Jason Bateman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jason Bateman
Jason Bateman Deauville 2011.jpg
Bateman em 2011.
Nome completo Jason Kent Bateman
Nascimento 14 de janeiro de 1969 (47 anos)
Rye, Nova Iorque
 Estados Unidos
Ocupação Ator
Cônjuge Amanda Anka (2001-presente)
Globos de Ouro
Melhor Ator em Série de Comédia
2004 - Arrested Development
Página oficial
IMDb: (inglês)

Jason Kent Bateman (Rye, Nova Iorque, 14 de janeiro de 1969) é um ator, diretor e produtor estadunidense.[1] Bateman iniciou a sua carreira quando ainda era criança em séries como Little House on the Prairie, Silver Spoons e The Hogan Family. Depois de protagonizar o filme Teen Wolf Too, um fracasso com a crítica e o público, Jason teve dificuldades em conseguir trabalho em projetos relevantes durante mais de uma década até ser escolhido para o papel de Michael Bluth na série Arrested Development em 2003. Este papel valeu-lhe um Globo de Ouro em 2005.[2]

Após o cancelamento de Arrested Development, Jason tornou-se conhecido por papéis em filmes de comédia como The Switch, Horrible Bosses, The Change-Up e Identity Thief, mas também por papéis mais dramáticos em filmes independentes como Juno, Up in the Air e The Gift. Mais recentemente fez a voz da raposa Nick Wilde no filme de animação da Disney, Zootopia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jason Bateman com a mulher, Amanda Anka.

Jason Bateman nasceu em Rye, Nova Iorque. A sua mãe, Victoria, é britânica e trabalhou como aeromoça da PanAm, e o seu pai, Kent Bruce Bateman, foi ator, diretor e roteirista de cinema e televisão e fundador de um teatro de repertório em Hollywood.[3] Sua irmã mais velha é a atriz Justine Bateman, do seriado Family Ties. Jason tem ainda três meios-irmãos fruto de dois casamentos do seu pai.[4]

Quando Jason tinha quatro anos, mudou-se com a família para Salt Lake City no Utah e, mais tarde, para a Califórnia.[4] Jason admitiu em várias entrevistas que ele e a irmã ajudaram os pais financeiramente durante a infância e adolescência com o dinheiro que recebiam dos seus trabalhos de representação e o seu pai foi o seu agente até ter 20 anos.[5]

Jason passou uma grande parte da década de 1990 em festas de Hollywood e admitiu consumir grandes quantidades de álcool e droga: "Tinha trabalhado tanto que, quando cheguei aos 20 anos, quis divertir-me muito. E fiz isso muito bem".[6]

Ele afirma que o seu casamento e a série Arrested Development o ajudaram a ficar sóbrio sem precisar de reabilitação e que já não bebe ou fuma há mais de uma década.[6]

Jason é casado com Amanda Anka, filha do cantor Paul Anka, desde 2001. Os dois conheceram-se quando tinham 18 anos e começaram a namorar em 1998. O casal tem duas filhas: Francesca Nora (n. 28 de outubro de 2006) e Maple Sylvie (n. 16 de fevereiro de 2012).[7] Em 2005, Bateman foi operado à garganta para remover um pólipo benigno.[8]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Representação[editar | editar código-fonte]

Jason iniciou a carreira com 10 anos de idade em anúncios televisivos. Em 1980 conseguiu o seu primeiro papel de maior destaque na série Little House on the Prairie, onde interpretou James Cooper, um órfão que é adotado pela família Ingalls, durante uma temporada. Entre 1982 e 1984, interpretou o papel secundário de Derek Taylor na sitcom Silver Spoons. Nesta altura participou ainda no episódio "Lost Knight" da série Knight Rider.

Em 1984, graças à popularidade da sua personagem em Silver Spoons, os produtores da série ofereceram-lhe o papel de protagonista da sitcom It's Your Move, no entanto, o programa foi cancelado após uma temporada.

Jason Bateman em 1987.

Em meados da década de 1980, Bateman tornou-se num ídolo adolescente graças ao seu papel de David Hogan na sitcom The Hogan Family.

Em 1987, Jason protagonizou o seu primeiro filme: Teen Wolf Too, a continuação de Teen Wolf. O filme foi um fracasso de bilheteira e com a crítica e prejudicou a carreira de Jason na década seguinte. Jason já admitiu que este foi o pior filme da sua carreira.[9]

Durante os anos 1990, Jason trabalhou maioritariamente na televisão. Em 1994 contracenou com Katharine Hepburn e Anthony Quinn no telefilme This Can't Be Love, baseado em parte na vida da atriz. Nos anos seguintes, Bateman participou em quatro séries que não passaram da primeira temporada: Simon, Chicago Sons, George & Leo e Some of my Best Friends.

No início dos anos 2000, Bateman começou a regressar gradualmente ao cinema com papéis secundários em filmes como Love Stinks, Sol Goode e The Sweetest Thing, onde interpretou o papel de Roger Donahue, o irmão atrevido da personagem de Thomas Jane.

Em 2003, Bateman foi escolhido para interpretar o papel de Michael Bluth na série de comédia Arrested Development. Apesar de ter recebido críticas bastante positivas, a série nunca conseguiu ter grandes audiências e acabou por ser cancelada em fevereiro de 2006. Apesar disso, tornou-se numa série de culto e Jason conquistou vários prémios com o seu papel, incluindo um Globo de Ouro de Melhor Ator numa Série de Comédia ou Musical em 2005 e duas nomeações para os Emmy's.[10] O serviço de streaming Netflix reavivou a série em 2013.[11]

Enquanto a série ainda estava a ser transmitida, Bateman teve pequenos papéis nos filmes de comédia Dodgeball, onde interpretou o comentador desportivo Pepper Brooks, Starsky & Hutch, no papel de Kevin, o braço direito da personagem de Vince Vaughn e The Break-Up no papel de um dos amigos do casal interpretado por Vince Vaughn e Jennifer Aniston.

Jason afirma que o seu papel em Arrested Development foi decisivo para lhe ressuscitar a carreira e que, apesar das más audiências, a série foi vista por pessoas influentes de Hollywood que começaram a oferecer-lhe projetos.[9] A série influenciou também o tipo de papéis que Bateman viria a representar na maioria dos filmes de comédia que o tornaram famoso: o homem sensato que reage de forma passiva à loucura das restantes personagens. No entanto, Bateman afirma que o "type-casting" não o incomoda demasiado:

As pessoas perguntam-me porque quero interpretar o homem sensato. Bem, é porque ele participa em todas as cenas. O mau da fita costuma dar sabor ao filme e isso também é divertido, mas se eu participar em todas as cenas, como ator, contribuo em muito para a gestão do tom do filme ou da série. Se interpretar uma personagem secundária, não posso controlar muito a qualidade do filme.[12]

Bateman na edição de 2007 do Festival Internacional de Cinema de Toronto.

Nos anos que se seguiram ao cancelamento de Arrested Development, Jason participou sobretudo em filmes independentes com papéis secundários. Em 2006, interpretou Rip Reed, um advogado corrupto e drogado no filme Smokin' Aces do realizador Joe Carnahan. Em 2007, participou em Juno do realizador Jason Reitman, onde interpretou Mark Loring, um dos elementos do casal que quer adotar o bebé de Juno e que acaba por criar uma laço com ela que acaba com o seu casamento. O filme foi um sucesso de bilheteira e bastante elogiado pela crítica e foi nomeado para o Óscar de Melhor Filme em 2008.[13] Bateman voltou a trabalhar com Jason Reitman em 2009 no filme Up in the Air (que foi nomeado para o Óscar de Melhor Filme em 2010)[14] onde contracenou com George Clooney.

Em 2008, participou no filme Hancock (com Will Smith e Charlize Theron) onde interpretou Ray Embrey, um relações públicas cuja vida é salva por Hancock e que, como recompensa ao herói, oferece os seus serviços para tentar melhorar a sua imagem com o público. Apesar das críticas mistas, Hancock foi um sucesso de bilheteira, arrecadando mais de 600 milhões de dólares.[15] No ano seguinte, Jason foi convidado a participar na comédia Couples Retreat, escrita por Vince Vaughn e Jon Favreau. A sua personagem foi escrita com ele em mente e tem o seu nome.

Em 2010 protagonizou, com Jennifer Aniston, a comédia romântica The Switch. Bateman interpreta Wally, o melhor amigo da personagem de Aniston que, depois de beber demasiado, destrói a amostra de esperma que ela ia utilizar para fazer inseminação artificial e acaba por a substituir com o seu esperma.

Em 2011, protagonizou duas das comédias de maior sucesso desse ano: The Change-Up e Horrible Bosses. No primeiro interpreta Dave Lockwood, um advogado e pai de três filhos que, depois de uma noite de bebedeira, deseja trocar de vida com o melhor amigo, um playboy solteiro e sem responsabilidades (interpretado por Ryan Reynolds) enquanto os dois urinam numa fonte mágica. O seu desejo acaba por tornar-se realidade e os dois trocam de corpo. Em Horrible Bosses, interpreta o papel de Nick, um de três amigos que decidem matar os seus patrões depois de serem humilhados no trabalho. Jason retomou este papel em 2014 em Horrible Bosses 2.

Em 2012, foi um dos protagonistas de Disconnect, um filme que explora as relações das pessoas num mundo dominado pela internet. Bateman interpreta o papel de Rich Boyd, um advogado cujo filho tenta suicidar-se por ser vítima de bullying virtual.

Em 2013, protagonizou, com Melissa McCarthy, a comédia Identity Thief. Apesar de ter recebido críticas bastante negativas, o filme foi um dos grandes sucessos da carreira de Bateman com uma receita global de 173 milhões de dólares.[16] Nesse ano, Jason participou no videoclip da música "Hopeless Wanderer" da banda Mumford & Sons.[17]

Em 2015, interpretou o papel de Judd Altman, um de quatro filhos que se reunem para cumprir o ritual judeu do Shiva depois da morte do pai na comédia dramática This is Where I Leave You. No mesmo ano, protagonizou o thriller The Gift, a estreia na realização de Joel Edgerton e onde contracena com Rebecca Hall. No filme, Bateman interpreta Simon, um homem que tem uma vida de sonho que acaba por ser abalada quando se encontra com um colega do liceu que humilhou.

Em 2016, fez a voz da raposa Nick Wilde no filme de animação da Disney, Zootopia. No mesmo ano protagonizou a comédia Office Christmas Party com Jennifer Aniston e Kate McKinnon.

Em 2017 Jason vai regressar à Netflix com a série Ozarc, um drama sobre o mundo da lavagem de dinheiro proveniente do tráfico de droga. Para além de protagonizar a série, Jason vai realizar metade dos episódios e é também produtor executivo. Laura Linney também participa na série e interpreta o papel de mulher da personagem de Bateman.[18]

Realização e produção[editar | editar código-fonte]

Enquanto trabalhava em The Hogan Family, Bateman tornou-se no realizador mais jovem de sempre do Director's Guild of America ao realizar três episódios da série com apenas 18 anos.[19] Ao longo da década de 1990, Jason realizou episódios de séries como Family Matters, Brother's Keeper, Two of a Kind e For Your Love.

Em 2004 realizou o episódio "Afernoon Delight" da segunda temporada da série Arrested Development.

Em 2013 fez a sua estreia como realizador de cinema com o filme Bad Words, uma comédia negra sobre um homem adulto que participa num concurso de soletração para crianças. Em 2016, estreou o seu segundo filme como realizador, The Family Fang, uma adaptação do romance homónimo de Kevin Wilson. O filme é protagonizado por Bateman, Nicole Kidman e Christopher Walken. Ambos os filmes estrearam no Festival Internacional de Cinema de Toronto.[20][21]

Em 2010, Jason e Will Arnett criaram a companhia de produção DumbDumb Productions que produz maioritariamente conteúdos digitais. Jason também criou a companhia de produção Aggregate Films.[22]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Papel Título em português e obs.
1987 Teen Wolf Too Todd Howard br: O Garoto do Futuro II

pt: Lobijovem 2

1991 Necessary Roughness Jarvis Edison br: Tirando o Time de Campo
1992 Breaking the Rules Phil Stepler br: Quebrando as Regras
1999 Love Stinks Jesse Travis br: Parece, Mas não É
2001 Sol Goode Spider br: Sol Goode e o Amor
2002 The Sweetest Thing Roger Donahue br: Tudo pra Ficar com Ele

pt: A Coisa Mais Doce

One Way Out John Farrow Lançado em vídeo
2004 Starsky and Hutch Kevin br: Starsky & Hurch - Justiça em Dobro

pt: Starsky & Hurch

Dodgeball: A True Underdog Story Pepper Brooks br: Com a Bola Toda

pt: Uma Questão...de Bolas

2006 The Break-Up Riggleman br: Separados pelo Casamento

pt: Separados de Fresco

2007 The Ex Chip Sanders br: O Ex-Namorado da Minha Mulher

pt: O Ex

Arthur et les Minimoys Darkos br: Arthur e os Minimoys

pt: Artur e os Minimeus
Voz

Smokin' Aces Rupert 'Rip' Reed br: A Última Cartada

pt: Um Trunfo na Manga

The Kingdom Adam Leavitt br/pt: O Reino
Juno Mark Loring br/pt: Juno
Mr. Magorium's Wonder Emporium Henry Weston, o Mutante br: A Loja Mágica de Brinquedos

pt: O Maravilhoso Mundo dos Brinquedos

2008 The Promotion Instrutor do acampamento pt: A Promoção
Forgetting Sarah Marshall Animal Instincts Detective br: Ressaca de Amor

pt: Um Belo Par...de Patins

Hancock Ray Embrey br/pt: Hancock
2009 State of Play Dominic Foy br: Intrigas de Estado

pt: Ligações Perigosas

The Invention of Lying Doctor pt: A Invenção da Mentira
Up in the Air Craig Gregory br: Amor sem Escalas

pt: Nas Nuvens

Extract Joel br: Maré de Azar
Couples Retreat Jason br: Encontro de Casais

pt: Terapia Para Casais

2010 The Switch Wally br: Coincidências do Amor

pt: A Troca

2011 Paul Agente Lorenzo Zoil br: Paul: O Alien Fugitivo

pt: Paul

The Change-Up Dave Lockwood br: Eu Queria Ter A Sua Vida

pt: Cuidado Com o Que Desejas

Horrible Bosses Nick Hendricks br: Quero Matar meu Chefe

pt: Chefes Intragáveis

2012 Hit and Run Keith Yert br: Relação Explosiva

pt: Sempre a Abrir

2012 Disconnect Rich Boyd br: Os Desconectados

pt: Desligados

2013 Identity Thief Sandy Bigelow Patterson br: Uma Ladra Sem Limite

pt: Vigarista à Vista

Bad Words Guy Trilby br/pt: Palavrões
2014 The Longest Week Conrad Valmont br: Uma Semana a Três
This is Where I Leave You Judd Altman br/pt: Sete Dias sem Fim
Horrible Bosses 2 Nick Hendricks br: Quero Matar meu Chefe 2

pt: Chefes Intragáveis 2

2015 The Gift Simon br: O Presente

pt: Um Presente do Passado

2016 The Family Fang Baxter Fang pt: Cenas de Família
Zootopia Nick Wilde br: Zootopia

pt: Zootrópolis

voz

Central Intelligence Trevor br: Um Espião a Meio

pt: Central de Inteligência

Office Christmas Party Josh br: A Última Ressaca do Ano

pt: Festa de Natal da Empresa

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Obs.
1981–1982 Little House on the Prairie James Cooper Ingalls 21 episódios
1982–1984 Silver Spoons Derek 23 episódios
1983 Just a Little More Love Filme para a televisão
1984 The Fantastic World of D.C. Collins Addison Cromwell
Knight Rider Doug Wainwright Único episódio
1984–1985 It's Your Move Matthew Burton 18 episódios
1985 Robert Kennedy & His Times Joe Kennedy III Minissérie
Right to Kill? Filme para a televisão
1986 Mr. Belvedere Sean Único episódio
Can You Feel Me Dancing? Larry Nichols Filme para a televisão
St. Elsewhere Tim Moynihan Único episódio
The Thanksgiving Promise Steve Tilby Filme para a televisão
1986–1991 The Hogan Family David Hogan 110 episódios
1987 Bates Motel Tony Scotti Filme para a televisão
1988 Moving Target Toby Kellogg
Crossing the Mob Philly
1992 A Taste for Killing Blaine Stockard III
1994 Black Sheep Jonathan Kelley
Confessions: Two Faces of Evil Bill Motorshed
This Can't Be Love Grant
1995 Hart to Hart: Secrets of the Hart Stuart Morris
Burke's Law Jason Ripley Único episódio
Simon Carl
1996 Ned & Stacey Bobby Van Lowe Único episódio
1997 Chicago Sons Harry Kulchak Protagonista
George & Leo Ted Stoody 3 episódios
2000 Rude Awakening Ryan Único episódio
2001 Some of My Best Friends Warren Fairbanks 8 episódios
2003 The Twilight Zone Scott Crane Único episódio
2003–2013 Arrested Development Michael Bluth 68 episódios
2005 King of the Hill Dr. Leslie Único episódio
Justice League Unlimited Hermes
The Fairly OddParents Tommy
2006 Scrubs Mr. Sutton
The Jake Effect Jake Galvin 7 episódios
2009 Sit Down, Shut Up Larry Littlejunk 13 episódios
2014 Growing Up Fisher Narrador 12 episódios
2017 Ozarc

Realizador[editar | editar código-fonte]

Ano Título Obs.
1989 The Hogan Family 3 episódios
1997 Family Matters Episódio: "Pound Foolish"
1999 Brother's Keeper Episódio: "Game Ball"
Two of a Kind Episódio: "Mr. Right Under Your Nose"
1999-2000 For Your Love 3 episódios
2004 Arrested Development Episódio: "Afternoon Delight"
2008 Do Not Disturb Episódio: "Work Sex"
2013 Bad Words Filme
2015 The Family Fang Filme
2017 Ozark Vários episódios[18]
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Referências

  1. «Jason Bateman». Discogs. Consultado em 29 de abril de 2013. 
  2. «Jason Bateman». www.goldenglobes.com. Consultado em 2016-10-18. 
  3. Rose, Steve. (2011-07-15). "Jason Bateman: 'I've got a great deal of dirt on Jennifer Aniston'" (em en-GB). The Guardian. ISSN 0261-3077.
  4. a b «Jason Bateman». 2009-10-02. Consultado em 2016-09-12. 
  5. «Jason Bateman: I'm not a great son - USATODAY.com». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 2016-09-12. 
  6. a b «Jason Bateman: Drugs Almost Cost Me My Marriage». Consultado em 2016-09-12. 
  7. «Jason Bateman Welcomes Daughter Maple Sylvie». PEOPLE.com. Consultado em 2016-09-12. 
  8. «Jason Bateman Undergoes Throat Surgery». Consultado em 2016-09-12. 
  9. a b «Jason Bateman interview: 'Arrested Development gave me a new life'». Consultado em 2016-09-12. 
  10. «Jason Bateman». IMDb. Consultado em 2016-09-12. 
  11. «New 'Arrested Development' Season Coming to Netflix on May 26». Consultado em 2016-09-12. 
  12. Freeman, Hadley. (2014-10-09). "Jason Bateman: ‘My dirty secret? Playing the straight man. Because he gets to be in every scene’" (em en-GB). The Guardian. ISSN 0261-3077.
  13. «G1 > Cinema - NOTÍCIAS - 'Juno' leva o Oscar de melhor roteiro original». g1.globo.com. Consultado em 2016-10-17. 
  14. "The 82nd Academy Awards | 2010". Oscars.org | Academy of Motion Picture Arts and Sciences.
  15. «Hancock (2008) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 2016-10-18. 
  16. «Identity Thief (2013) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 2016-10-21. 
  17. (2013-08-04) "Music news | Mumford and Sons release hilarious Hopeless Wanderer video" (em en-US). Music Blogged.
  18. a b «Jason Bateman Netflix Show Details Revealed: Ozarks» (em inglês). 2016-02-25. Consultado em 2016-09-23. 
  19. «Jason Bateman makes movie directing debut out of ‘Bad Words’ – The Mercury News». Consultado em 2016-10-16. 
  20. McNary, Dave. (2013-09-06). "Toronto: Jason Bateman Speaks With ‘Bad Words’" (em en-US). Variety.
  21. «TIFF.net | The Family Fang». TIFF (em inglês). Consultado em 2016-10-17. 
  22. «Jason Bateman Forms Aggregate Label; Gets First Look Film, TV Deal At Universal» (em inglês). 2012-02-02. Consultado em 2016-09-21. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Jason Bateman