Jean-Christophe Yoccoz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jean-Christophe Yoccoz
Jean-Christophe Yoccoz no Instituto de Pesquisas Matemáticas de Oberwolfach, 2005
Nascimento Jean-Christophe Lucien Yoccoz
29 de maio de 1957
Paris
Morte 3 de setembro de 2016 (59 anos)
Paris
Nacionalidade francês
Cidadania França
Progenitores
  • Jean Yoccoz
Alma mater Escola Normal Superior de Paris, École Polytechnique
Ocupação matemático, professor(a) universitário(a), jogador de xadrez
Prêmios Prêmio Salem (1988), Medalha Fields (1994)
Empregador Collège de France
Orientador(es) Michael Herman
Orientado(s) Sylvain Crovisier, Ricardo Perez-Marco
Campo(s) matemática
Tese 1985

Jean-Christophe Yoccoz (Paris, 29 de maio de 1957 – Paris, 3 de setembro de 2016[1]) foi um matemático francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Yoccoz frequentou o Lycée Louis-le-Grand, durante o qual foi medalhista de prata na Olimpíada Internacional de Matemática de 1973 e medalhista de ouro em 1974. Ele entrou na École Normale Supérieure em 1975, e completou uma agrégation em matemática em 1977. Após completar o serviço militar no Brasil, ele completou seu doutorado. sob Michael Herman em 1985 no Centre de mathématiques Laurent-Schwartz, que é uma unidade de pesquisa operada em conjunto pelo Centro Nacional Francês de Pesquisa Científica (CNRS) e Ecole polytechnique. Ele assumiu um cargo na Universidade de Paris-Sud em 1987 e tornou-se professor no Collège de France em 1997, onde permaneceu até sua morte. Ele era um membro do Bourbaki.[2][3][4][5][6][7][8]

Yoccoz ganhou o Prêmio Salem em 1988. Ele foi um palestrante convidado no Congresso Internacional de Matemáticos em 1990 em Kyoto, e foi premiado com a Medalha Fields no Congresso Internacional de Matemáticos em 1994 em Zurique. Ele ingressou na Academia Francesa de Ciências e na Academia Brasileira de Ciências em 1994, tornou-se chevalier na Legião de Honra Francesa em 1995 e recebeu a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico em 1998.[8][9][10]

Trabalho matemático[editar | editar código-fonte]

Yoccoz trabalhou na teoria dos sistemas dinâmicos , suas contribuições incluem avanços na teoria KAM e a introdução do método dos quebra-cabeças de Yoccoz, uma técnica combinatória que se mostrou útil para o estudo de conjuntos de Julia.[8]

Publicações notáveis[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Mort du mathématicien Jean-Christophe Yoccoz, médaillé Fields en 1994». Le Monde.fr (em francês). Consultado em 9 de setembro de 2016 
  2. Mashaal, Maurice (2006), Bourbaki: a secret society of mathematicians, ISBN 978-0-8218-3967-6, American Mathematical Society, p. 19 
  3. «Yoccoz biography». Consultado em 6 de setembro de 2016 
  4. «Ciência se despede de matemático francês Jean-Christophe Yoccoz». Consultado em 6 de setembro de 2016 
  5. Jean-Christophe Yoccoz (em inglês) no Mathematics Genealogy Project
  6. Administrator. «Des mathématiciens». Consultado em 6 de setembro de 2016 
  7. «Jean-Christophe Yoccoz's results». Olimpíada Internacional de Matemática 
  8. a b c «Jean-Christophe Yoccoz † › Heidelberg Laureate Forum». Consultado em 6 de setembro de 2016 
  9. «International Mathematical Union (IMU)». Consultado em 6 de setembro de 2016 
  10. «Fields Medals and Nevanlinna Prize 1994». Consultado em 6 de setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Vladimir Drinfeld, Vaughan Jones, Shigefumi Mori e Edward Witten
Medalha Fields
1994
com Efim Zelmanov, Pierre-Louis Lions e Jean Bourgain
Sucedido por
Richard Borcherds, William Timothy Gowers, Maxim Kontsevich e Curtis McMullen


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.