Jeremias (Turma da Mônica)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jeremias
Jeremias san.jpg
Língua original Português
Origem Brasil
Série(s) Turma da Mônica e Turma da Mônica Jovem

Jeremias é um personagem fictício das histórias em quadrinhos da Turma da Mônica, criado por Maurício de Sousa em 1960. Jeremias é o primeiro personagem negro da Turma da Mônica.[1] Jeremias faz parta da "Turma do Bermudão" que conta com personagens como Franjinha, Titi e Manezinho. Jeremias usa um boné que vermelho que pertenceu a seu avô, que usa para esconder uma calvície precoce.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Criado em 1960, um após os primeiros personagem da Turma da Mônica de Maurício de Sousa, o garoto Franjinha e seu cachorro Bidu.[1] O personagem foi criado com características do chamado blackface, um estilo de desenho usado para retratar personagens negros de forma exagerada com origens no teatro, o termo deriva das maquiagens usadas por atores caucasianos que interpretavam personagens negros, algo que que é visto como uma caracterização racista.[3][4] Ao longo dos anos, Jeremias perdeu essas características, assim personagens negros de outra publicação da Maurício de Sousa Produções, Turma do Pelezinho, inspirada no jogador Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.[5][6]


Em 2009, é lançado o primeiro álbum da trilogia Mauricio de Sousa por 50 artistas, idealizado pelo editor e jornalista Sidney Gusman em homenagem aos 50 anos de carreira de Mauricio de Sousa,[7] no ano seguinte, Jeremias ganha uma história solo no segundo álbum da trilogia produzida pelo quadrinista André Diniz.[8]

Em Novembro de 2011, durante o Festival Internacional de Quadrinhos realizado em Belo Horizonte, Sidney Gusman anunciou quem em 2012, seria lançada a linha "Graphic MSP", uma série de graphic novels, diferente dos álbuns da série MSP 50, as graphic trariam histórias fechadas contendo 72 páginas.[9] Em 2016, durante a Comic Con Experience, foi anunciado que Jeremias ganharia seu primeiro título solo,[10] uma Graphic MSP por Rafael Calça (roteiro) e Jefferson Costa (desenhos),[11][12] dois autores negros.[1] Em 2017, o título da graphic novel foi anunciado, Jeremias – Pele.[13] Lançada em abril de 2018, a décima oitava graphic novel da linha Graphic MSP aborda um tema nunca antes explorado no personagem, o racismo e contou com o prefácio do rapper Emicida.[11] Em janeiro do ano mais uma história de um personagem negro da Turma da Mônica escrita por Rafael Calça, dessa vez para uma revista mensal, a personagem em questão é Milena, a primeira menina negra protagonista da Turma da Mônica, que estreou em 2017.[14][15] Em homenagem ao quadrinista Sérgio Tibúrcio Graciano, que trabalhou no estúdio de 1966 a 2016,[16] o avô do Jeremias recebe o nome de Graciano.[17]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jeremias é filho de um casal de arquitetos,[1] seu tataravô era Jeremim, um príncipe africano que foi capturado e enviado para o Brasil para viver como escravo. No Brasil, Jeremim lutou pela liberdade não apenas dele, mas de outros escravos.[2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]