Jacques de Baroncelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Jacques de Baroncelli (Bouillargues, Gard, 25 de junho de 1881Paris, 12 de janeiro de 1951 (69 anos)) foi um diretor de cinema francês,[1][2] mais conhecido por seus filmes mudos de 1915 ao final dos anos 1930. Ele dirigiu mais de 80 filmes entre 1915 e 1948; e em 1940, lançou vários filmes nos Estados Unidos e Itália. Ele nasceu Marie Joseph Henri Jacques de Baroncelli de Javon.

Filmografia selecionada[editar | editar código-fonte]

  • 1915: Un signal dans la nuit
  • 1915: Trois filles en portefeuille
  • 1915: Lequel?
  • 1915: Le drame du château de Saint-Privat
  • 1946: La rose de la mer
  • 1946: Solange ich lebe (Tant que je vivrai)
  • 1948: La revanche de Baccarat
  • 1948: Rocambole

Referências

  1. «Jacques de Baroncelli». cinema.encyclopedie.personnalites.bifi.fr. Consultado em 1 de outubro de 2014. 
  2. «Jacques de Baroncelli». uniFrance.org. Consultado em 1 de outubro de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.