Jacaraci

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Jacaraci
Vista da cidade de Jacaraci.JPG

Bandeira de Jacaraci
Brasão de Jacaraci
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 7 de junho
Fundação 7 de junho de 1880
Gentílico jacaracienses
Prefeito(a) Antônio Carlos Abreu
Localização
Localização de Jacaraci
Localização de Jacaraci na Bahia
Jacaraci está localizado em: Brasil
Jacaraci
Localização de Jacaraci no Brasil
14° 51' 00" S 42° 25' 58" O14° 51' 00" S 42° 25' 58" O
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Guanambi IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Urandi, Licínio de Almeida, Caculé, Guajeru, Condeúba, Mortugaba, Espinosa (Minas Gerais)
Distância até a capital 719 km
Características geográficas
Área 1 241,918 km² [2]
População 13 656 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 11 hab./km²
Altitude 900 m
Clima subúmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,593 baixo PNUD/2010 [4]
PIB R$ 41 634,392 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 840,77 IBGE/2008[5]
Página oficial

Jacaraci é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2006 era de 13.214 habitantes. IBGE

História[editar | editar código-fonte]

A sua origem remonta ao povoado denominado Almas, pertencente ao município de Vila Nova do Príncipe e Santana de Caetité, onde, nos princípios do século XIX foi erguida uma capela que ficou como filial da freguesia de Nossa Senhora do Rosário do Gentio.

Foi criado o distrito em 1857 pela Lei provincial número 657, de 16 de dezembro, e o município com a denominação de Boa Viagem e Almas; e território desmembrado do de Caetité em 1880, pela Lei provincial número 1.958, de 7 de junho, ocorrendo sua instalação em 25 de abril de 1885.

Em 19 de agosto de 1902 a Lei Estadual número 464 deu ao município sua atual denominação de Jacaraci.

Características[editar | editar código-fonte]

Distante de Salvador 719 km, possui uma área total de 1.190 km². Sua economia está centrada na produção agropecuária.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Municípios limítrofes[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Atrações turísticas[editar | editar código-fonte]

  • Gruta do Morro do Chapéu - A leste da cidade, com um percurso subterrâneo de aproximadamente 100 metros, finalizando em um espaçoso vão, onde se encontra uma fonte natural de água cristalina e perene.
  • Boca do Impossível - Garganta formada pelo rio Verde Pequeno que desliza num corte natural e profundo, na Serra Geral, cujas paredes medem aproximadamente 30 metros de altura, 40 metros de comprimento e 3 metros de largura.
  • Pedra Furada - Rio onde há uma pedra deformada pela correnteza.[carece de fontes?]

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]