Jardins de Tivoli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros sentidos do termo "Tivoli", veja Tivoli (desambiguação).


Tivoli[1]
Tivoli Gardens birds view.JPG
Visão geral
Localização Copenhaga,
na  Dinamarca
Coordenadas 55° 40′ N 12° 34′ E
Endereço Vesterbrogade 3 - 1630 København V[2]
Website [1]
Proprietário Tivoli A/S
Gerente geral Lars Liebst
Aberto em 15 de agosto de 1843
Antigos nomes Tivoli & Vauxhall
Área 82 717 m²
Atrações 56[3] no total
4 montanhas-russas
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Jardins de Tivoli

Os Jardins de Tivoli, Parque Tívoli[4] ou simplesmente Tivoli[1] é um parque de diversões situado em Copenhaga, capital da Dinamarca. Foi inaugurado em 1843[4]. É o segundo parque de diversões mais antigo em funcionamento no mundo (o primeiro é o Dyrehavsbakken, em Klampenborg, um subúrbio de Copenhaga).

História[editar | editar código-fonte]

O criador do parque foi Georg Carstensen, que obteve, do rei Cristiano VIII da Dinamarca, uma concessão para construir o parque sob a justificativa de que "quando as pessoas estão se divertindo, elas não estão pensando em política". O rei cedeu um terreno de 61 000 metros quadrados junto à Porta Oeste da cidade, em troca de um rendimento anual. O parque foi inaugurado em 15 de agosto de 1843 com o nome de "Tivoli & Vauxhall". "Tivoli" em homenagem ao jardim de Tivoli, em Paris, e "Vauxhall" em homenagem aos jardins de Vauxhall, em Londres.

Desde o início, o parque contou com atrações como construções inspiradas num Oriente imaginário, carrosséis, trens, restaurantes, jardins, espetáculos de fogos de artifício etc.

Hans Christian Lumbye foi o diretor musical do parque de 1843 a 1872. Ele escreveu muitas músicas inspiradas no parque, como "Saudação aos portadores de bilhetes do Tivoli", "Prazeres de carnaval" e "Uma noite festiva no Tivoli".

Em 1874, foi inaugurado o Teatro de Pantomima, em estilo chinês, no lugar de um pequeno teatro anterior. No teatro, o público fica ao ar livre, enquanto os atores de pantomima se apresentam no interior. A cortina do teatro tem o formato de uma cauda de pavão, que se abre mecanicamente.

No final do século XIX e início do século XX, o parque exibiu espetáculos de zoo humano.[5]

Em 1943, simpatizantes nazistas queimaram muitos prédios do parque.

Referências

  1. a b Tivoli. Disponível em http://www.tivoli.dk/en/. Acesso em 6 de março de 2015.
  2. Tivoli. Disponível em http://www.tivoli.dk/en/om/. Acesso em 6 de março de 2015.
  3. Tivoli. Disponível em http://www.tivoli.dk/en/forlystelser/. Acesso em 6 de março de 2015.
  4. a b Guia visual Folha de S.Paulo - Europa. 3ª edição. São Paulo. Publifolha. 2004. p. 677.
  5. ANDREASSEN, R. Human Exhibitions. Race, Gender and Sexuality in Ethnic Displays. Farnham: Ashgate. 2015. pp. 13–15.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Dinamarca é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.