Jardim Ângela (distrito de São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Jardim Ângela)
Jardim Ângela
Área 37 km²
População () 295.434[1] hab. (2010)
Densidade 78,02 hab/ha
Renda média R$ 1.700,00
IDH 0,750 - médio (94°)
Subprefeitura M'Boi Mirim
Região Administrativa Zona Sul
Área Geográfica 7 (Sudoeste) Zona Sudoeste
Distritos de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg

Jardim Ângela é um distrito da zona sul do município de São Paulo, no estado de São Paulo, no Brasil. Fica às margens da Represa de Guarapiranga, na sua margem norte. Juntamente com o Jardim São Luís, conforma a região da cidade conhecida como M'Boi Mirim.

História[editar | editar código-fonte]

Os distritos de Jardim São Luís e Jardim Ângela faziam parte anteriormente do Capão Redondo; com o novo plano diretor da cidade na gestão Marta Suplicy, ambos os bairros ganharam certa autonomia e uma subprefeitura (a Subprefeitura de M'Boi Mirim).

O Jardim Ângela nasceu sob a proteção de Santa Ângela. A região, como tantas outras da capital cresceu desafiando a lei do bom senso. A semente desse emblemático barro é um loteamento clandestino feito nos primeiros anos da década de 1960. Teimosamente um barraco, uma casinha foram levantados ( seu número aumentou nas décadas de 1970 e 1980). O nome da esposa do loteador que a história fez questão de esquecer era Ângela.

A partir do pequeno núcleo habitacional, uma explosão demográfica aconteceu: casas e mais casas, e mais uma vila está formada. Em seguida ela vira um bairro. Ninguém sabe como eles vão chegando, nem mesmo a prefeitura. São migrantes que montam seus barracos e lentamente vão construindo os seu lares. São pessoas expulsas de outros bairros pelos alugueis altos. São desempregados. Na região existem vilas onde falta de tudo – água, luz, telefone e as coisas mais simples, o que não falta é a violência.

Lá os jovens não tem qualquer tipo de trabalho, lazer ou área verde. Juventude com a auto-estima estraçalhada. São, enfim, alvos fáceis para os traficantes, já que ficam ociosos todo o tempo. Para piorar ainda mais a situação, para cada dez residências existe um bar.

A região mais violenta de São Paulo é um aglomerado de 74 pequenos bairros irregulares situados em área de manancial, à veiga da Represesa de Guarapiranga, na zona sul. A Estrada do M'Boi Mirim ( do tupi “cobra pequena”) é a grande via de acesso desses bairros para a cidade. Até o início do terceiro milênio, o índice de cidadania era zero, segundo o Ministério Público.

O negócio mais rentável era a droga, a bandidagem e os cemitérios particulares. Sim, os cemitérios ali eram um bom negócio. Na região já existem alguns: são mais baratos que os oficiais e parcelam em até 24 vezes. No ano de 1996, mais um triste troféu para o maltratado Jardim Ângela: o de bairro mais violento do planeta Terra.

Na contramão disso tudo, a sociedade vem se organizando no Jardim Ângela, tentando tirar as crianças e os jovens das ruas. Lentos resultados vêm aparecendo no decorrer dos anos. [1]

Em 2019 foi anuciado pelo governador João Doria a intenção dê estender o ramal da Linha 5–Lilás até o bairro.[2]

Atualmente, o bairro vem atraindo grandes empresas, como os bancos Bradesco, Caixa Econômica Federal e o Centro de Ensino Fisk.

Terminal Jardim Ângela[editar | editar código-fonte]

O distrito ainda conta com um terminal de ônibus e uma base operacional que tem linhas para vários destinos da cidade.

Terminal Jardim Ângela
Linha mais populosa do distrito, carrega em média 700 mil pessoas.
675K-10: Terminal Jardim Ângela - Metrô Santa Cruz. Essa linha é a mais cargueira do distrito com uma demanda de aproximadamente 700 mil pessoas por mês.
Linha Nome da linha
5391/10 Largo São Francisco
6008/41 Jardim Copacabana
637A/10 Terminal Pinheiros
675K/10 Metrô Santa Cruz
677A/10 Itaim Bibi
707A/10 Metrô Praça da Árvore
737A/10 Terminal Santo Amaro
N703/11 Terminal Santo Amaro
N732/11 Terminal Jardim Jacira
N733/11 Vila Gilda
N735/11 Terminal Capelinha/Jardim Guarujá
N736/11 Jardim Horizonte Azul
N737/11 Parque do Lago
N740/11 Jardim Riviera
Corredor Santo Amaro - Guarapiranga - Jardim Ângela

Além disso, há o Corredor Jardim Ângela - Guarapiranga - Santo Amaro que é um corredor de transporte coletivo. Inaugurado em 2004, sua extensão é de 8 km. Segue no sentido bairro/centro pela Avenida Vitor Manzini, Avenida Guarapiranga e Estrada do M'Boi Mirim, ligando Santo Amaro aos distritos de Socorro, Jardim São Luís e Jardim Ângela.

Bairros:[editar | editar código-fonte]

  • Alto da Baronesa
  • Alto da Riviera
  • Balneário Dom Carlos
  • Baronesa
  • Chácara Bandeirantes
  • Chácara Flórida
  • Chácara Santa Maria
  • Chácara Sonho Azul
  • Cidade Ipava
  • Cumbica
  • Estância Mirim
    Vila Remo
  • Estância Tangará
  • Jardim Ângela
  • Jardim Aracati
  • Jardim Boa Esperança
  • Jardim Capela
  • Jardim Clara Regina
  • Jardim Coimbra
    Vila Gilda
  • Jardim Copacabana
  • Jardim das Flores
  • Jardim Europa
  • Jardim Fraternidade
  • Jardim Fujihara
  • Jardim Guarujá
  • Jardim Gustavo
  • Jardim Herculano
  • Jardim Horizonte Azul
  • Jardim Imbé
  • Jardim Kagohara
  • Jardim Maria Emília
  • Jardim Mariane
  • Jardim Nakamura
  • Jardim Planalto
  • Jardim Ranieri
  • Jardim Recreio
  • Jardim Reis
  • Jardim Remo
  • Jardim Rio Douro
  • Jardim Rosa Maria
  • Jardim Santa Margarida
  • Jardim Santa Zélia
  • Jardim São João
  • Jardim São José
  • Jardim São Lourenço
  • Jardim São Manoel
  • Jardim Solange
  • Jardim Sônia Regina
  • Jardim Tamoio
  • Jardim Tupi
  • Jardim Turquesa
  • Jardim União
  • Jardim Vale Verde
  • Jardim Vera Cruz
  • Jardim Wanda
  • Loteamento Vila do Sol
  • M’Boi Mirim
  • Miaimi Paulista
  • Morro do Índio
  • Parque Bologne
  • Parque Boulogne
  • Parque Cristina
  • Parque das Cerejeiras
  • Parque do Lago
  • Parque Lago
  • Parque Maria Alice
  • Parque Novo Santo Amaro
  • Parque Santo Amaro
  • Parque Santo Antônio
  • Parque Santo Edwiges
  • Parque Universitário Espírita
  • Sapato Branco
  • Vila Bom Jardim
  • Vila Caiçara
  • Vila Calu
  • Vila Damaceno
  • Vila Dom José
  • Vila Dona Meta
  • Vila Gilda
  • Vila Jaci
  • Vila Nagibe
  • Vila Remo
  • Vila Santa Lúcia
  • Vila São Judas
  • Vila Sol

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dado do Censo de 2010. Disponível em www.sidra.ibge.gov.br, acesso em 11 de novembro de 2011.
  2. «Jardim Ângela entra no radar do Metrô». Metrô CPTM. 24 de maio de 2019. Consultado em 4 de agosto de 2020 
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Jardim Ângela (distrito de São Paulo)
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.