Jean Duret

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean Duret
(1563-1629)
medicus Francicus
Data de nascimento 1563
Local de nascimento Paris,  França
Data de morte 30 de agosto de 1629
Local de morte Paris,  França
Ocupação Médico dos reis da França Carlos IX, Henrique III e também de Maria de' Medici

Jean Duret (Paris, 1563  — Paris, 30 de agosto de 1629) foi médico particular dos reis da França Carlos IX, Henrique III e de Maria de' Medici. Foi também presidente de Chevry, intendente das finanças e membro do Colégio Real.

Jean Duret era filho de Louis Duret (1527-1586) e irmão de Charles Duret de Chevry (1564-1636) (1564-1636).

Foi também médico do Cardeal de Burbon[1] . Casou-se com Renée Luillier (* 1565 - 16 de Julho de 1622), filha de Nicolas Luillier, presidente da Câmara das Contas. Conta-se que ele salvou a vida dela, afetada por uma doença muito grave.

Estudou na Universidade de Paris, licenciou-se em 18 de Junho de 1584 e doutorou-se em 4 de Setembro do mesmo ano. Depois da morte do seu pai, em 1586, o sucedeu na cadeira do Colégio Real, porém catorze anos depois, pede demissão em favor de Pierre Séguin[2] , porém este último só assume a função em 1594. Um fato inusitado, ocorrido em 1607, o coloca em cena junto com os médicos Simon Piètre[3] , Jacques Duval (1555-1615)[4] e Christophe Cachet (1572-1624)[5] , a propósito de uma litíase observada na filha de seis anos do Marquês de Themines[6] , Mademoiselle de Montluc. O caso causou comoção e deu origem a uma troca de cartas e epigramas.

Adversário determinado de Paracelso, ele tomou parte nas lutas contra o antimônio, na virada do século, junto com Jean Riolan, o Jovem[7] . Ele editou o curso de seu pai, Louis Duret, e publicou um tratado sobre a peste. Um acidente vascular cerebral o deixou paralisado e ele morreu pouco tempo depois. Jean Duret foi um médico habilidoso e ardente partidário da Liga Católica contra Henrique de Navarra. Certa vez, confessou ao cardeal Jacques Du Perron, que Henrique IV merecia a vacina de César, o que significava para ele, pílulas cesarianas (em alusão ao corte feito durante a operação) ou vinte-e-três golpes de punhal. Foi sucessor de seu pai no Colégio Real, e se tornou médico da Maria de' Medici em 1610, depois da morte de Henrique IV.

Em 1608, a faculdade o destitui dos seus direitos de regência por se haver comprometido com Turquet de Mayerne[8] . Diz-se que ele odiava o charlatanismo, a astrologia médica e preferia a recomendação de dietas. Em casos de varíola utilizava o sangramento e isto ia contra o conselho do parlamento. Hugues de Salins[9] afirma ter ele testemunhado a morte de François Viète.

Ele morreu de um acidente vascular cerebral em 30 de Agosto de 1629.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Advis sur la maladie, Paris, Claude Morel, 1619 [sobre a peste]
  • Un Commentaire sur les 58 dernières prénotions coaques, com isso termina a obra de seu pai com muito carinho para a medicina hipocrática.

Referências

  1. Carlos I, Cardeal de Burbon (1523-1590) (* Castelo de La Ferté-sous-Jouarre, 22 de Setembro de 1523 - † Fontenay-le-Comte, 9 de Maio de 1590), arcebispo de Ruão e chefe da Liga Católica.
  2. Jean Martin - La Cour de France du Moyen Âge au XIXe siècle
  3. Simon Piètre (1565-1618), cognominado O Grande, (* Paris, 1565 - Paris, 24 de Junho de 1618), médico e doutor em Medicina da Universidade de Paris.
  4. Jacques Duval, Senhor de Hectomare e de Houvel (1555-1615), médico e professor de Medicina.
  5. Christophe Cachet, (* Neufchâteau, 1572 - Nancy, 1624), médico particular do Henrique II, Duque de Lorena (1563-1624).
  6. Pons de Lauzières-Thémines, Marquês de Thémines (1553-1627), marechal da França.
  7. Jean Riolan, O Jovem (1577-1657) (* Paris, 15 de Fevereiro de 1577/1580 - † Paris, 19 de Fevereiro de 1657), médico e botânico francês.
  8. Théodore de Mayerne (1573-1654) (* Genebra, 28 de Setembro de 1573 - Chelsea, 22 de Março de 1655), foi um médico e químico suíço, propagador das teorias de Paracelso.
  9. Hugues de Salins (1632-1710) (* Beaune, 3 de Dezembro de 1632 - Meursault, 28 de Setembro de 1710, foi um humanista, médico e erudito francês.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre médicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.



Portal A Wikipédia possui o portal: