Jean-Jacques Flatters

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jean-Jacques Flatters
Nascimento 6 de novembro de 1786
Krefeld
Morte 19 de agosto de 1845 (58 anos)
Paris
Cidadania França
Filho(s) Paul Flatters
Ocupação escultor
Busto de Turenne por Jean-Jacques Flatters c. 1834

Jean-Jacques Flatters (6 de novembro de 1786 – 19 de agosto de 1845) foi um escultor neoclássico francês. Foi o pai do tenente-coronel Paul Flatters, que liderou uma trágica missão ao Saara em 1881.

Jean-Jacques Flatters nasceu em em Krefeld, Vestfália.[1] Veio da Vestfália para Paris para estudar escultura e pintura.[2] Foi aluno de Jean-Antoine Houdon (1741-1828) e Jacques-Louis David (1748-1825).[2] Flatters começou a expor no Salon em 1810.[3] Em 25 de setembro de 1813, ganhou o segundo prémio de escultura no Prix de Rome.[4] Jean-Jacques Flatters serviu no exército francês de fevereiro a julho de 1814, no encerramento do Primeiro Império Francês.[2]

Fontes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Garric.
  2. a b c Porch 2005, p. 87.
  3. Siler 1984, p. 221.
  4. Poulet 2005, p. 374.