Jeroboão II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o 13º rei de Israel. Para o primeiro, veja Jeroboão I.
Jeroboão II
Rei de Israel
Jeroboão II no Promptuarii Iconum Insigniorum.
Reinado 782 a.C. - 753 a.C.
Antecessor(a) Joás
Sucessor(a) Zacarias
Nascimento século IX a.C.
Morte 753 a.C.
  Samaria
Filho(s) Zacarias
Pai Joás ou Jeoás

Jeroboão II[1] foi o 13º rei de Israel, sucedendo a seu pai Joás ou Jeoás e foi o penúltimo rei da casa de Jeú.

Reinado[editar | editar código-fonte]

Ele reinou durante 41 anos (destes 41 anos, onze foram junto com seu pai como co-regente), sucedendo-lhe o filho Zacarias. No seu reinado, Jeroboão II havia vencido os arameus e reconquistou à Damasco e partes de Hamate e também estendeu Israel até seus primeiros limites, desde a "entrada de Hamate" até o "mar da Planície".[2]

Enquanto isso, ainda no seu reinado, o profeta Jonas, filho do profeta Amitai, exerceu seu ministério trazendo uma mensagem de restituição dos territórios de Israel anteriormente perdidos.[3] Além, de Jonas, o profeta Amós falou a seu respeito condenando a atitude do povo de confiar nas suas próprias riquezas.[4] O livro de Oseias também relata uma série de profecias a respeito do seu reinado em Israel.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências