Jácome Dias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Rafael Jácome Dias de Sousa foi um sacerdote católico português do séc. XVI. Paroquiou Monte de Fralães de 1561 a 1586, pelo menos. Homem integrado no espírito da Contra-Reforma, trouxe «à povoação» (entenda-se, para o centro da freguesia) a velhíssima igreja paroquial que ainda ocupava o cimo do monte d'Assaia, empenhando na obra parte dos seus certamente magros cabedais. Deve então ter tido a colaboração do seu amigo e senhor de Fralães, Belchior Correia de Lacerda. Esta velhíssima igreja foi demolida alguns anos depois de instalada a República.

O que mais singulariza o Pe. Jácome Dias é o facto de ter lançado no livro dos Registos Paroquiais, que iniciou, desenvolvida notícia, «para lembrança dos que vierem depois», do estado em que encontrou a paróquia e da obra de recuperação que nela realizou. Esta notícia mereceu já publicação na revista «Armas e Troféus».

A respeito de Belchior Correia de Lacerda, deixou o Pe. Jácome Dias este original registo de óbito:

Quarta-feira, dia de S. Bartolomeu, que foi aos 24 de Agosto de 1569, se faleceu o senhor Belchior Correia de Lacerda. Não fez manda. Levaram o seu corpo a Vilar de Frades. Foi acompanhado de muita gente, e por ser no tempo de Verão, fedia muito, que não podiam suportar o grande fedor. Deus lhe perdoe, que era muito meu amigo e me apresentou nesta sua igreja.
Sua mulher, D. Isabel de Pina, se foi para o seu morgado da Guarda e se faleceu na era de 1576, a quem Deus, Nosso Senhor, tenha em seu reino. Amen.