Jerry Fodor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jerry Fodor, 2007

Jerry Alan Fodor (22 de abril de 1935 - 29 de novembro de 2017[1]) foi um filósofo e cientista cognitivo americano. Era Professor de Filosofia na Universidade de Rutgers, Nova Jersey, e é autor de muitas obras no campo da Filosofia da mente e ciência cognitiva. Lançou as bases para a modularidade da mente e da linguagem do pensamento.

Fodor argumentava que os estados mentais, como crenças e desejos, são as relações entre os indivíduos e as representações mentais. Ele afirmava que essas representações só podem ser correctamente explicadas em termos de uma linguagem do pensamento. Além disso, esta linguagem do pensamento em si é uma coisa realmente existente que está codificada no cérebro e não apenas uma heurística. Aderindo a um certo tipo de funcionalismo, o pensamento e outros processos mentais consistem principalmente de cálculos operacionais sobre a sintaxe das representações que compõem a linguagem do pensamento.

Para Fodor, partes significativas da mente, tais como os processos perceptivos e a área da linguagem, são estruturados em termos de módulos, ou "órgãos", que ele define pelos seus papéis causais e funcionais. Estes módulos são relativamente independentes uns dos outros. Fodor, sugere que o carácter destes módulos permite a possibilidade de relações causais com os objectos externos. O núcleo central do processamento, por outro lado, cuida das relações lógicas entre os vários conteúdos, e as entradas e saídas.

Fodor lidava com questões de holismo acerca da mente: saber se os poderes representacionais de um símbolo dependem dos poderes representacionais de outros, ou na verdade de todos. Isto é explorado no livro em coautoria com Ernest LePore, “Holism: A Shopper’s Guide, 1992.” Fodor é também coautor com Zenon Pylyshyn, de um artigo muito citado que ataca as pretensões explicativas do conexionismo, “Connectionism and cognitive architecture: A critical analysis”. [2]

Referências

  1. Margalit Fox (30 de novembro de 2017). «Jerry A. Fodor, Philosopher Who Plumbed the Mind's Depths, Dies at 82» (em inglês). The New York Times. Consultado em 3 de dezembro de 2017. 
  2. Dicionário de Filosofia coordenado por Thomas Mautner. Edições 70, 2010

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Homepage de Jerry Fodor
Semantics – Na Interview with Jerry Fodor

Precedido por
Philip Johnson-Laird & Carlo Umiltà
Prêmio Mente e Cérebro (M&BP)
Itália

2005
com James McClelland
Sucedido por
John Searle & Giovanni Liotti


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.