Jean-Claude Forest

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jean-Claude Forest (Perreux-sur-Marne, 11 de setembro de 1930Paris, 29 de dezembro de 1998) foi um escritor e ilustrador francês, conhecido como o criador da heroína de ficção científica Barbarella.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado nos anos 1950 pela Escola de Desenho de Paris, Forest começou a trabalhar como ilustrador, principalmente de histórias em quadrinhos. Seus trabalhos eram publicados em veículos variados, de tirinhas a capas desenhadas de diversas revistas e jornais, como o France Soir.

No começo dos anos 1960, junto com o cineasta Alain Resnais, ajudou a fundar o Clube Francês de Tiras de Quadrinhos.

Criador de heroínas sexies que se tornaram populares na França, como 'Marie Mathématique', 'Bébé Cyanure' e 'Hypocrite' Forest alcançou fama mundial quando publicou a primeiro dos livros em quadrinhos sobre Barbarella, em 1962. Os quadrinhos tornaram-se um bestseller imediato e foram traduzidos em doze línguas. Em 1968 a história foi adaptada para o cinema no filme Barbarella, por Terry Southern (roteiro) e Roger Vadim (direção), com Forest atuando como consultor e Jane Fonda no papel da liberal heroina.

Além da obra pelo qual se tornou mais famoso, ele também criou diversos 'cartoons' e livros de HQ, além de escrever roteiros para a televisão francesa.

Sofrendo de uma severa asma por muito anos, veio a falecer em 1998, aos 68 anos de idade.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. omelete.com.br, 13/03/2002: François Schuiten premiado em Angoulêmme, acessado em 1 de setembro de 2009

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Philippe Lefèvre-Vakana, L'art de Jean-Claude Forest, Éditions de l'An 2, 2004. (ISBN 284856024X)

Fonte da tradução[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]