James van Allen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
James van Allen
Física
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 7 de setembro de 1914
Local Mount Pleasant
Morte 9 de agosto de 2006 (91 anos)
Local Iowa City
Atividade
Campo(s) Física
Prêmio(s) Medalha Elliott Cresson (1961)[1] , Medalha de Ouro da RAS (1978), Medalha Nacional de Ciências (1987), Prêmio Vannevar Bush (1991)

James Alfred Van Allen (Mount Pleasant, 7 de setembro de 1914Iowa City, 9 de agosto de 2006) foi um físico estadunidense.[2]

Professor e diretor do Instituto de Física da Universidade de Iowa desde 1951, conduziu investigações sobre física nuclear, sobre a radiação cósmica e sobre a física atmosférica.

Descobriu a existência de duas zonas de radiação de alta energia que envolvem a Terra, chamadas em sua homenagem cinturões de Van Allen, cuja origem está provavelmente nas interações do vento solar e dos raios cósmicos com os átomos constituintes da atmosfera.

Atuou também nos projetos dos primeiros satélites artificiais dos Estados Unidos e participou nos programas de investigação planetária vinculados às missões da NASA "Apollo", "Mariner" e "Pioneer". Entre outras condecorações recebeu a medalha Hickman, da Sociedade Americana de Foguetes e o prêmio da Academia de Ciências de Washington.

James Van Allen faleceu no dia 9 de agosto de 2006, aos 91 anos vítima de insuficiência cardíaca.

Referências

  1. Laureates (pdf) (em inglês) The Franklin Institute. Visitado em 1 de julho de 2015. Cópia arquivada em 1 de julho de 2015.
  2. Morreu James A. Van Allen (em português).


Precedido por
David Bates e John Gatenby Bolton
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
1978
com Lyman Spitzer
Sucedido por
Leon Knopoff e Charles Gorrie Wynne



Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.