Jean Bart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jean Bart
Nome nativo Jean Bart
Nascimento 21 de outubro de 1651
Dunquerque
Morte 27 de abril de 1702 (50 anos)
Dunquerque
Cidadania França
Ocupação Corsário
Prêmios Cavaleiro da Ordem Real e Militar de São Luís
Estátua em homenagem a Jean Bart na praça Jean Bart em Dunquerque. Criado por David d'Angers, no 1845
O Place Jean Bart, no centro de Dunquerque

Jean Bart (Dunquerque, 21 de Outubro de 1650 - Dunquerque, 27 de Abril de 1702), foi um corsário francês que ficou célebre pelos seus sucessos durante as guerras de Luis XIV, para quem trabalhava e que o fará nobre em 1694.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jean Bart começa a navegar a partir dos 12 anos.Faz sua estreia nas águas do mar, na esquadra holandesa comandada por Michiel de Ruyter.

Quando em 1672 estala a guerra entre a França e as Províncias Unidas Bart entra ao serviço dos Franceses sendo um dos corsários de Dunquerque. No Mediterrâneo ganhará distinção, onde teve uma comissão irregular, pois as suas origens modestas impediam-no de receber o comando de um navio No entanto ele teve tanto sucesso que é promovido a Tenente em 1679 e muito rapidamente a Capitão e a Almirante

Durante a Guerra dos Nove Anos (1688-1697), Bart obteve os seus maiores sucessos:

  • Em 1689, no começo da guerra foi capturado pelos ingleses, conjuntamente com Claude de Forbin, e é aprisionado em Plymouth. 3 dias mais trade os dois evadem-se e fogem para a Bretanha num barco a remos comjuntamente com mais 20 marinheiros.
  • Em 1691 ele escapa ao bloqueio de Dunquerque e aterroriza a frota mercante Inglesa e as costas escocesas onde destrói um castelo e 4 aldeias.
  • Em 29 de Junho de 1694 captura um comboio holandês carregado com cereais (trigo) , e assim salva Paris da fome provocada pelo bloqueio Alglo-Holandês. Esta acção torna-o extremamente popular, para além de ser codecorado com a Ordem de São Luis.
  • Em 17 de Junho de 1696 obtém uma grande vitória no Dogger Bank destruindo mais de 80 navios mercantes Holandeses. Pela sua conduta nesta batalha, o corsário é nomeado Chefe de Esquadra da provincia da Flandres.

A paz de Reswick coloca um ponto final na sua carreira.

Jean casou duas vezes e teve 14 filhos, sendo que um deles, François Cornil, seguiu a carreira do pai tendo alcançado o posto de Vice-Almirante.

Bart morreu de pleurisia em 27 de abril de 1702 aos 52 anos e está sepultado na sua cidade natal na Igreja de Santo Elóia.

Navios com o nome Jean Bart[editar | editar código-fonte]

Ao longo de dois séculos, a Marinha Francesa deu o nome de Jean Bart a 27 navios, de entre os quais estão: