Jean-Étienne Esquirol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean-Étienne Esquirol
Autoretrato de 1838
Nascimento 3 de fevereiro de 1772
Toulouse, França
Morte 12 de dezembro de 1840
Paris, França
Ocupação Psiquiatra

Jean-Étienne Dominique Esquirol (Toulouse, 3 de fevereiro de 1772Paris, 12 de dezembro de 1840) foi um psiquiatra francês. [1] Entre vários outros notáveis trabalhos cunhou o termo "alucinação". [1] Foi discípulo de Philippe Pinel, sucedendo seu mestre em 1811 como chefe do Hospital de Salpêtriére em Paris. [2]

Esquirol diferencia demência (doença mental) e amência (deficência mental), nas palavras dele, o primeiro é louco, o segundo é idiota. [3] É com Esquirol que o termo idiotia deixa de ser considerado uma doença e o critério para avaliá-lo passa ser o rendimento educacional. O médico, em consequência, perde a palavra final no que diz respeito à deficiência mental, abrindo as portas dessa nova área de estudo ao pedagogo. [4]

Referências

  1. a b Shepherd, M. (1983). Handbook of Psychiatry: Volume 1, General Psychopathology (em inglês). [S.l.]: CUP Archive. 307 páginas. ISBN 9780521281379 
  2. Quevedo, João. Depressão: Teoria e Clínica. [S.l.]: Artmed. ISBN 9788565852340 
  3. Blom, Jan Dirk (2009). A Dictionary of Hallucinations (em inglês). [S.l.]: Springer Science & Business Media. 567 páginas. ISBN 9781441912237 
  4. Trent, James W (1994). Inventing the Feeble Mind: A History of Mental Retardation in the United States (em inglês). [S.l.]: University of California Press. p. 46-50. 356 páginas. ISBN 9780520917279 
Ícone de esboço Este artigo sobre psiquiatria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.