Jean Baptiste Leschenault de la Tour

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean Baptiste Leschenault de la Tour
Nome nativo Jean-Baptiste Leschenault de La Tour
Nascimento 13 de novembro de 1773
Morte 14 de março de 1826 (52 anos)
Paris
Cidadania França
Ocupação explorador, ornitólogo, botânico

Jean Baptiste Louis Claude Théodore Leschenault de la Tour (Chalon-sur-Saône, 13 de novembro de 1773Paris, 14 de março de 1826) foi um botânico e ornitólogo francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Entre 1800 e 1803 tornou-se botânico-chefe da expedição de Nicolas Baudin que navegou pelos mares da Austrália. Recolheu um grande número de novos espécimes entre 1801 e 1802 , porém em abril de 1803 ficou doente desembarcando em Timor.

Obrigado a passar os próximos três anos seguintes na Ilha de Java, aproveitou para conduzir o primeiro estudo botânico sério sobre esta ilha nunca visitada anteriormente por outros naturalistas, exceto numa curta investigação feita por Carl Peter Thunberg.

Voltou para a França em julho de 1807 com uma enorme coleção de plantas e pássaros. Os pássaros javaneses foram descritos por Georges Cuvier e por Louis Jean Pierre Vieillot. Leschenault também permitiu Coenraad Jacob Temminck ter acesso às suas anotações e amostras. Sua coleção de plantas permitiu-lhe obter uma pensão do governo francês.

Em maio de 1816, viajou para a Índia com o objetivo de recolher plantas novas e criar um jardim botânico em Pondicherry. Recebendo a permissão do governo britânico viajou para Madras, Bengala e a ilha do Ceilão.

Enviou plantas e sementes que coletou para a ilha de Reunião (departamento francês) para lá serem cultivadas. Nesta remessa foram incluídas duas variedades de cana-de-açúcar e seis variedades de algodão.

Retornou a França em 1822, onde foi condecorado com a Legião de Honra.

Menos de um ano após a sua chegada, embarcou para a América do Sul. Visitou o Brasil, as Guianas Holandesa e Francesa. Introduziu em Caiena diferentes variedades de chá. Devido à sua saúde debilitada, foi forçado a retornar após 18 meses de estadia.

Diversos pássaros foram nomeados em sua homenagem, entre os quais:

O gênero botânico Leschenaultia também foi nomeado em sua homenagem.

Referências gerais[editar | editar código-fonte]


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.