Jamary Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jamary Oliveira
Nascimento 21 de março de 1944 (75 anos)
Salvador
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade Federal da Bahia
Ocupação compositor

Jamary Oliveira (Saúde, 21 de março de 1944) é um músico, professor e compositor brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido no interior da Bahia, estudou viola, flauta e tuba, graduando-se em Composição (1969) pela Escola de Música da UFBA, na classe de Ernst Widmer. Participou de vários cursos de extensão com professores como Edgar Willems, Ingmar Gruemauer, Edino Krieger e Peter Maxwell Davies. Concluiu seu mestrado em composição na Universidade Brandeis (1979), e o doutorado, também em composição, na Universidade do Texas em Austin (1986).

Foi docente de Literatura e Teoria Musical e de Composição da UFBA e um dos fundadores do Grupo de Compositores da Bahia. Participou ativamente dos Festivais de Música Nova na Bahia, assim como de cursos internacionais de música.A partir de 1978 tornou-se um dos pioneiros, no Brasil, na pesquisa de softwares musicais, atividade que resultou na elaboração de programas como SONG.DATA, FRELMUS, PCN e outros.[1] Em 1991, presidiu a Associação de Pesquisa e Pós-Graduação em Música (ANPPOM) e foi representante da área de Música no CNPq. Em 1994 foi eleito membro da Academia Brasileira de Música.

Como compositor, teve suas obras editadas, executadas e gravadas no Brasil e no exterior. Diversos dos seus trabalhos teóricos foram publicados em periódicos nacionais e internacionais. Seu nome está incluído no The New Grove Dictionary of Music and Musicians, no MGG, no Dizionario Enciclopedico Universale Della Musica e dei Musicisti, no Rieman Musik Lexikon, no Diccionario de la Musica y los Musicos e em obras de referência sobre a música do Brasil e da América Latina.[2]

Atualmente, Jamary dedica-se à música eletroacústica, e ao desenvolvimento do PCN (Processador de Classe de Nota),[3] um software empregado tanto no auxílio de análises musicais como na composição.

É casado com a pianista e compositora Alda Oliveira. O casal tem 2 filhos e três netos.

Referências

  1. Jamary Oliveira, por Hugo Leonardo Ribeiro. Junho de 1999.
  2. Biografia de Jamary Oliveira Arquivado em 15 de dezembro de 2004, no Wayback Machine., no portal Movimento.com.
  3. PCN

Obra musical[editar | editar código-fonte]

  • Ponteio para Cordas (1963) - Orquestra de cordas
  • Ritual e Transe (1964) - perc: Timp.3atb.Tgl.Rec.Ag.
  • O Sertão (1964) - OS: 1111/3221/timp/cord.
  • Oito Peças para Piano (1966) - Piano
  • Nu (1966) - Côro, Narrador, Bombo
  • 4 Movimentos de Jazz (1966) - Met: 4331
  • Conjunto I (1966) - Voz, oboé, clarinete, trompa
  • Grocerto (1967) - OS: 2222/2200/cord.
  • Trio (1967) - violino, violoncelo, piano
  • Preambulu (1968) - OS: 2(1)222/3331/timp.ccl/ cord.
  • Burocracia (1968) - Piano
  • Conjunto II (1968) - Perc: GC.Pr.Tgl.Atb.Rec. Ag. Wbl.
  • Quatro Poemas Opus Nada (1968) - voz média, piano
  • Tonal-a-Tonal (1969) OS: 3(1)3(1)3(1)3(1)/ 4431/ timp.vib. xil. ccl. tgl. 3tom. rec. ag. arp. pf/ cordas
  • Sonata em Re Maior (1969) - Violino, piano
  • Conjunto III (1969) - Instrumentos Smetak
  • Conjunto IV (1969) - Côro e garrafas
  • Noneto (1969) - fl,ob,cl,fg,TPa,vI,vII,va,vc
  • Três Canções Tristes (1970) - Voz média, quarteto de cordas
  • Homólogos (1970) - Côro, percussão
  • Iterações (1970) - fl,cl,tpt,TPa,vc,cb,pf
  • Pseudópodes (1971) - OS: 3(1)3(1)3(1) 3(1)/ 4331/ 3perc/cordas
  • Sanctus (1971) 10 vozes, 10 metrônomos, côro
  • Sugestões (1971) - ob,sax,band,tu,cb,perc
  • Delta (1971) - Côro e OS: 1111/ 1000/ timp, tbl,pr/cordas
  • Congruências (1972) - Trompa, piano, amplificadores
  • Ludus (1973) - Solistas vocais: 2S,C,2T,B
  • String Quartet (1978) - 2 violinos, viola, violoncelo
  • Chamber Music (1979) - fl,cl,TPa,pf
  • Poema (1980) - Côro misto adulto: S.A.T.B.
  • Variações Variadas (1980) - Piano
  • Simetrias (1982) - clarinete e piano
  • Piano Piece (1984) - Piano
  • Festa (1984) - Fairlight Computer Music Instrument
  • Reminiscências (1985) - Violino, piano
  • Pseudópodes II (1985) - OS: 3(1)3(1) 3(1) 3/ 4431/ 2perc/cord
  • Mesmamúsica (1988) - Piano
  • IRR-3 (1991) - Voz aguda, narrador, palmas
  • IRR-3 (1991) - Vozes solo (SCTB), coro falado, palmas.
  • Estudo Polirrítmico Mixolídio (1996) - Piano
  • Estudo Ilusório (1999) - Violão
  • Três Brincadeiras (1999) - Três clarinetes em Si♭ e piano
  • Mutação I e Mutação II (2002) - Eletronic music

Textos de Jamary Oliveira[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Béhague, Gerard. 1980. "Jamary Oliveira." In The New Grove Dictionary of Music and Musicians, vol.13. Stanley Sadie, ed.. London: Macmillan Publisher, p. 533.
  • Marcondes, Marcos Antônio. 1988. "Jamary Oliveira." In Enciclopédia da Música Brasileira. Erudita, Folclórica, Popular. 2° edição revista e ampliada. Marcos Antônio Marcondes, ed.. São Paulo: Art Editora, pp. 586–87.
  • Mariz, Vasco. 1994. História da Música no Brasil. 4° edição revista e ampliada. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, pp. 440–41.
  • Nogueira, Ilza. [2002]. "Jamary Oliveira "Nú"[ligação inativa]" In Marcos históricos da composição contemporânea na UFBA, vol. 03. Universidade Federal da Bahia.
  • Perrone, Conceição et alli. 1994. A Música de Jamary Oliveira: Estudos Analíticos. Porto Alegre: Setor Gráfico do CPG – Música / UFRGS.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]