aventuras da Turma da Mônica, do estúdio Black & White & Color de Maurício de Sousa, no ano seguinte, animou e co-roteirizou o filme A Princesa e o Robô, em parceria com José Márcio Nicolosi.[3] Na década de 1990, produziu filmes publicitários da Turma da Mônica, além de elaborar e dirigir o projeto VideoGibi. Na década de 2000, atuou como ilustrador de livros didáticos, em 2009, produziu um documentário sobre o pai, co-produzido com Helio Ishii e exibido junto com Piconzé em exposições na Fundação Japão[4] e no festival Anima Mundi.[5] atualmente produz storyboard para uma série da Turma do Penadinho.[6]

Em 2016, em parceria com o estúdio Ideograph, iniciou a produção de "Os Irmãos Amazonas", projeto inacabado de Ypê.[7]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Os Trapalhões no Reino da Fantasia (animador)

Referências

  1. «Quem foi Ypê». Núcleo Virgulino 
  2. Giannalberto Bendazzi (1978). Topolino e poi: cinema d'animazione dal 1888 ai giorni nostri. [S.l.]: Il formichiere 
  3. «As Aventuras da Turma da Mônica». Cinemateca Brasileira 
  4. Antonio Gonçalves Filho (02/06/2009). Um tributo ao pioneiro do desenho. O Estado de São Paulo
  5. Bruna Cataldi (12 de julho de 2012). «As Cores de Nakashima». Anima Mundi 
  6. «Itsuo Nakashima» (PDF). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. 29 de Outubro de 2011 
  7. [http://www.filmeb.com.br/sites/default/files/revista/revista/revista_setembro_2016_web.pdf O que vem por aí">

Ligações externas[editar | editar código-fonte]