Jaime de Sá Meneses

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jayme de Sá Menezes
Nascimento 3 de abril de 1917
Salvador, Bahia
Morte 11 de novembro de 2001 (84 anos)
Rio de Janeiro
Ocupação Pesquisador, Médico e Ator
Especialidade Clínica Geral
Anos em atividade 1973 - 2001

Jayme de Sá Menezes[1] (Salvador, 3 de abril de 191711 de novembro de 2001) foi um médico, biógrafo, historiador e professor brasileiro. Fundou a Academia de Medicina da Bahia, foi presidente do IGHB e membro da Academia de Letras da Bahia.

Vida[editar | editar código-fonte]

Filho de Arthur de Sá Menezes e Luiza América de Sá Menezes, o menino Jayme foi batizado na Igreja Nossa Senhora dos Mares, tendo como padrinhos Francisco de Souza, professor da Escola Politécnica da Bahia, depois prefeito de Salvador, e Amália Cândida de Sá Menezes Moniz Barreto, sua tia.

Jayme de Sá Menezes é descendente direto de Diogo da Rocha de Sá, sobrinho de Mem de Sá, que foi o terceiro governador-geral do Brasil. Seu pai, Arthur de Sá Menezes - nome que Jayme daria depois ao seu filho caçula - fundaria junto com Arlindo Coelho Fragoso, Francisco da Silva e Lima, Alexandre Maia Bittencourt e outros a Escola Politécnica da Bahia, da qual recebeu o título de Professor honorário em 1938.

Jayme de Sá Menezes foi membro e presidente do IGHB; foi membro honorário do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo e correspondente dos de Santos, Minas Gerais e Sergipe; membro da Academia Pan-Americana de História da Medicina; foi presidente consultivo da Cruz Vermelha Brasileira, secção Bahia e médico do Departamento Nacional de Saúde e do Ministério da Educação e Cultura, presidente do IBHMCA, em 1956 e 1959, professor da Escola Baiana de Medicina, Secretário de Estado, Bahia, nomeado pelo governador Juracy Magalhães.

Obras[editar | editar código-fonte]

Jayme de Sá Menezes deixou numerosos artigos sobre os mais diversos temas nas páginas dos jornais baianos, além de artigos e outros trabalhos sobre medicina, história da medicina, genealogia e história.

Alguns de seus livros são:

  • Caminhada
  • Agrário de Menezes: Um Liberal no Império
  • Na Senda da História e das Letras
  • Os Irmãos Mangabeira

Família[editar | editar código-fonte]

 ;Descendentes

Casado com Luíza Sousa Martins, filha do General Aristóteles de Sousa Martins e D. Maria das Mercês Carneiro de Mendonça Lopes, aos 8 de dezembro de 1956, Jayme de Sá Menezes teve três filhos:

  • Francisco de Sá Menezes
  • Jayme de Sá Menezes Filho
  • Arthur de Sá Menezes Neto
Irmão e ascendentes
  • Irmãos
    • Oswaldo de Sá Meneses
    • Walter de Sá Meneses, artista plástico e professor de agronomia
    • Celina de Sá Meneses Bahia

Notas

  1. Pela grafia original do nome, Jayme de Sá Menezes.