Jacaraci

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jacaraci
  Município do Brasil  
Vista da cidade de Jacaraci.JPG
Símbolos
Bandeira de Jacaraci
Bandeira
Brasão de armas de Jacaraci
Brasão de armas
Hino
Lema Sursum corda
"Erguei os corações"
Gentílico jacaracienses
Localização
Localização de Jacaraci na Bahia
Localização de Jacaraci na Bahia
Jacaraci está localizado em: Brasil
Jacaraci
Localização de Jacaraci no Brasil
Mapa de Jacaraci
Coordenadas 14° 51' S 42° 25' 58" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Urandi, Licínio de Almeida, Caculé, Guajeru, Condeúba, Mortugaba, Espinosa (Minas Gerais)
Distância até a capital 719 km
História
Fundação 7 de junho de 1880
Aniversário 7 de junho
Administração
Prefeito(a) Antonio Carlos Freire de Abreu (PSD, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 1 241,918 km²
População total (IBGE/2010[2]) 13 656 hab.
Densidade 11 hab./km²
Clima subúmido
Altitude 900 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,593 baixo
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 41 634,392 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 2 840,77

Jacaraci é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2006 era de 13.214 habitantes. IBGE

História[editar | editar código-fonte]

A sua origem remonta ao povoado denominado Almas, pertencente ao município de Vila Nova do Príncipe e Santana de Caetité, onde, nos princípios do século XIX foi erguida uma capela que ficou como filial da freguesia de Nossa Senhora do Rosário do Gentio.

Foi criado o distrito em 1857 pela Lei provincial número 657, de 16 de dezembro, e o município com a denominação de Boa Viagem e Almas; e território desmembrado do de Caetité em 1880, pela Lei provincial número 1.958, de 7 de junho, ocorrendo sua instalação em 25 de abril de 1885.

Em 19 de agosto de 1902 a Lei Estadual número 464 deu ao município sua atual denominação de Jacaraci.

Características[editar | editar código-fonte]

Distante de Salvador 719 km, possui uma área total de 1.190 km². Sua economia está centrada na produção agropecuária.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Municípios limítrofes[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Rio do Banho
  • Rio Gavião
  • Rio do Peixe
  • Rio do Paiol
  • Rio Verde Pequeno

Atrações turísticas[editar | editar código-fonte]

  • Gruta do Morro do Chapéu - A leste da cidade, com um percurso subterrâneo de aproximadamente 100 metros, finalizando em um espaçoso vão, onde se encontra uma fonte natural de água cristalina e perene.
  • Boca do Impossível - Garganta formada pelo rio Verde Pequeno que desliza num corte natural e profundo, na Serra Geral, cujas paredes medem aproximadamente 30 metros de altura, 40 metros de comprimento e 3 metros de largura.
  • Pedra Furada - Rio onde há uma pedra deformada pela correnteza.[carece de fontes?]
  • Prainha - Trecho turístico do Rio Gavião próximo ao Morro do Chapéu.


Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]