Jalal Talabani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção se refere ou tem relação com alguém que morreu recentemente.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (Editado pela última vez em 4 de outubro de 2017.)
Twemoji 1f464.svg
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde janeiro de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jalal Talabani
Presidente do Iraque
Período 7 de abril de 2005
a 24 de julho de 2014
Antecessor(a) Ghazi Mashal Ajil al-Yawer
Sucessor(a) Fuad Masum
Presidente da União Patriótica do Curdistão
Período 1 de abril de 1975
a 3 de outubro de 2017
Sucessor(a) Barham Salih (interino)
Dados pessoais
Nascimento 12 de novembro de 1933
Kelkan, Iraque
Morte 4 de outubro de 2017 (83 anos)
Berlim, Alemanha
Alma mater Universidade de Bagdá
Primeira-dama Hero Ibrahim Ahmed (1970–2017)
Filhos 2
Partido União Patriótica do Curdistão (UPC)
Religião Sunismo

Jalal Talabani (em árabe: جلال طالباني‎; Kelkan, 12 de novembro de 1933Berlim, Alemanha, 3 de outubro de 2017) foi um político curdo e iraquiano, ex-presidente do Iraque, tendo sido responsável pelas funções de chefe de estado. Assumiu esse cargo após eleições vindas depois do período da ocupação americana. Foi o primeiro presidente não-árabe do Iraque, desconsiderando Abdul Kareem Qasim que possuía ascendentes curdos.[1]

É membro da Internacional Socialista.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Talabani nasceu em 1933 em Kelkan no Curdistão iraquiano. Juntou-se ao PDK (Partido Democrata Kurdo) com 14 anos e aos 18 anos foi eleito para o comité central do partido. Em 1953 ingressou na escola de direito, onde se graduou como advogado em 1959, depois de ser recrutado para o exército iraquiano onde foi comandante de uma unidade blindada.

Durante os anos 60 esteve no comando do executivo do PDK, convertendo-se numa figura cada vez influente dentro da política curda. Abandonou o PDK em 1966 para criar um partido político mais educado, democrático e menos tribal.Destas ideias nasceu o UPK (União Patriótica do Curdistão) em 1975.

Com a sua direcção, o UPK enfrentou o PDK de Massoud Barzani depois da Guerra do Golfo em 1991. Em 1992 foram convocadas eleições para o Curdistão iraquiano e a ligação UPK-PDK, formaram juntos a administração, mas tensões entre os dois partidos levaram a confrontos armados em 1994. As tensões acabaram com assinatura do tratado de paz em Washington, DC em 1998. Os dois partidos reconciliaram-se, apresentando-se como coligação nas primeiras eleições do Iraque sob ocupação em 2005 com o nome de Aliança Patriótica Democrática do Curdistão.

Na altura da invasão do Iraque em 2003, Talabani seguia na liderança do UPK e era uma figura respeitada e reconhecida internacionalmente por ser um dos principais opositores que permaneciam no Iraque durante a ditadura de Saddam Hussein. Foi designado pelos Estados Unidos com um dos membros do conselho interino e ocupou a presidência durante o mês de Novembro de 2003. Distanciou-se da independência do Curdistão, mas apoiando o federalismo iraquiano. A seguir das eleições iraquianas a 30 de Janeiro de 2005, foi nomeado presidente do Iraque pela Assembleia transitória iraquiana a 6 de Abril. Durante seu governo, trabalhou para fortalecer as instituições estatais e o governo central.

Em 2012, sofreu um derrame e então sua saúde começou a ficar debilitada. Em 3 de outubro de 2017, faleceu vítima de uma hemorragia intracerebral.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.