Jean Giraud

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde outubro de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jean Giraud
Moebius em 2008.
Nome completo Jean Henri Gaston Giraud
Pseudónimo(s) Gir, Moebius
Nascimento 18 de maio de 1938 (79 anos)
Nogent-sur-Marne, França
Morte 10 de março de 2012 (73 anos)
Paris, França
Nacionalidade francês
Principais trabalhos Blueberry - Little Nemo - O Incal
Área Cartunista, escritor e arte-finalista
Página oficial
Website oficial

Jean Giraud (8 de maio de 1938 - 10 de março de 2012) foi um artista francês de história em quadrinhos que também colaborou na produção de diversos filmes. Giraud é também conhecido pelos pseudônimos de Moebius e Gir. Ele começou a publicar suas primeiras tiras aos 18 anos, logo tornando-se um dos ilustradores mais consagrados da Europa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Jean Giraud nasceu em uma família humilde, em 8 de maio de 1938, na cidade francesa de Nogent-sur-Marne.[1]

Sua primeira história publicada foi "Frank et Jeremie" para a revista Far West, em 1956, publicada antes de seus 18 anos. Ainda na década de 50, fez quadrinhos para a Sitting Bull, Fripounet et Marisette, Âmes Vaillantes e Coeurs Vaillants. Sua carreira foi interrompida pelo serviço militar que prestou na Argélia.

Retorno e consagração[editar | editar código-fonte]

Ao retornar, se tornou aprendiz de Joseph Gillain, o "Jijé", um dos principais quadrinistas europeus da época, com quem colaborou na revista Jerry Spring.[2] Giraud foi por ele indicado para desenhar a série de faroeste Blueberry, que seria publicada pela revista Pilote.

Em 1963, Moebius aparece pela primeira vez na revista Hara Kiri. Nela, foram publicadas 21 tiras em 1963 e 64, e então se passou quase uma década até que o pseudônimo fosse utilizado novamente. Em geral, Giraud assina como Moebius em seus trabalhos de ficção científica e fantasia, que costumam ser mais experimentais.

Em 1974, ele formou os Humanoïdes Associés junto com Jean-Pierre Dionnet, Philippe Druillet e Bernard Farkas. No mesmo ano, lançaram a revista de fantasia e ficção científica Métal Hurlant, que se tornaria muito influente. Já em seu primeiro volume, a capa era de Moebius e Philippe Druillet, e havia as primeiras histórias de Artsach e Major Grubert. A maior parte de seu trabalho na revista foi republicada depois.

Sua parceria com o escritor chileno Alejandro Jodorowsky iniciou-se em 1975. Com ele, lançou muitos trabalhos, sendo O Incal a obra de maior reconhecimento.

Nos anos 1980, produziu a graphic novel Surfista Prateado: Parábola em colaboração com Stan Lee.[3] Recebeu a Insígnia das Artes e das Letras, distinção dada pelo presidente francês, em 1985.[1]

Obras[editar | editar código-fonte]

Entre os diversos trabalhos de Giraud em quadrinhos, como artista ou roteirista, destacam-se:

Como Jean Giraud[editar | editar código-fonte]

  • Blueberry (29 volumes, English translation, 1965 -), artista (todos), escritos vol. 25 a 29.
  • Jim Cutlass (7 volumes, 1979 - 1999), artisat vol. 1, escritor 2 a 7.
  • XIII (volume 18, La Version irlandaise in 2007), artista.
  • Marshall Blueberry (3 volumes, 2000), escritor.
  • Le Cristal Majeur (3 volumes, 1986 - 1990), escritor (artista: Bati), Paris: Dargaud.

Como Moebius[editar | editar código-fonte]

  • Le Bandard fou (Tradução inglesa, 1975), texto e arte.
  • Arzach (Tradução inglesa, 1976), texto e arte.
  • L'Homme est-il bon? (Tradução inglesa, 1977), texto e arte.
  • Le Garage Hermétique ("The Airtight Garage", Tradução inglesa, 1976-1980) texto e arte.
  • Les Yeux du Chat (1978), arte.
  • Tueur de monde (1979), texto e arte.
  • l'Incal ("The Incal", 6 volumes, Tradução inglesa, 1981-1988), arte.
  • Les Maîtres du temps ("Time Masters, 1982), arte.
  • Venise céleste (1984), texto e arte.
  • Le Monde d'Edena (1985-2001), texto e arte.
  • Altor (7 volumes, 1986 - ), texto.
  • Silver Surfer: Parable (Original em Inglês, com texto de Stan Lee, 1988-1989), arte.
  • Escale sur Pharagonescia (1989), texto e arte.
  • The Long Tomorrow (Original em Inglês, 1989), artist
  • Les Vacances du Major (1992), texto e arte.
  • Le Coeur couronné ("The Crowned Heart", Tradução inglesa, 1992), arte.
  • Les Histoires de Monsieur Mouche (1994), arte.
  • Griffes d'Ange (1994), arte.
  • Little Nemo (1994), texto.
  • Ballades (1 volume, 1995), arte.
  • Après l'Incal (2000 - ), arte.
  • Icare (2005), texto.
  • Halo Graphic Novel (Original em Inglês, 2006), arte.
  • Panzer Dragon Saga (Video Game,Sega Saturn, 1995)http:// link: pdsoasis.thewilloftheancients.com/parallels.html

Cinema[editar | editar código-fonte]

No cinema, Giraud foi responsável pelo design, arte e/ou concepção visual dos seguintes filmes:

Referências

  1. a b «Cartunista francês Moebius morre aos 73 anos». G1. 10 de março de 2012. Consultado em 7 de outubro de 2017 
  2. Shiach, Kieran (9 de maio de 2016). «Master of the Elements: A Celebration Of Jean Giraud, AKA Moebius». Comics Alliance (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2017 
  3. Assis, Érico (10 de março de 2012). «Morre Moebius, um dos maiores nomes do quadrinho mundial». Omelete. Consultado em 7 de outubro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre autor ou ilustrador de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.