Jean-Christophe Boullion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jean-Christophe Boullion
Jean-Christophe Boullion 2007 Mil Milhas Brasil.jpg
Boullion nas Mil Milhas Brasil de 2007.
Informações pessoais
Nome completo Jean-Christophe Joël Louis Boullion
Nacionalidade francês
Nascimento 27 de dezembro de 1969 (50 anos)
Saint-Brieuc, França
Registros na Fórmula 1
Temporadas 1995
GPs disputados 11
Títulos 0 (16º em 1995)
Vitórias 0 (5º no Grande Prêmio da Alemanha de 1995)
Pódios 0
Pontos 3
Pole positions 0
Primeiro GP Mónaco GP de Mônaco, 1995
Último GP Flag of the Pacific Community.svg GP do Pacífico, 1995
Registros nas 24 Horas de Le Mans
Edições 1994, 1997–1998, 2000–2003, 2005, 2007–2011
Equipes 2 (Hommell, DAMS, JB Racing, Racing Organisation Course,
Pescarolo Sport e Rebellion Racing
Melhor resultado (2005)
Vitórias em classe(s) 0

Jean-Christophe Joël Louis Boullion (Saint-Brieuc, 27 de dezembro de 1969) é um ex-automobilista francês.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Estreou no automobilismo em 1982, disputando provas de kart, e aos 18 anos de idade migrou para os monopostos. A primeira categoria como piloto profissional foi a Fórmula Ford 1600, em 1989. No ano seguinte, venceu o campeonato com 200 pontos na classificação - em 10 provas, Boullion venceu 9.

Participou também da Fórmula 3 francesa entre 1991 e 1992, tendo como melhor resultado um 4º lugar na temporada de 1992. Na Fórmula 3000, disputou 17 corridas e foi campeão em 1994, com 3 vitórias. Mesmo assim, não conquistou vaga no grid da Fórmula 1 em 1995.

A curta passagem pela Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Boullion assinou com a equipe Williams para exercer a função de test-driver. Porém, a Sauber decide afastar Karl Wendlinger após o GP da Espanha[1] e promove a estreia do francês no GP de Mônaco, chegando na oitava posição. Mesmo com desempenho razoável nas corridas, Boullion tinha como ponto mais baixo os treinos classificatórios - a melhor posição de largada foi um 13º lugar no GP da Europa.

Boullion chegou 2 vezes na zona de pontuação - foi 5º colocado no GP da Alemanha e 6º na Itália, obtendo 3 pontos e a 16ª posição na classificação geral. Após a etapa do Pacífico, a Sauber promoveu a volta de Karl Wendlinger à titularidade, e Boullion voltou à função de test-driver da Williams, que exerceria também na Jordan e na Tyrrell até 1998, quando deixou a categoria para dedicar-se às categorias de protótipos.

24 Horas de Le Mans[editar | editar código-fonte]

Nas 24 horas de Le Mans, foram 13 participações, principalmente ao serviço da Pescarolo Sport, pela qual competiu entre 2001 e 2003, em 2005 e de 2007 a 2009 - chegou a disputar as Mil Milhas Brasil de 2007, ao lado de seus compatriotas Emmanuel Collard e Romain Dumas. Encerrou sua carreira em 2012, aos 42 anos.

Referências

  1. «Bouillon, esordio con brivido» (em italiano). La Stampa. 26 de maio de 1995 
Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.