Jan Masaryk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jan Masaryk

Jan Garrigue Masaryk (14 de setembro de 1886 - 10 de março de 1948) foi um diplomata e político checoslovaco, conhecido por ser Ministro das Relações Exteriores da Checoslováquia no governo checoslovaco no exílio durante a Segunda Guerra Mundial e uma figura pública proeminente após a guerra. [1]

Filho do primeiro presidente do país, Tomáš Masaryk, participou do governo de união nacional ano pós-guerra;[1] sendo encontrado morto em Praga em março de 1948 (o comunista Klement Gottwald, apoiado pela União Soviética de Josef Stalin, havia tomado o poder por um golpe de Estado em fevereiro de 1948). A polícia concluiu como suicídio, enquanto muitos creem em um assassinato político. [2] Sua morte abriu o caminho para o controle do país pelo Partido Comunista da Checoslováquia

O jornalista estadunidense John Gunther descreveu Masaryk como "um homem corajoso, honesto, turbulento e impulsivo".[3]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Ministério de ocupação alemã
Ministro das Relações Exteriores da Checoslováquia
1945–1948
Sucedido por
Vladimír Clementis