Ives Gandra Martins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Ives Gandra Martins Filho.

{{Info/Biografia

|nome                  = Ives Gandra Martins
|nome_completo         = Ives Gandra da Silva Martins 
|pseudônimo            = 
|imagem                = 
|imagem_tamanho        =  
|imagem_legenda        = 
|nascimento_data       = 12 de fevereiro de 1935 (83 anos)
|nascimento_local      = São Paulo, SP
|morte_data            = 
|morte_local           = 
|residência            = 
|nacionalidade         = brasileiro
|bgcolour              = 
|ocupação              = Advogado, professor universitário
|nome_mãe              = 
|nome_pai              = 
|parentesco            = 
|cônjuge               = 
|filhos                = 
|influências           = Josemaria Escrivá 
Clóvis Beviláqua
Miguel Reale
Arnold J. Toynbee
Alcides Jorge Costa[1]
Olavo de Carvalho[2] |influenciados = |prémios = |religião = Catolicismo |alma_mater = [[Universidade de São Paulo]Universidade Nacional de Assunção |principais_trabalhos = |website =

}} Ives Gandra da Silva Martins GOIH (São Paulo, 12 de fevereiro de 1935) é um jurista, advogado, professor e escritor brasileiro. É professor emérito da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie e membro da Academia Brasileira de Filosofia.

É pai do ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Ives Gandra da Silva Martins Filho, bem como irmão do pianista e maestro João Carlos Martins e do pianista e professor José Eduardo Martins.[3]

Jurista de orientação conservadora, é membro da prelazia católica Opus Dei.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Trajetória acadêmica[editar | editar código-fonte]

Formou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 1959. Na mesma instituição, cursou especialização em Direito Tributário, em 1970, e em Ciência das Finanças, em 1971. Tornou-se Doutor em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 1982.[4]

Foi professor catedrático de Direito Econômico e Direito Constitucional na Universidade Presbiteriana Mackenzie de 1980 a 1992, tendo recebido o título de professor emérito dessa universidade em 1990.[4]

Foi presidente e professor do Centro de Extensão Universitária[4] e recebeu o título de doutor honoris causa pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR).[5]

Advocacia[editar | editar código-fonte]

Foi conselheiro da seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de 1979 a 1984 e de 1987 a 1988, além de membro da Ordem dos Advogados Portugueses (OAP) de 1989 a 2005.[4]

É sócio benemérito, conselheiro nato e foi presidente (1985-1986) do Instituto dos Advogados de São Paulo. É membro do Instituto dos Advogados Brasileiros.[4]

Outras associações[editar | editar código-fonte]

É membro da Academia Paulista de Letras (APL) desde maio de 1992, tendo-a presidido de 1994 a 1996.[4]

É conselheiro vitalício do São Paulo Futebol Clube, tendo sido presidente do Conselho Consultivo desse clube. De 1962 a 1964, presidiu o diretório metropolitano do Partido Libertador em São Paulo.[6] É também membro da Academia Brasileira de Filosofia, ocupando a cadeira de número 30.[7]

Conservador e católico, foi um dos primeiros brasileiros a ingressar no Opus Dei. É seu principal supernumerário no Brasil e considerado seu porta-voz mais influente na política nacional.[8][9][10][11][12]

A 18 de julho de 2016, foi feito Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, de Portugal, por ocasião da visita do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa ao Brasil.[13]

É membro do Conselho Editorial do Centro Interdisciplinar de Ética e Economia Personalista, um think tank neoliberal que faz parte da rede Atlas Network, uma organização sem fins lucrativos norte-americana libertarianista.[14]

Na mídia[editar | editar código-fonte]

Foi biografado em um documentário em 2005 por José Sales Neto, dirigido pelo advogado Luís Carlos Gomes e com as participações especiais da escritora Lygia Fagundes Telles e do poeta Paulo Bomfim, bem como do maestro e seu irmão João Carlos Martins.[15]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «"Opus Dei foi maior influência depois de meu pai"». Consultor Jurídico. 1 de novembro de 2012. Consultado em 12 de novembro de 2016. 
  2. «Mensagem Dr. Ives Gandra Martins para o professor Olavo De Carvalho ? 08/04/2014». Gandramartins.adv.br. Consultado em 25 de dezembro de 2017. 
  3. MENDES, Michelle. «Maestro fala de amor e superação». O Vale. Consultado em 23 de janeiro de 2017. 
  4. a b c d e f Ives Gandra, Palestrantes.org, consultado em 24 de abril de 2017. 
  5. PUCPR concede o título Doutor Honoris Causa ao jurista Ives Gandra, PUCPR, 15 de setembro de 2011, consultado em 27 de junho de 2013. 
  6. «A ilusão do horário eleitoral» (PDF), Conselhos .
  7. «Atuais». Academia brasileira de Filosofia. Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  8. Matsuura, Lilian; Chaer, Márcio (4 de agosto de 2007), Perfil: Ives Gandra da Silva Martins, advogado, Conjur, consultado em 29 de abril de 2010. .
  9. «Porque PT e movimentos progoverno não podem protestar na Paulista em 13 de março», Globo, Época, março de 2016 .
  10. Martins, Ives Gandra (2 de outubro de 1998), «Os 70 anos do Opus Dei», Pensadores brasileiros, Comcast, consultado em 29 de abril de 2010. .
  11. Martins, Ives Gandra (1992), «Opus Dei», Reflexões sobre uma beatificação, Webcindário, consultado em 29 de abril de 2010. .
  12. «Opus Dei: o exército do papa», Super (258), novembro 2008, consultado em 29 de abril de 2010. .
  13. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Ives Gandra Martins". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 15 de março de 2017. 
  14. «Centro Interdisciplinar de Etica e Economia Personalista». thinktanknetworkresearch.net 
  15. Ives Gandra, Vida & Obra (NTSC) (DVD 45 minutos), Totem Brasil .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um advogado(a) ou jurista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.