Ivan VI da Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Setembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ivan VI
Imperador e Autocrata de Todas as Rússias
Imperador da Rússia
Reinado 28 de outubro de 1740
a 6 de dezembro de 1741
Coroação 28 de outubro de 1740
Predecessora Ana
Sucessora Isabel
Regente Ana Leopoldovna da Rússia
 
Casa Brunsvique-Bevern
Nome completo
Ivan Antonovich
Nascimento 23 de agosto de 1740
São Petersburgo, Rússia
Morte 16 de julho de 1764 (23 anos)
Shlisselburg, Rússia
Pai Antônio Ulrico de Brunsvique-Volfembutel
Mãe Ana Leopoldovna da Rússia

Ivan VI (São Petersburgo, 23 de agosto de 1740 – Shlisselburg, 16 de julho de 1764) foi o Imperador da Rússia de 1740 até ser deposto em 1741 por sua prima distante Isabel em um golpe de estado. Era filho grã-duquesa Ana Leopoldovna da Rússia e seu marido o duque Antônio Ulrico de Brunsvique-Volfembutel. Depois de ser deposto, Ivan viveu o resto da sua vida em cativeiro junto com a família até ser morto por seus próprios guardas após de alguns oficiais militares terem tentado libertá-lo.

Czar da Rússia[editar | editar código-fonte]

A sua tia-avó Imperatriz Ana adotou-o às oito semanas de vida e declarou-o seu sucessor em 5 de Outubro de 1740. Com a morte de Ana (17 de Outubro no calendário juliano/28 de Outubro no calendário gregoriano, de 1740) Ivan foi proclamado Imperador, e no dia seguinte Ernst Johann von Biron, duque da Curlândia, tornou-se regente. Com a queda de Biron (8 Novembro), a regência passou para a sua mãe, embora tenha sido o vice-chanceler Andrei Osterman que conduzia a governação.

Prisioneiro[editar | editar código-fonte]

Treze meses depois um golpe de estado colocava a Tsarevna Isabel no trono (6 de Dezembro de 1741), e Ivan e a sua família foram aprisionados na fortaleza de Dunamunde (13 de Dezembro de 1742) .

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 1762 subiu ao trono a Imperatriz Catarina II e foram dadas ordens rigorosas ao oficial responsável pela sua detenção: Perante qualquer tentativa de fuga, o preso Ivan deveria ser fuzilado. Em nenhuma circunstância poderia ser entregue vivo nas mãos de alguém. Mas a esta altura vinte anos de prisão haviam afectado o seu equilíbrio mental, e apesar do mistério que o rodeava, estava consciente da sua origem imperial, e sempre se chamava Gosudar (o soberano). Apesar de terem sido dadas ordens para mantê-lo ignorante, permitiam-lhe ler as suas cartas e a sua Bíblia. Do mesmo modo a sua residência em Schlüsselburg não poderia permanecer oculta para sempre, e a sua descoberta seria a causa da sua ruína. Um sub-tenente, Vasily Mirovich, averiguou sobre si, e idealizou um plano para o libertar e proclamar Imperador. À meia-noite de 5 de Julho de 1764, Mirovich persuadiu um sector da guarnição, deteve o comandante, Berednikov, e exigiu a entrega de Ivan. Os seus carcereiros finalmente assassinaram-no.


Ivan VI da Rússia
Casa de Brunsvique-Bevern
Ramo da Casa de Brunsvique-Luneburgo
23 de agosto de 1740 – 16 de julho de 1764
Precedido por
Ana
CoA of Russian Empire (1730).png
Imperador da Rússia
28 de outubro de 1740 – 6 de dezembro de 1741
Sucedido por
Isabel


Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.