Jan Morris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jan Morris
Nascimento 2 de outubro de 1926
Clevedon, Reino Unido
Morte 20 de novembro de 2020 (94 anos)
Nacionalidade britânico
Ocupação Historiadora, jornalista e escritora
Prémios Cafe Royal Prize de 1957
Género literário História, viagens
Movimento literário Pós-modernismo
Magnum opus Últimas Cartas de Hav

Jan Morris CBE (Clevedon, Somerset, 2 de outubro de 192620 de novembro de 2020) foi uma historiadora, jornalista e escritora de viagens galesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De mãe inglesa e pai galês, Morris foi educada no Lancing College, West Sussex, e Christ Church, Oxford, e considerava-se galesa. Antes de 1970 Morris publicou sob o seu antigo nome de "James Morris", e ficou conhecida pela trilogia Pax Britannica, uma história do Império Britânico, e por retratos de cidades, em especial Oxford, Veneza, Trieste, Hong Kong, e Nova Iorque, e também escreveu sobre o País de Gales, história e cultura da Espanha.

Morris nasceu como um rapaz, e antes de 1970 era conhecido como "James Morris". Em 1949, como James, Morris casou com Elizabeth Tuckniss, filha de um plantador de chá. Morris e Tuckniss tiveram cinco filhos, incluindo o poeta e músico Twm Morys. Morris documentou em suas memórias "Conundrum" que começou a tomar estrogéneos para se feminizar em 1964. Em 1972, fez uma cirurgia de redesignação sexual em Marrocos. O cirurgião Georges Burou fez a cirurgia, já que os médicos no Reino Unido se recusaram a fazê-la enquanto Morris e Tuckniss não se divorciassem, algo que Morris alegou não estar preparada para fazer. Acabaram por se divorciar mais tarde, mas ficaram juntos e têm uma união civil. Em 14 de maio de 2008, Morris e Tuckniss casaram de novo.

Morreu em 20 de novembro de 2020, aos 94 anos.[1]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Não-ficção[editar | editar código-fonte]

Viagens[editar | editar código-fonte]

  • Coast to Coast (nos EUA: As I Saw the U.S.A) (1956: venceu o Cafe Royal Prize de 1957)
  • Sultan in Oman (1957)
  • The Market in Seleukia (1957)
  • South African Winter (1958)
  • The Hashemite Kings (1959)
  • Veneza - no original Venice (1960: venceu em 1961 o Heinemann Award)
  • The Presence of Spain (1964)
  • Oxford (1965)
  • The Venetian Empire (1980)
  • A Venetian Bestiary (1982)
  • The Matter of Wales (1984)
  • Hong Kong (1988)
  • Sydney (1992)
  • A Writer’s World: Travels 1950-2000 (2003)

Ensaios[editar | editar código-fonte]

  • The Road to Huddersfield: A Journey to Five Continents (1963)
  • The Outriders: A Liberal View of Britain (1963)
  • Cities (1963)
  • Places (1972)
  • Travels (1976)
  • Destinations (1980)
  • Wales; The First Place (1982, reed. 1998)
  • Journeys (1984)
  • Among the Cities (1985)
  • Locations (1992)
  • O Canada! (1992)
  • Contact! A Book of Glimpses (2009)

Outras obras[editar | editar código-fonte]

  • Coronation Everest (1958)
  • Heaven’s Command: An Imperial Progress (1973)
  • Pax Britannica: The Climax of Empire (1968)
  • The Pax Britannica Trilogy: Farewell the Trumpets: An Imperial Retreat (1978)

Biography

  • Fisher's Face (1995)

Memoir

  • Conundrum: o enigma - no original Conundrum (1974)
  • Wales, The First Place (1982)
  • Pleasures of a Tangled Life (1989)
  • Trieste and the Meaning of Nowhere (2001)
  • A Writer's House in Wales (2002)
  • "Herstory" (1999)

Ficção[editar | editar código-fonte]

Novelas[editar | editar código-fonte]

  • Hav : últimas cartas de Hav : Hav dos Mirmidões - no original Last Letters from Hav (1985: finalista do Booker Prize for Fiction em 1985)
  • Hav (2006; shortlisted for the 2007 Arthur C Clarke Award)

Contos[editar | editar código-fonte]

  • The Upstairs Donkey, and Other Stolen Stories (1961)

Outros[editar | editar código-fonte]

  • Manhattan '45
  • Fifty Years of Europe: An Album
  • The Oxford Book of Oxford (editor)
  • The Matter of Wales: Epic Views of a Small Country
  • Lincoln: A Foreigner's Quest
  • Our First Leader

Referências

  1. Lea, Richard (20 de novembro de 2020). «Jan Morris, historian, travel writer and trans pioneer, dies aged 94». The Guardian (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]