Jean-Baptiste Alphonse Dechauffour de Boisduval

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jean-Baptiste Alphonse Dechauffour de Boisduval
Nascimento 14 de junho de 1799
Ticheville
Morte 30 de dezembro de 1879 (80 anos)
Ticheville
Cidadania França
Ocupação biólogo, médico, entomologista, botânico, lepidopterologia
Empregador Société entomologique de France

Jean-Baptiste Alphonse Dechauffour de Boisduval (Ticheville, 17 de junho de 1799 – Ticheville, 30 de dezembro de 1879) foi um médico, entomologista e botânico francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De uma família de médicos, estudou em Vimoutiers e depois em Rouen. Obteve seu título de doutor em medicina em 1827 e, mais tarde, o de doutor em ciências.

Publicou em 1827-1828 o seu trabalho "Manuel complet de botanique" ( três volumes, Roret). Esta obra é seguida, em 1829, pela "Europaeorum lepidopterorum index methodicus". No mesmo ano, iniciou a publicação da "Iconographie et histoire naturelle des coléoptères d'Europe", cujo trabalho se estendeu até 1836, totalizando cinco volumes. O texto foi assinado pelo conde Pierre François Marie Auguste Dejean (1780-1845). Boisduval era o curador das coleções do conde.

Com Jules Pierre Rambur (1801-1870), Adolphe de Graslin (1802-1882) e outros entomólogos, participou na publicação de "Collection iconographique et historique des chenilles, ou Description et figures des chenilles d'Europe…" em 1832. No mesmo ano, publicou a primeira parte de "Icônes historique des lépidoptères nouveaux ou peu connus. Collection… des papillons d'Europe nouvellement découverts…" (1832-1834, Roret). Boisduval foi um dos participantes da fundação da Sociedade Entomológica da França.

Boisduval descreveu os insetos ( borboletas, traças e besouros ) trazidos pela expedição comandada por Jules Dumont d'Urville (1790-1842) a bordo do "Astrolabe" ( "Voyage de l’Astrolabe", primeira parte, Lepidopteras, dois volumes, 1832 e 1835); e da viagem do "Coquille" comandado por Louis Isidore Duperrey. ( "L’Entomologie du voyage autour du monde sur la corvette la Coquille", dois volumes, 1832 e 1835).

Estudou particularmente as borboletas da América e colaborou com o entomologista americano John Eatton Le Conte (1784-1860). Assim publicou "Histoire générale et iconographie des Lépidoptères et des chenilles de l'Amérique septentrionale" cujo primeiro volume foi editado em Paris, em 1833, e "Lépidoptères de la Californie" em 1852.

Estudou também a fauna do Oceano Índico : "Faune entomologique de Madagascar, Bourbon et Maurice. Lépidoptères" (1833) e "Faune entomologique de l’Océanie" (1835).

Na obra "Suites à Buffon", Boisduval e Achille Guénée (1809-1880) redigiram os volumes nove e dez referentes aos insetos (1836-1857).

Boisduval não era indiferente as questões práticas, publicando em 1867 o seu "Essai sur l’entomologie horticole, comprenant l'histoire des insectes nuisibles à l’horticulture avec l’indication des moyens propres à les éloigner ou à les détruire et l’histoire des insectes et autres animaux utiles aux cultures".

A sua coleção de lepidópteros foi adquirida por Charles Oberthür (1845-1924). A coleção das Elateridae estão no Museu de História Natural em Londres, as Curculionidae no Museu de História Natural de Bruxelas, e as Sphingidae no "Carnegie Museum" em Pittsburgh, Pensilvânia.

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

  • Jean Lhoste: Les Entomologistes français. 1750-1950. 351 S. INRA Éditions 1987
  • Anónimo: Obituary. Boisduval. Entomologist's Monthly Magazine 16" 235-236 1880.
  • Anónimo: Obituary. Boisduval. Entomologist, 13: 119 1880.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.pngPortal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Jean Baptiste Boisduval