Jacob van Campen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jacob van Campen
Jacob van Campen em seu livro Imagens da Câmara Municipal de Amsterdam em 30 gravuras, 1665.
Nome completo Jacob van Campen
Nascimento 2 de fevereiro de 1596
Haarlem, Holanda, República dos Países Baixos
Morte 13 de setembro de 1657
Amersfoort, Utrecht, República dos Países Baixos
Obras notáveis Mauritshuis,
Palácio de Huis Ten Bosch,
Palácio Real de Amsterdã

Jacob van Campen (2 de fevereiro de 1596 — 13 de setembro de 1657) foi um artista e arquiteto neerlandês do Século de Ouro.[1][2]

Vida[editar | editar código-fonte]

Nasceu em uma família rica em Haarlem, e passou sua juventude em sua cidade natal. Sendo de origem nobre e com o tempo em suas mãos, começou a pintar principalmente como um passatempo. Em 1614, tornou-se membro da Guilda de São Lucas (em Haarlem os arquitetos e pintores estavam ambos na mesma guilda, e muitos eram ambos, como Pieter Saenredam e Salomon de Bray), e estudou pintura com Frans de Grebber - uma série de pinturas a óleos de Van Campen sobreviveram. Por volta de 1616-1624 acredita-se que tenha passado a viver na Itália. Em seu retorno à Holanda, Van Campen virou-se para a arquitetura, a aplicação de ideias emprestadas de Andrea Palladio, Vincenzo Scamozzi e influências clássicas de Vitrúvio. Foi o principal responsável pela introdução do estilo do neoclassicismo na arquitetura barroca holandesa, combinando o, estilo nativo de tijolos holandês com os princípios de Vitrúvio que tinha aprendido a produzir o "Classicismo holandês", um estilo influente internacionalmente.[1]

Referências

  1. a b Lee Palmer, Allison (2008). Historical Dictionary of Architecture (em inglês). [S.l.]: Scarecrow Press. p. 63. ISBN 0810862832 
  2. Prak, Maarten (2005). The Dutch Republic in the Seventeenth Century: The Golden Age (em inglês) ilustrada ed. Cambridge, Inglaterra: Cambridge University Press. p. 301. ISBN 0521843529 

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • Huisken, Jacobine, Koen Ottenheym e Schwartz, Gary. Jacob van Campen. Het klassieke ideaal in de Gouden Eeuw. Amsterdam, 1995.
  • Mak, G. Het stadspaleis. De geschiedenis van het paleis op de Dam. Amsterdam, 1997.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jacob van Campen