Janary Gentil Nunes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Janary Gentil Nunes
Janary Gentil Nunes
Governador  Amapá
Período 1944 - 1955
Sucessor(a) Amílcar Pereira
Deputado federal pelo Amapá Amapá
Período 1º mandato: 1963 - 1967
2º mandato: 1967 - 1971[1]
Dados pessoais
Nascimento 1 de junho de 1912
Alenquer, PA
Morte 15 de outubro de 1984 (72 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Cônjuge Iracema Carvão Nunes
Partido PSP, ARENA
Profissão militar, político

Janary Gentil Nunes (Alenquer, Pará, 1 de junho de 1912Rio de Janeiro, 15 de outubro de 1984) foi um militar e político brasileiro, indicado como primeiro governador do Amapá pelo presidente Getulio Vargas.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cursou a Escola Militar do Realengo (1934), o Curso Regional de Aperfeiçoamento de Oficiais da 8ª Região Militar (1942) e a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (1942) na cidade do Rio de Janeiro.[3]

Foi diretor da Associação Comercial do Rio de Janeiro e o terceiro presidente da Petrobras (1956-1958), indicado por Juscelino Kubitschek. Em 1958 foi nomeado embaixador do Brasil na Turquia [1].

Foi deputado federal no período de 1963-1967 pelo Partido Social Progressista (PSP) e 1967-1971 pela Aliança Renovadora Nacional (ARENA), representando o estado do Amapá.[1]

É o autor dos livros Bandeira do Brasil, Curitiba, 1938; Relatório sobre o Território Federal do Amapá, 1946 e Defesa dos programas da PETROBRAS, 1959.[1]

Referências

  1. a b c d «Janary Gentil Nunes». Câmara dos Deputados. Consultado em 17 de novembro de 2014 
  2. Livro Personagens Ilustres do Amapá vol.1, Coaracy Barbosa, ed. 1997
  3. «Janary Nunes». Aqui Amapá. Consultado em 17 de novembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Governador do Amapá
1944 — 1955
Sucedido por
Amílcar Pereira
Precedido por
Artur Levy
Presidente da Petrobrás
3 de fevereiro de 19569 de dezembro de 1958
Sucedido por
Idálio Sardenberg