Jacarezinho (bairro do Rio de Janeiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Jacarezinho, veja Jacarezinho (desambiguação).
Jacarezinho
  Bairro do Brasil  
Estação Jacarezinho
Estação Jacarezinho
Localização
Jacarezinho locator map.svg
Distrito Grande Méier[1]
Município Rio de Janeiro
História
Criado em 29 de julho de 1992
Características geográficas
Área total 94,39 ha (em 2003)
População total 37 839 (em 2 010)[2] hab.
 • IDH 0,731 (em 2000)[3]
Outras informações
Domicílios 11 881 (em 2010)
Limites Maria da Graça, Cachambi,
Sampaio, Jacaré e Manguinhos
Subprefeitura Grande Méier[1]
Fonte: Não disponível


O Jacarezinho é um bairro da Zona Norte do município do Rio de Janeiro, no Brasil. Neste bairro, também localiza-se a favela do Jacarezinho, uma das maiores e mais violentas da cidade. É um bairro com altos índices de violência, principalmente relacionada ao consumo de entorpecentes e ao tráfico de drogas.[4][5]

Seu índice de desenvolvimento humano, no ano 2000, era de 0,731, o 121º colocado entre 126 regiões analisadas no município do Rio de Janeiro.[3]

No bairro do Jacarezinho, localiza-se o Buraco do Lacerda, uma passagem sob os trilhos dos trens da SuperVia, que liga a Rua Bráulio Cordeiro, que fica no bairro do Jacaré, até a Avenida Dom Hélder Câmara (antiga Avenida Suburbana), em Benfica, passando pela Rua Viúva Cláudio.

O Jacarezinho também é servido por uma estação do ramal ferroviário de Belford Roxo.[6]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Imagens da favela do Jacarezinho, Repórter Esso, 1965

A comunidade foi batizada com a versão diminutiva do nome do rio que nasce no Maciço da Tijuca e que atravessa os bairros do Jacaré, Lins de Vasconcelos, Engenho Novo e Triagem. Nos anos 1940, o Rio Jacaré foi aterrado e canalizado para a construção da Avenida Brasil. Ele desemboca na Baía de Guanabara pelo Canal do Cunha.

Características[editar | editar código-fonte]

Um dos acessos à Favela do Jacarezinho
Vista do bairro

Tem população estimada em mais de 36 000 habitantes, segundo dados de 2004 da prefeitura.

É servida por uma estação ferroviária da Supervia e, nas suas imediações, passam importantes eixos viários da cidade, especialmente a Avenida Dom Hélder Câmara. É de caráter plano e integra ruas, avenidas e uma estação ferroviária de igual nome. Comunica-se com outra favela próxima, a de Manguinhos.

Na comunidade, se encontra a escola de samba Unidos do Jacarezinho, que já integrou o grupo principal do carnaval da cidade.

Transportes[editar | editar código-fonte]

No bairro localiza-se junto à Linha Belford Roxo da SuperVia, sendo servido pela Estação Jacarezinho, que faz a ligação da Zona Central do Rio de Janeiro com a Baixada Fluminense.

Crime[editar | editar código-fonte]

Implantação da unidade de polícia pacificadora[editar | editar código-fonte]

Por volta das 6:30 de domingo (14 de Outubro de 2012), mais de dois mil homens das forças policiais e do Exército Brasileiro participaram de operação na favela do Jacarezinho. A ação teve o apoio de 24 veículos blindados, sendo 13 da Marinha do Brasil e 11 da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, além de sete aeronaves da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar e da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado, este é o primeiro passo para a implantação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) no Jacarezinho. A preparação para o início do processo de pacificação começou na sexta-feira (12), quando policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Batalhão de Choque (BPChq), e do 22º Batalhão da Polícia Militar (BPM) (Maré) e 3º BPM (Méier) reforçaram a segurança no entorno, realizando blitzes em vias estratégicas, como a Avenida Brasil, e revistando as pessoas que entravam e saíam das comunidades. Em 16 de Janeiro de 2013, a comunidade passou a ser atendida pela 30° UPP. Mesmo a comunidade tendo upp continua tendo confrontos frequentes, e ainda há tráfico na parte baixa da comunidade, enquanto os policiais só ficam na parte alta.

Operação Exceptis[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Chacina do Jacarezinho

No dia 05 de maio de 2021 foi deflagrada a Operação Exceptis pela Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), em conjunto com outras delegacias da Polícia Civil do Rio, com o objetivo de prender acusados de aliciar crianças e adolescentes para o tráfico de drogas na comunidade. A Polícia Civil informou que investigava esses crimes havia meses e, a partir da quebra de sigilo telemático de envolvidos, identificou 21 suspeitos. Pediu então a prisão deles, que foi decretada pela Justiça.[7]

A operação provocou um intenso tiroteio no início da manhã e deixou 25 pessoas mortas (24 traficantes e 1 policial). Segundo o Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos (Geni) da Universidade Federal Fluminense e a plataforma Fogo Cruzado, trata-se da operação policial mais letal da história do Rio.[8]

Personalidades[editar | editar código-fonte]

Nasceram na comunidade do Jacarezinho: o ex-jogador de futebol e atual senador Romário, o funkeiro MC Vitinho, o compositor Barbeirinho, MC Serginho e a deputada Flordelis.

Referências

  1. «Subprefeitura da Zona Norte - Conheça a Subprefeitura». www.rio.rj.gov.br. 28 de julho de 2009. Consultado em 19 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 3 de março de 2016 
  2. «Dados». portalgeo.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de abril de 2012. Arquivado do original em 2 de setembro de 2013 
  3. a b «Tabela 1172 - Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH), por ordem de IDH, segundo os bairros ou grupo de bairros - 2000». Consultado em 13 de abril de 2012 [ligação inativa] 
  4. «Operação do BOPE na Favela do Jacarezinho (RJ) deixa cinco mortos». G1. Jornal Hoje. 1 de março de 2011. Consultado em 19 de setembro de 2021 
  5. «Homem é morto por bala perdida no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio». Extra Online. Consultado em 19 de setembro de 2021 
  6. «Mapa de linhas». SuperVia. Consultado em 19 de setembro de 2021 
  7. «Entenda como foi a operação que resultou em 25 mortes no Rio». Terra. 6 de maio de 2021. Consultado em 6 de maio de 2021 
  8. «Operação no Jacarezinho deixa 25 mortos, provoca intenso tiroteio e tem fuga de bandidos». G1. Consultado em 6 de maio de 2021 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jacarezinho (bairro do Rio de Janeiro)
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.