Jeff Strasser

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jeff Strasser
Informações pessoais
Nome completo Jeff Strasser
Data de nasc. 5 de outubro de 1974 (44 anos)
Local de nasc. Luxemburgo,  Luxemburgo
Altura 1,89 m
Informações profissionais
Equipa atual Alemanha Kaiserslautern
Posição Treinador (Ex-zagueiro)
Clubes de juventude
1992–1993 Luxemburgo Union Luxembourg
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos)
1993–1999
1999–2002
2002–2006
2006–2007
2007–2009
2009
2009–2010
2010
França Metz
Alemanha Kaiserslautern
Alemanha Borussia Mönchengladbach
França Strasbourg
França Metz
Luxemburgo Fola Esch
Suíça Grasshopper
Luxemburgo Fola Esch
00067 000(1)
00081 000(7)
00113 000(3)
00026 000(1)
00039 000(0)
00002 000(1)
00006 000(0)
00001 000(0)
Seleção nacional
1993–2010 Flag of Luxembourg.svg Luxemburgo 00096 000(7)
Times/Equipas que treinou
2010
2010–2017
2017–
Luxemburgo Fola Esch (categorias de base)
Luxemburgo Fola Esch
Alemanha Kaiserslautern

Jeff Strasser (Luxemburgo, 5 de Outubro de 1974) é um treinador e ex-futebolista luxemburguês que atuava como zagueiro. Atualmente, dirige o Kaiserslautern.

Um dos poucos futebolistas de Luxemburgo a ser bem sucedido fora do país, Strasser foi eleito duas vezes o atleta luxemburguês do ano (1999 e 2001).

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sua carreira teve inicio nas categorias de base do extinto Union Luxembourg. Apenas uma temporada após chegar as categorias de base do clube local, deixou o mesmo e seguiu para o pequeno clube do futebol francês Metz. Neste, esteve presente nas campanhas que culminaram no título e vice-campeonato da Copa da Liga Francesa em 1996 (nesta, esteve fora da final) e 1999, respectivamente.

As sete temporadas seguintes à final de 1999, passou no futebol alemão. As três primeiras foram no Kaiserslautern, clube que havia surpreendido duas temporadas antes após o título alemão na temporada seguinte ao seu retorno da segunda divisão. No entanto, apesar das boas campanhas do clube nas três temporadas em que Strasser esteve presente (quinto, oitavo e sétimo colocado no campeonato, respectivamente), não conseguiu nenhum título. Deixou o clube após 106 partidas e nove gols.

Seu clube seguinte na Alemanha foi o Borussia Mönchengladbach, onde permaneceu suas outras quatro temporadas de futebol alemão. Ao contrário de sua passagem pelo Kaiserslautern, o Borussia não fez boas campanhas durante sua estadia. A melhor colocação obtida pelo clube foi uma décima posição, na última temporada de Strasser no clube. Após essa, deixou o clube e retornou ao futebol francês, acertando com o Strasbourg. Ao todo, disputou 129 partidas e marcou três tentos.

Sua passagem pelo novo clube durou apenas uma temporada, participando da campanha que garantiu o retorno à Ligue 1, após obter a terceira posição. Na campanha, esteve presente em 26 partidas, marcando em um partida. O título da segunda divisão havia ficado com seu antigo clube, o Metz. E para este, seguiu após deixar o Strasbourg.

Em sua primeira temporada após seu retorno ao clube, sofreu com lesões durante o campeonato, terminando o mesmo com apenas dezessete partidas. Para sua infelicidade, o Metz terminou o campeonato em último, sendo rebaixado. Ironicamente, o Strasbourg também, na posição anterior. Apesar do rebaixamento, permaneceu, participando de mais 22 partidas pelo clube.

Mesmo tendo a intenção de se aposentar, assinou um contrato de duas temporadas com o Fola Esch, clube de seu país natal.[1][2] No entanto, sua passagem durou apenas 17 dias e duas partidas, deixando o mesmo e assinando um contrato de uma temporada com o suíço Grasshopper.[3][4] Porém, pouco atuou em sua passagem - apenas 9 partidas.

Após deixar o Grasshopper, anunciou sua aposentadoria[5] e aceitou uma proposta para se tornar treinador das categorias de base do Fola Esch.[6] Ainda chegou a disputar uma última partida pelo Fola antes de sua "promoção", recebendo oportunidade para se tornar o treinador da equipe principal do clube.[7] Exerceu o cargo até 2017, quando voltou ao Kaiserslautern para a disputa da segunda divisão alemã, substituindo Norbert Meier (Manfred Paula comandou o clube interinamente).

Seleção Luxemburguesa[editar | editar código-fonte]

Pela seleção luxemburguesa, Strasser fez sua estreia diante a Grécia, em outubro de 1993, partida disputada pelas eliminatórias da Copa de 1994.[8] Nas eliminatórias, apesar de os Leões vermelhos nunca terem se classificado para a fase final do torneio, Strasser disputou vinte e nove partidas,[9] das 96 pela seleção (marcando sete gols), tornando-se o jogador com mais participações pela seleção[10], ultrapassando o também zagueiro Carlo Weis.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de LuxemburgoSoccer icon Este artigo sobre futebolistas luxemburgueses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.