Jeepers Creepers 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jeepers Creepers 2
Jeepers Creepers 2[1] (PRT)
Olhos Famintos 2[2] (BRA)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2003 •  cor •  104 min 
Direção Victor Salva
Produção Tom Luse
Produção executiva Francis Ford Coppola
Bobby Rock
Kirk D'Amico
Lucas Foster
Roteiro Victor Salva
Elenco Ray Wise
Jonathan Breck
Gênero terror
Música Bennett Salvay
Direção de fotografia Don E. FauntLeRoy
Direção de arte Nanci Roberts
Figurino Jana Stern
Edição Ed Marx
Companhia(s) produtora(s) American Zoetrope
Capitol Films
Myriad Pictures
Distribuição 20th Century Fox
Metro-Goldwyn-Mayer
United Artists
Lançamento Estados Unidos 29 de agosto de 2003
Brasil 1 de janeiro de 2004[3]
Idioma inglês
Orçamento US$ 17 milhões[4]
Receita US$ 63 102 666[4]
Cronologia
Jeepers Creepers (2001)
Jeepers Creepers 3 (2017)
Página no IMDb (em inglês)

Jeepers Creepers 2 (no Brasil, Ohos Famintos 2; em Portugal, Jeepers Creepers 2) (também conhecido como Jeepers Creepers II)[5] é um filme americano de terror lançado em 2003, escrito e dirigido por Victor Salva.[6] Produzido pela American Zoetrope, Capitol Films e Myriad Pictures, foi distribuído pela United Artists, uma divisão da Metro-Goldwyn-Mayer. Contou com a produção executiva de Francis Ford Coppola. É a sequência de Jeepers Creepers e a trama de seu enredo se desenvolve alguns dias após os eventos deste, centrando-se em um fazendeiro obcecado em capturar o demônio alado conhecido como Creeper, o qual ataca uma equipe de basquetebol isolada em um ônibus escolar no meio de uma estrada. Os papéis principais são interpretados por Ray Wise e Jonathan Breck, que retorna como a criatura demoníaca.

Arrecadou mais de 63 milhões de dólares mundialmente, um faturamento ligeiramente superior ao do primeiro filme. Dividiu opiniões da crítica especializada, com alguns críticos o considerando superior ao antecessor, ao passo que outros avaliaram negativamente seus personagens, enredo e diálogos, ressaltando a ausência de "sustos" e "humor" presentes no original. O longa-metragem foi seguido por Jeepers Creepers 3, que recebeu lançamento limitado nos cinemas em 2017, catorze anos depois do segundo filme.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Alguns dias após os eventos do primeiro filme, a abominável criatura conhecida como "Creeper", que perseguiu os irmãos Trish e Darry Jenner, está no vigésimo segundo dia de seu ritual de alimentação. Disfarçado de espantalho em um milharal no interior dos Estados Unidos, ele sequestra o jovem Billy Taggart na frente de seu pai Jack e de seu irmão mais velho, Jack Jr. No dia seguinte, um ônibus escolar que transporta uma equipe de basquetebol, líderes de torcida e técnicos fica parado no meio da estrada, depois de ter um dos pneus atingido por uma shuriken feita à mão a partir de fragmentos de ossos.[7][8]

A líder de torcida Minxie Hayes tem uma visão de Billy e Darry, que tentam alertá-la sobre o Creeper. Nesse momento, outro pneu estoura e o ônibus para definitivamente. Todos saem do veículo para pedir ajuda, mas a criatura captura a motorista Betty Borman e os treinadores Charlie Hanna e Dwayne Barnes. Ao retornar, o monstro escolhe vários jovens como presas, entre eles Scott Braddock, Dante Belasco, Jake Spencer, Andy "Bucky" Buck e Deaundre "Double D" Davis.[9] Minxie tem outra visão, na qual Darry revela que o Creeper emerge a cada 23 anos e durante 23 dias se alimenta de carne humana, e ela informa isso ao restante do grupo.[10]

Depois de ouvir vários relatórios policiais, os Taggarts saem à caça do Creeper e logo fazem contato via rádio com o ônibus escolar. A criatura ataca Bucky, mas Rhonda perfura a cabeça do monstro com uma barra de ferro e ele vai embora por algum tempo. Em seguida, despenca, desfalecido, sobre o veículo. Uma das asas do monstro vai parar dentro do ônibus, e todos são forçados a passar por baixo dela. Quando chega a vez de Dante, a asa o agarra e, em seguida, ele é decapitado. O Creeper arranca a própria cabeça e a substitui pela de Dante. Os estudantes decidem deixar o ônibus para encontrar ajuda, mas a criatura retorna e os persegue em um campo, onde mata Jake e leva Scott.[11]

Taggart chega ao ônibus e ataca o Creeper com um arpão caseiro, no momento em que ele atacava Bucky novamente. O Creeper luta contra Taggart e consegue escapar depois de virar o ônibus. Rhonda, Izzy Cohen e Double D encontram uma caminhonete e tentam escapar, mas a criatura torna a persegui-los. Izzy empurra Rhonda para fora da caminhonete e então causa a colisão do veículo, ferindo tanto Double D quanto o Creeper, o qual perde um braço, uma perna e uma asa.[12] Izzy consegue sair dos destroços antes de a caminhonete explodir. O Creeper alcança Double D, mas Taggart aparece, arpoa o monstro na cabeça e o esfaqueia no peito repetidamente. Entretanto, antes de morrer, a criatura entra em estado de hibernação.[13]

Vinte e três anos depois, um grupo de adolescentes chega à fazenda dos Taggart, onde o Creeper se tornou uma espécie de atração turística chamada "Criatura do Inferno", confinada em um celeiro. Eles se deparam com Jack, agora idoso, ao lado de seu arpão, observando a carcaça do monstro. Quando os jovens perguntam se Taggart está à espera de algo, ele olha para o Creeper e diz: "daqui a uns três dias, um dia a mais, um dia a menos".[13]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Na ordem dos créditos finais:

  • Ray Wise interpretou Jack Taggart, um fazendeiro taciturno pai de Jack Jr. e Billy. Após o sequestro deste último pelo Creeper, torna-se obcecado pela ideia de capturar o monstro, constrói um arpão caseiro na caçamba de sua caminhonete e sai à caça do ser demoníaco.[7][9][14]
  • Jonathan Breck interpretou o Creeper, um terrível demônio alado que sai do estado de hibernação a cada 23 anos e durante 23 dias se alimenta de carne humana.[7][14]
  • Garikayi Mutambirwa interpretou Deaundre "Double D" Davis, estudante afro-americano e jogador de basquete da equipe Bannon. Junto de seus colegas e treinadores, está viajando em um ônibus escolar ao longo de uma remota estrada. Confronta Scott e sua atitude, enquanto tenta sobreviver ao ataque do Creeper.[14][15]
  • Eric Nenninger interpretou Scott Braddock, líder da equipe Bannon. Homofóbico e possivelmente racista, está preocupado apenas consigo mesmo e não gosta de Izzy por achar que este é gay. Ele incita a separação do grupo, dividindo os ocupantes do ônibus em duas classes: a que virou presa do monstro e a que foi rejeitada.[9][15]
  • Nicki Aycox interpretou Minxie Hayes, líder de torcida da equipe Bannon. Inexplicavelmente, ela começa a ter experiências psíquicas através das quais descobre as intenções do Creeper.[14][15]
  • Travis Schiffner interpretou Izzy Bohen, repórter do jornal da escola. Devido a sua suposta homossexualidade, a qual não fica explícita, sofre com brincadeiras e perguntas indiscretas de seus colegas.[14][9]
  • Lena Cardwell interpretou Chelsea Farmer, líder de torcida afro-americana e uma das sobreviventes da perseguição perpetrada pelo Creeper.[16]
  • Billy Aaron Brown interpretou Andy "Bucky" Buck, estudante nerd assistente dos jogadores. Tenta pedir ajuda pelo rádio quando o ônibus é atacado pelo Creeper.[14][17]
  • Marieh Delfino interpretou Rhonda Truitt, líder de torcida e namorada de Scott.[9]
  • Diane Delano interpretou Betty Borman, a motorista do ônibus escolar.[18]
  • Thom Gossom Jr. interpretou Charlie Hanna, um dos treinadores da equipe Bannon.[18]
  • Tom Tarantini interpretou Dwayne Barnes, outro treinador da equipe.[18]
  • Al Santos interpretou Dante Belasco, jogador da equipe Bannon e escolhido como uma das presas pelo Creeper.[9]
  • Josh Hammond interpretou Jake Spencer, outro jogador escolhido pelo monstro como presa.[9]
  • Kasan Butcher interpretou Kimball "Big K" Ward, outro jogador da equipe.[16]
  • Drew Tyler Bell interpretou Jonny Young, o jogador mais jovem do time. Fraco e egoísta, fica para trás quando o grupo decide deixar o ônibus. Ele tranca as portas do veículo e fica paralisado de medo, recusando-se a deixar os colegas entrarem no momento em que estes, perseguidos pelo Creeper, tentam retornar ao ônibus.[19]
  • Luke Edwards interpretou Jack Taggart Jr., filho mais velho de Taggart, que acompanha o pai durante a caça à criatura.[15]
  • Shaun Fleming interpretou Billy Taggart, filho mais novo de Jack, capturado pelo Creeper enquanto trabalhava no milharal da fazenda.[7]
  • Justin Long interpretou Darry Jenner, personagem do primeiro filme, em participação especial. Desempenha importante papel ao aparecer nas visões de Minxie para alertá-la sobre o perigo que todos estão correndo.[14][9][8]

Somam-se ao elenco os seguintes atores, interpretando papéis menores: Bob Papenbrook (homem em uma perua), Jon Powell (Jack Jr. mais velho), Marshall Cook, Joe Reegan e Stephanie Denise Griffin (jovens que visitam a fazenda no final do filme).[18]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O longa-metragem estreou em 3 124 cinemas da América do Norte e obteve uma receita bruta doméstica de 35 667 218 dólares. Internacionalmente, arrecadou 27 435 448 dólares, totalizando um faturamento mundial de 63 102 666 dólares, ligeiramente superior ao do primeiro filme.[4]

Ultrapassou seu predecessor, Jeepers Creepers, tornando-se o novo recordista nas bilheterias de estreia do fim de semana do Labor Day e manteve esse recorde até 2005, quando perdeu o posto para Transporter 2.[20] Em 2015, Jeepers Creepers 2 ainda ocupava o quinto lugar em bilheteria no fim de semana do referido feriado, bem como o primeiro filme ainda estava na sétima posição.[20] Considerando-se apenas filmes estreados antes desse feriado, Jeepers Creepers 2 detém o nono lugar entre as produções lançadas após o fim de semana de quatro dias do Labor Day de 2015.[21]

Crítica[editar | editar código-fonte]

No website Rotten Tomatoes, que reúne avaliações de críticos profissionais, o filme recebeu 23% de revisões positivas, o que corresponde a uma classificação média de 4,2/10. O consenso do site afirma: "Jeepers Creepers 2 é um filme feito com competência, mas não tem os sustos do original."[22] O Metacritic, por sua vez, atribuiu uma pontuação de 36/100 ao longa-metragem, com base em 29 revisões de críticos convencionais.[5] O público que contribui com o site de pesquisa de mercado CinemaScore atribuiu ai filme uma nota média "C+" em uma escala que vai de A+ a F.[23]

Em crítica publicada na Variety, Andy Klein escreveu: "Poucas coisas são mais assustadoras do que a sequência de um filme ruim, entretanto, de fato, Jeepers Creepers 2 é substancialmente melhor que seu antecessor, embora esteja estritamente dentro dos limites bem definidos do gênero."[7] Ao The Hollywood Reporter, Michael Rechtshaffen escreveu: "A sequência deixou os arrepios assustadores, mas falta um pouco mais de sustos."[24] Escrevendo para o Chicago Sun-Times, Roger Ebert atribuiu uma de quatro estrelas ao filme e afirmou: "Jeepers Creepers 2, de Victor Silva, nos fornece uma criatura de primeira classe, uma história de quarta categoria e diálogos possivelmente criados ao se alimentar o roteiro em um fabricante de massas."[25]

No The New York Times, Dave Kehr escreveu que a criatura carece de personalidade quando o conceito é reformulado em uma série de filmes.[26] Em crítica publicada no Los Angeles Times, Gene Seymour escreveu que a sequência não tem o humor do primeiro filme e os protagonistas adolescentes são irritantes demais para atrair grande parte da simpatia do público. No entanto, o crítico elogiou o desempenho de Ray Wise.[27] Ao The A.V. Club, Nathan Rabin escreveu uma resenha positiva, na qual enfatizou que o filme é um exemplo de "continuação rara que não é apenas maior do que seu antecessor, mas também melhor."[28]

Referências

  1. Jeepers Creepers 2 (em português) no CineCartaz (Portugal)
  2. Olhos Famintos 2 (em português) no AdoroCinema (Brasil)
  3. «Olhos Famintos 2». e-Pipoca. Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 3 de março de 2019 
  4. a b c «Jeepers Creepers 2». Box Oficce Mojo (em inglês). Consultado em 2 de março de 2017. Cópia arquivada em 21 de janeiro de 2019 
  5. a b «Jeepers Creepers II». Meatcritic (em inglês). Consultado em 1 de março de 2019. Cópia arquivada em 4 de junho de 2018 
  6. Turner Broadcasting System, Time Warner. «Jeepers Creepers 2». Turner Classic Movies (em inglês). Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2017 
  7. a b c d e Klein, Andy (28 de agosto de 2003). «Jeepers Creepers 2». Variety.com. Variety (em inglês). Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2018 
  8. a b Patrizio, Andy (19 de dezembro de 2003). «Jeepers Creepers 2». IGN (em inglês). Consultado em 3 de março de 2019. Cópia arquivada em 31 de maio de 2018 
  9. a b c d e f g h Tavares, Jackson (1 de dezembro de 2014). «Olhos Famintos 2: Contenha o seu medo». Música e Cinema. Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 22 de junho de 2017 
  10. Salva 2002, p. 51-58.
  11. Salva 2002, p. 70-94.
  12. Salva 2002, p. 94-103.
  13. a b «Jeepers Creepers 2 (2003) ending / spoiler» (em inglês). Moviemistakes.com. Consultado em 3 de março de 2019. Cópia arquivada em 3 de janeiro de 2016 
  14. a b c d e f g Lloyd, Christopher (29 de agosto de 2003). «'Creepers 2' a guilty, gory pleasure». Gainesville.com. The Gainesville Sun (em inglês). Consultado em 3 de março de 2019. Cópia arquivada em 3 de março de 2019 
  15. a b c d «"JEEPERS CREEPERS 2" (2003)» (em inglês). ScreenIt.com. Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 21 de novembro de 2014 
  16. a b «Jeepers Creepers 2 (2003)». Black Horror Movies (em inglês). Consultado em 3 de março de 2019. Cópia arquivada em 3 de março de 2019 
  17. Dinnebier, Kent (22 de agosto de 2003). «Billy Aaron Brown to debut in upcoming horror film». nonpareilonline.com. The Daily Nonpareil (em inglês). Consultado em 3 de março de 2019. Cópia arquivada em 3 de março de 2019 
  18. a b c d «Jeepers Creepers 2 Cast and Crew». TV Guide (em inglês). Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 3 de março de 2019 
  19. «Jonny Young». Fandom (em inglês). Consultado em 3 de março de 2019. Cópia arquivada em 3 de março de 2019 
  20. a b «All Time Labor Day Weekends - Opening Weekends». Box Office Mojo (em inglês). Consultado em 3 de março de 2019. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2018 
  21. «All Time Labor Day Weekends - All Movies». Box Office Mojo (em inglês). Consultado em 3 de março de 2019. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2019 
  22. «Jeepers Creepers 2 (2003)». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 1 de março de 2019. Cópia arquivada em 2 de dezembro de 2017 
  23. «Cinemascore :: Movie Title Search». CinemaScore (em inglês). Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2018 
  24. Rechtshaffen, Michael (29 de agosto de 2003). «Jeepers Creepers 2». hollywoodreporter.com. The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 2 de março de 2019. Arquivado do original em 14 de agosto de 2006 
  25. Ebert, Roger (29 de agosto de 2003). «Jeepers Creepers 2». RogerEbert.com. The Chicago Sun-Times (em inglês). Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 9 de julho de 2018 
  26. Kehr, Dave (29 de agosto de 2003). «FILM REVIEW; Teenagers Make the Best Hors d'Oeuvres». nytimes.com. The New York Times (em inglês). Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 10 de julho de 2018 
  27. Seymour, Gene (29 de agosto de 2003). «Unnecessary sequel creeps in once again». www.latimes.com. Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 5 de março de 2016 
  28. Rabin, Nathan (2 de setembro de 2003). «Jeepers Creepers 2». The A.V. Club (em inglês). Consultado em 2 de março de 2019. Cópia arquivada em 2 de março de 2019 

Obra citada[editar | editar código-fonte]