Grupo µ

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Jean-Marie Klinkenberg)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Grupo µ em 1970: F. Pire, J.-M. Klinkenberg, H. Trinon, J. Dubois, F. Edeline, P. Minguet.

Grupo interdisciplinar de linguistas e semióticos belgas da Universidade de Lieja, também conhecido como "Grupo de Lieja", inicialmente formado por Jacques Dubois, Francis Édeline, Jean-Marie Klinkenberg, Philippe Minguet, Francis Pire, Hadelin Trinon (hoje, de Édeline e de Klinkenberg), e firmando os seus trabalhos estruturais do nome colectivo de Grupo µ (inicial de "[metáfora]"), como Nicolas Bourbaki em matemáticas.

Obra[editar | editar código-fonte]

O seu livro Retórica geral (1970) é um momento importante no movimento de fundação da poética como ciência das formas literárias em geral e de reformulação contemporânea da retórica.

A originalidade de Retórica da poesia (1977) reside no tratamento semântico da questão da especificidade do poético : é por uma estruturação particular das formas do conteúdo que o poema se define, e não pelos procedimentos que afetam unicamente o domínio do significante. Retomando os conceitos retóricos a partir da noção de isotopia, os autores fazem ver como o poema organiza uma visão nova e fantasmática do universo. As análises propostas a título de exemplo vão da literatura da Idade Média até a poesia caligramatica atual.

Traité du signe visuel (1992), uma contribuição importante à semiótica visual, é uma gramática geral do linguagem visual (plástico e icónico), que permite a produção duma retórica visual.

O Grupo µ trabalha hoje sobre os fundamentos cognitivos do sentido.

Selecção bibliográfica[editar | editar código-fonte]

  • Retórica geral, São Paulo, Editora Cultrix, Editora da Universidade de São Paulo (J. Dubois, F. Édeline, J.-M. Klinkenberg, Ph. Minguet, F. Pire, H. Trinon), 1974, tradução de Carlos Felipe Moisés, Duílio Colombini e Elenir de Barros, coordenação e revisão geral de Massaud Moisés (texto francês : 1970).
  • Retórica da poesia. Leitura linear, leitura tabular, São Paulo, Editora Cultrix, Editora da Universidade de São Paulo, 1980 (J. Dubois, F. Édeline, J.-M. Klinkenberg, Ph. Minguet), tradução de Carlos Felipe Moisés (texto francês : 1977).
  • Tratado del signo visual. Para una retórica de la imagen (F. Édeline, J.-M. Klinkenberg, Ph. Minguet), Madrid, Cátedra ( = Signo e imagen), 1993 (texto francês : Editora Le Seuil, París, 1992).
  • Figuras, conocimiento, cultura. Ensayos retóricos, Universidad autónoma De México, 2003.