Jadav Payeng

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jadav Payeng
Jadav Payeng em 2012
Outros nomes Molai
Nascimento Jadav Payeng
1963
Assam, Índia
Cônjuge Binita Payeng
Filho(s) 3
Ocupação Silvicultor
Prêmios Padma Shri (2015)
Página oficial
www.jadavpayeng.org

Padma Shri Jadav "Molai" Payeng (em assamês: যাদৱ পায়েং) (born 1963) é um ativista ambiental da tribo Mishing[1] [2] e trabalhador florestal de Jorhat, na Índia.[3][4] Durante o curso de algumas décadas, ele plantou e cuidou de árvores em um terreno arenoso do rio Brahmaputra transformando a área em uma reserva florestal. A floresta foi batizada Floresta Molai, em homenagem a ele,[5] e está localizada perto de Kokilamukh de Jorhat, Assam, Índia e engloba uma área de cerca de 1,360 acres / 550 hectares.[6] Em 2015, ele foi premiado com o  Padma Shri, o quarto prêmio mais alto para civis na índia.[7]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1979, Payeng, com 16 anos na época, encontrou um grande número de cobras que haviam morrido devido ao excessivo calor, após inundações as terem levados a um terreno arenoso e sem árvores. Por essa razão, ele plantou cerca de 20 mudas de bambu no local.[8] Ele começou a trabalhar na floresta em 1979 quando a divisão florestal do distrito de Golaghat lançou um esquema de plantação de 200 hectares em Aruna Chapori situada em uma distância de 5 km de Kokilamukh no distrito de Jorhat. Molai foi um dos trabalhadores que atuou no projeto, que foi completado após cinco anos. Ele escolheu permanecer no local após o término do projeto, mesmo depois que os outros trabalhadores foram embora. Ele não somente cuidou das plantas, mas continuou a plantar mais árvores por conta própria, em um esforço para transformar a área em uma floresta.

A floresta, que veio a se tornar conhecida como Floresta Molai, agora abriga tigres de bengala, rinocerontes indianos, e cerca de 100 veados e coelhos. A floresta abriga também macacos e uma grande variedade de pássaros, incluindo um grande número de urubus. Há milhares de árvores, incluindo valcol, arjun (Terminalia arjuna), ejar (Lagerstroemia speciosa), flamboiã (Delonix regia), koroi (Albizia procera), moj (Archidendron bigeminum) e himolu (Bombax ceiba). Bambus cobrem uma área de cerca de 300 hectares.[9]

Uma manada de cerca de 100 elefantes visita regularmente a floresta todos os anos e geralmente fica por cerca de seis meses. Eles deram à luz a cerca de 10 filhotes na floresta em anos recentes.

Seus esforços se tornaram conhecidos pelas autoridades em  2008, quando oficiais do departamento florestal foram para a área em busca de uma manada de 115 elefantes que havia ido para a floresta após ter danificado propriedade privada no vilarejo de Aruna Chapori, que fica a cerca de 1.5 km da floresta. Os oficiais ficaram surpresos de ver uma floresta tão larga e densa e desde então o departamento tem regularmente visitado o local.

Alguns anos atrás, caçadores tentaram matar os rinocerontes que estavam na floresta, mas falharam em sua tentativa após Molai alertar os oficiais do departamento. Os oficiais prontamente confiscaram diversos artigos dos caçadores para pegar os animais.

Molai está pronto para manejar a floresta de modo melhor e ir a outras partes do estado para começar uma aventura similar. Seu objetivo agora é espalhar sua floresta por outra barra do Brahmaputra .[10][11]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Jadav Payeng pertence a um povo chamada "Mishing" em Assam, India. Ele vive em uma pequena casa na floresta. Binita, sua esposa, e seus 3 filhos (dois meninos e uma menina) o acompanham. Ele possui gado e búfalos em sua fazenda e vende leite para se sustentar, o que é sua única fonte de renda. Em uma entrevista recente, ele revelou que ele perdeu cerca de 100 vacas e búfalos para tigres na floresta, mas ele culpa pessoas que invadem e destroem florestas em larga escala, como a principal causa dos ataques de animais selvagens.

Honras[editar | editar código-fonte]

Jadav Payeng foi homenageado pela Escola de Ciências Ambientais da  Jawaharlal Nehru University[12] em 22 de abril de 2012 por sua impressionante conquista. Ele compartilhou essa experiência de criar uma floresta em uma sessão interativa, onde o ganhador do Prêmio Magsaysay, Rajendra Singh, e o vice-chanceler da JNU, Sudhir Kumar, Sopory estiveram presentes. Sopory nomeou Jadav Payeng "Homem da Floresta da índia".[13][14] No mês de outubro de 2013, ele foi honrado pelo Indian Institute of Forest Management durante o seu evento anual Coalescence. Em 2015, ele foi honrado com o Padma Shri, a quarta maior honraria civil na índia.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

An illustration of Jadav 'Molai' Payeng, from the children's book 'Jadav and the Tree-Place'
Uma ilustração de Jadav Payeng, do livro infantil biográfico Jadav and the Tree-Place[15] por Vinayak Varma

A floresta Molai e Payeng foram assunto de um grande número de documentários em anos recentes. Um filme feito localmente, produzido por Jitu Kalita em 2012 The Molai Forest,[16] foi exibido na Jawaharlal Nehru University. Jitu Kalita, que vive perto da casa de Payeng, também foi premiado e reconhecido pela boa reportagem mostrando a vida de Payeng em seu documentário. A floresta Molai também foi mostrada em um documentário de 2013, Foresting life,[17] dirigido pelo documentarista indiano Aarti Shrivastava,[18] e no filme de William Douglas McMaster Forest Man.[19] Pessoas doaram cerca de 8327 dólares americanos na campanha do Kickstarter[20] para a pós-produção do documentário, no início de 2013, que foi mostrado no 2014 Cannes Film Festival.[21][22]

Payeng também é assunto do livro infantil Jadav and the Tree-Place, escrito e ilustrado por Vinayak Varma.[23] O livro foi publicado pela plataforma infantil StoryWeaver,[24][25] e sua produção foi financiada por uma coação da Oracle Giving Initiative.[26][27]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «The Strange Obsession of Jadav Payeng» 
  2. «Jadav Molai Payeng – the 'Forest Man of India', Current Science, 25 February 2014» (PDF). Consultado em 21 de março de 2014 
  3. http://articles.timesofindia.indiatimes.com/2012-04-01/special-report/31269649_1_forest-wild-elephants-red-ants  Em falta ou vazio |título= (ajuda)Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  4. http://www.cbc.ca/strombo/alt-news/this-guys-a-one-man-forest-planting-machine.html  Em falta ou vazio |título= (ajuda)Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  5. «Jadav "Molai" Payeng». greenjacketmoments.com. Consultado em 3 de novembro de 2012 
  6. http://www.huffingtonpost.com/2012/04/03/indian-man-jadav-molai-pa_n_1399930.html?utm_hp_ref=fb&src=sp&comm_ref=false  Em falta ou vazio |título= (ajuda)Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  7. «Padma Bhushan for Jahnu Barua, Padma Shri for Dr LN Bora, Jadav Payeng» 
  8. «Incredible story of Persistence and Devotion: Jadav Payeng Single-handedly Converts a Sandbar into a Prosperous 1,360-acre Forest» 
  9. «Man creates forest single-handedly on Brahmaputra sand bar» 
  10. «One of the Greatest Achievements of the Human Race – Jadav Payeng». Ajith Kumar. CC. 3 de agosto de 2012. Consultado em 31 de dezembro de 2012 
  11. «Real Eco Heroes | ecotourismsocietyofnortheast» 
  12. «Green Crusader» 
  13. «30-year journey from tribal boy to Forest Man» 
  14. http://articles.timesofindia.indiatimes.com/2012-04-24/delhi/31392426_1_jadav-payeng-jnu-vice-chancellor-sudhir-kumar-sopory  Em falta ou vazio |título= (ajuda)Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  15. «'Jadav and the Tree-Place' by Vinayak Varma on StoryWeaver». storyweaver.org.in. Consultado em 14 de março de 2016 
  16. The Molai forest 2012 (em inglês) no Internet Movie Database
  17. «Foresting life». Humanity Watchdog. Consultado em 1 de abril de 2014. Arquivado do original em 23 de agosto de 2013 
  18. Foresting life 2013 (em inglês) no Internet Movie Database
  19. Forest Man 2013 (em inglês) no Internet Movie Database
  20. «Forest Man post production». Kickstarter. 14 de fevereiro de 2013. Consultado em 29 de abril de 2014 
  21. «Payeng film gets Cannes award». The Telegraph, Calcutta, India. 26 de maio de 2014. Consultado em 17 de julho de 2014 
  22. «The American Pavilion 2014 Finalists Emerging Filmmaker Showcase:». The American Pavilion. Consultado em 17 de julho de 2014 
  23. «Mixtape». Mixtape 
  24. «Download, print, read 800 children's stories for free». Deccan Herald 
  25. «StoryWeaver». storyweaver.org.in 
  26. «StoryWeaver». storyweaver.org.in 
  27. «StoryWeaver». storyweaver.org.in 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]