Jardim São Paulo (Recife)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jardim São Paulo
—  Bairro do Brasil  —
Localização do bairro Jardim São Paulo no Recife
Localização do bairro Jardim São Paulo no Recife
Unidade federativa Pernambuco
Zona Oeste
Região administrativa RPA 5
Município Recife
Área
 - Total 259 hectares
População
 - Total 31,648 (2 010)
    • Densidade 116,30 hab./km²
Domicílios 9.615
Rendimento médio mensal 1.973,10
Limites Areias, Estância, Ibura, Curado, Totó, Tejipió, Cavaleiro.
Fonte: Não disponível

O bairro de Jardim São Paulo integra a 5ª Região Político-Administrativa do Recife (RPA-5), a Sudoeste da cidade, formada por um total de 16 bairros. É também um bairro de classe média e possui um médio índice de violência.

Em 3 de Junho de 1948, o presidente Eurico Gaspar Dutra e sua esposa visitaram o bairro, na época ainda um loteamento, para inaugurar a Vila Presidente Dutra, a qual passou a chamar-se Jardim São Paulo.

O bairro surgiu de um engenho-de-açúcar de mesmo nome existente naquela área, o Engenho de São Paulo, que era unidade do Engenho da Várzea, antes de se tornar um loteamento.Jardim São Paulo é um bairro dividido pelo viaduto sobre a BR 101, o qual liga a vila La Roque ao restante do bairro.

O nome "La Roque", na verdade é uma abreviação do nome do engenheiro civil Henrique La Roque, que desenhou e projetou a Vila Henrique La Roque. Inicialmente essa vila seria para os garçons do Recife, a exemplo das Vilas dos Industriários, das Lavadeiras, dos Bancários, dos Comerciários, entre outras.

Nesta vila existia uma ladeira extremamente íngreme e estreita, calçada em pedras do tipo paralelepípedo e que se chamava “Ladeira do Espinhaço da Gata”, referência para as pessoas que residiram ou que ainda moram há muitos anos nas proximidades. Já na área ocupada pelo conjunto residencial Felipe Camarão, por muitos anos permaneceram as ruínas do antigo prédio onde funcionou uma cerâmica, abastecida com barro do tipo massapê que havia no solo do local. Toda esta área, tanto da Ladeira do Espinhaço da Gata, quanto da antiga cerâmica foi aterrada, alterando a paisagem local.

A mais antiga referência comercial do bairro é a panificadora La Roque, inaugura no final dos anos 50.

Nesse bairro está localizada a estação de metrô Werneck e o Terminal Integrado do Barro. Está lá também o Conjunto Residencial Felipe Camarão (vizinho aos comércios La Roque) e o residencial Torres da Liberdade.

Conforme dados do Censo IBGE de 2010:

População Residente: 31.648 habitantes

População por sexo %
Masculina 14.624 46,21
Feminina 17.024 53,79
População por faixa etária hab %
0 – 4 anos 1.838 5,81
5 – 14 anos 4.362 13,78
15 – 17 anos 1.551 4,9
18 – 24  anos 3.658 11,56
25 – 59 anos 16.230 51,28
60 anos e mais 4.009 12,67
População por cor ou raça %
Branca 42,34
Preta 6,95
Parda 49,4
Amarela 1,04
Indígena 0,27

Taxa de Alfabetização da População de 10 anos e mais (%)4: 94,9

Taxa Média Geométrica de Crescimento Anual da População (1991/2000): 1,99 % 

Ver[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Anexo:Lista de bairros do Recife

Ligações externas[editar | editar código-fonte]