J Sutta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Jessica Sutta)
Ir para: navegação, pesquisa
J Sutta
J Sutta em 2012
Informação geral
Nome completo Jessica Lynn Sutta
Também conhecido(a) como Jessica Sutta
Nascimento 15 de maio de 1982 (34 anos)
Origem Miami, Flórida
País  Estados Unidos
Gênero(s) Pop, Dance-pop, House music, Electropop, R&B
Ocupação(ões) cantora, compositora, dançarina, atriz, apresentadora
Instrumento(s) Vocal
Gravadora(s) A&M Records (2004—2010)
Hollywood Records (2011)
Citrusonic Sterophonic (2013)
Premier Music League (2014—presente)
Afiliação(ões) The Pussycat Dolls, Paul Van Dyk e Dave Audé
Influência(s) David Guetta, Paul van Dyk e Dave Audé
Página oficial JessicaSuttaOnline.com

Jessica Lynn Sutta (Miami, 15 de Maio de 1982) é uma cantora, compositora, dançarina, atriz, apresentadora e empresária estadunidense. Em 2005 ficou conhecida mundialmente por integrar o grupo burlesco feminino de música pop e R&B The Pussycat Dolls, onde lançou dois álbuns de estúdio e doze singles oficiais, alcançando boas posições na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos e vendendo cerca de 9 milhões de cópias. Em 29 de janeiro de 2010 anunciou através de uma entrevista à E!Online, que estava deixando o grupo depois de várias divergências, junto com outras integrantes, com Nicole Scherzinger. Na ocasião a cantora declarou que foi mandada para casa em meio à turnê depois de lesionar a costela, porém não tinha para onde ir[1], denunciando também o tratamento de Nicole Scherzinger as outras integrantes, que chegava a controlar até mesmo o tempo em que as câmeras filmavam Jessica e as outras cantoras nos videoclipes[1][2].

Em carreira solo, iniciou a fase em 2007, quando foi convidada pelo produtor e cantor Dave Audé para gravar uma canção, "Make It Last", lançada como single no mesmo ano, onde alcançou a primeira posição na Billboard Dance Club Play. No mesmo ano a cantora lança o segundo single como artista participante, "White Lies", para o álbum do DJ Paul van Dyk, alcançando a terceira posição no Billboard Dance Club Play, a oitava no Canadá, a trigésima oitava na Alemanha e a quatorze na Austria. Em 2010 funda sua própria gravadora independente, a Pinup Angel Productions, para lançar seu primeiro single solo oficial, intitulado "I Wanna Be Bad", composto pela cantora e produzida por Tearce Kizzo, conhecido pelos trabalhos com Eva Simons. A canção não teve um bom desempenho, falhando ao alcançar alguma posição nos Estados Unidos, apenas entrando para a posição sessenta e cinco no IFPI Slovenská Republika, na Eslováquia[3]. Em 2011 assina com a Hollywood Records[4], gravadora conhecida por ser o lar de artistas como Demi Lovato, Selena Gomez, Miley Cyrus e Hilary Duff. Em 23 de agosto lança a canção "Show Me", primeiro single pela nova gravadora, que alcançou a primeira posição da Billboard Dance/Club Songs, e passando a trabalhar em seu álbum de estreia, anunciado como Sutta Pop[5]. Em 2013 lançou os singles "Again'' com a participação do DJ Kemal Golden e ''Lights Out''. Em 2014 Jessica Sutta adotou um novo visual e anunciou que estava trabalhando em um novo álbum "I Say Yes" que está para ser lançado em 2016.[6]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jessica Lynn Sutta nasceu em Miami, Florida. Seu pai é de origem Russa/Polonesa e sua mãe de origem Irlandesa/Japonesa[7][8]. Cresceu junto de seus dois irmãos mais velhos, Billy e Kevin. Começou a dançar aos três anos. Foi até a New World School of the Arts quando tinha quatorze anos estudar dança. Sofreu um ferimento nos dois joelhos e começou a estudar teatro, antes de finalmente retornar a dança. Juntou-se a equipe de dança Miami Heat em 1999 e tornou-se capitã da equipe em 2001.

Jessica apareceu como uma mulher que é abusada por seu marido em um videoclipe de Ana Johnsson, "Don't Cry For Pain". Já como atriz Atuou na Swedish TV, ela estrelou como uma adolescente gótica no seriado de drama Ocean Ave em 2002. Jessica mudou-se para Los Angeles. Como dançarina free-lance, apareceu em videoclipes de Will Smith, Baby Bash ("Suga Suga"), Craig David e Gloria Estefan, entre outros.

2004—2010: Carreira com as Pussycat Dolls[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Pussycat Dolls

Em 2004 Jessica chamou a atenção de Robin Antin, que a convidou ao The Pussycat Dolls em 2002. Como os outros membros do grupo, Jessica é uma contratada remunerada da gravadora Interscope Records. Seu apelido na banda é "Pin-up Doll", por ser considerada a mais sensual. Ao lado de Carmit Bachar e Ashley Roberts, Jessica teve vocais principais nas canções "Stickwitu", e no b-side do single, "Santa Baby". Após a saída de Carmit Bachar, Jessica ficou responsável por todos os vocais de Carmit, ao lado de Melody Thornton.

Ela é um doce, sempre otimista e muito sensível, mas, no palco ela se transforma.
 
Robin Antin, [9].

Sutta gravou "If I Was a Man", canção solo disponível no edição de luxo de Doll Domination. A canção foi produzida por Smidi, Ron Fair e Stefanie Ridel. O lançamento da coletânea de canções, Doll Domination 2.0, disponibilizou novas canções ao público. Entre essas "Top Of The World", "Love The Way You Love Me", canção que também está presente no Doll Domination, e "Painted Windows" apresentam Jessica Sutta em vocais principais. Com a saída de Carmit Bachar, Jessica passou a ser a 3ª voz principal do grupo.

Saída do grupo[editar | editar código-fonte]

No dia 29 de Janeiro de 2010, Jessica Sutta, em entrevista à E! Online, revelou alguns motivos que a teriam levado a sair do grupo.[1] Ela disse que lesionou a costela durante a turnê com o grupo e, então, foi mandada para a casa. Contudo, Jessica disse que não tinha para onde ir, pois estavam em turnê e não tinha lugar para ficar. Também diz que foi acolhida por amigos, e que se sentiu "deixada de lado", mesmo depois de ter feito tanto pelo grupo. Ela revelou que durante a turnê que as Pussycat Dolls realizaram com a Britney Spears, todas as Dolls realizaram testes regulares de drogas, com exceção de Nicole Scherzinger, ressaltando o tratamento preferencial dado a ela.[1] Jessica disse que a "gestão" de Nicole como líder do grupo foi precoce; segundo ela, Nicole controlava até o tempo que as câmeras filmavam as demais Pussycat Dolls, em seus videoclipes. Em entrevista à revista 'InStyle', ela revela:

Me sentia como uma simples dançarina, Nicole estava sempre no centro, era a vocalista. Nicole era uma estrela e queria ser tratada como tal. Era o mundo de Nicole, estávamos só vivendo dentro dele.
 
Jessica Sutta, [1][10].

Novamente, no dia 31 de Janeiro de 2010, Jessica anunciou oficialmente sua saída do grupo The Pussycat Dolls em uma entrevista ao canal ABC News.[2]

2010—2013: Carreira solo, participações e Sutta Pop[editar | editar código-fonte]

Jessica participa do single de Paul van Dyk, lançado em Julho de 2007, "White Lies". Paul van Dyk disse que: "Foi muito divertido trabalhar com Jessica. Sua voz lasciva e sua atitude sexy refletem perfeitamente no tema do single". A canção foi um sucesso nas paradas americanas, chegando ao 3° lugar na Billboard Hot Dance Airplay em Agosto de 2007, e atingindo o 1° lugar na Billboard Hot Dance Singles Sales.[11]

Ela também participou da single "Make It Last", de Dave Audé. Lançada em Maio de 2007, alcançou o 1° na Billboard Hot Dance Club Play, em 22 de Setembro de 2007. "Jessica era uma das Pussycat Dolls que não recebe destaque na banda, mas ela, simplesmente, ama o house", disse Audé em entrevista à About.com. "Então, eu tenho feito algumas músicas aqui e eli. Eu gravei os vocais para a canção 'White Lies', de Paul van Dyk. Ela cantou a minha música, que não era uma canção cheia de vocais, mas, tinha alguns e, felizmente, alcançou o topo da paradas".[12]

Em 2007, Jessica apareceu em uma série de anúncios de vídeo no MySpace para os desodorizantes para o corpo Axe, da Unilever, como parte da campanha "Bom Chicka Wah Wah". O vídeo apresenta Jessica dando instruções de dança. Em 2009, Jessica declarou, através de seu Twitter, que está trabalhando em seu álbum.[13][14][15][16][17][18]

Em setembro de 2010, Jessica lançou o single ''I Wanna Be Bad'' juntamente com um videoclipe mas que não teve sucesso nas paradas [1]. Em um show no final do ano Jessica performou duas novas canções ''Good Boy'' e ''Jack In The Box'' porém ambas canções não foram lançadas oficialmente ainda. Em março de 2011, Jessica lançou ''Pin-Up Girl' com o DJ Erick Morillo.[2] Em julho, Jessica anunciou que assinou com a gravadora Hollywood Records, famosa por ter vários artistas da Disney em seu catálogo.[3] Ainda em 2011, Jessica lançou ''Wher Ever U Are''[4] ao lado de Cedric Gervais que serviu como segundo single de seu álbum Miamication. Em agosto de 2011 Jessica lançou ''Show Me'' seu primeiro single oficial pela Hollywood Records, a canção chegou ao topo da Hot Dance Club Songs da Billboard, se tornando o grande sucesso de Jessica Sutta até hoje. A canção entrou na lista de faixas do álbum Summer Eletrohits 8, coletânea famosa por reunir os grandes hits de cada ano.[5]

Em 2012, Jessica continua a produção de seu primeiro ábum solo Sutta Pop, incluindo planos de lançar um novo single chamado ''Make it Loud'' mas que não foi lançado e Jessica anuncia sua saída da Hollywood Records no mesmo ano.

No ano seguinte, em março, sob a Citrusonic Records Jessica lança ''Again''[6] em parceria com o DJ Kemal Golden que alcançou a posição #15 na parada Dance da Billboard.[7] ''Lights Out'' é lançada e agosto como terceiro single do Sutta Pop, a canção chegou a terceira posição da para dance nos Estados Unidos. Ainda em 2013, Jesisca gravou uma canção para o álbum de Duane Harden,[8] a canção intitulada ''This Ya Life'' ganhou certa notoriedade por sua letra que expira auto-confiança. No final do ano fez mais uma parceria, a explosiva ''Out With A Bang''[9] com a DJ grega Xenia Ghali.

2014— presente: Nova imagem e Feline Resurrection[editar | editar código-fonte]

No começo do ano, Jessica serviu como madrinha junto com Ashley Roberts e Melody Thornton do casamento de Kimberly Wyatt, sua ex-companheira de banda em Londres.[19] Sutta continuou gravando canções e trabalhando em seu álbum, agora ela trablha com os produtores S-X e Mams Taylor (com quem Jessica mantém um relacionamento). Em junho Jessica assumiu um novo visual, ela cortou o cabelo curto e atualizou suas redes sociais anunciando um novo álbum Feline Resurrection, agora pela Premier Music League, onde Jessica assume uma postura sexy-conceitual, engavetando assim, o projeto Sutta Pop.

Ressurreição felina é um fenômeno que ocorre quando um membro da espécie felina, ou seja, um gatinho morre e depois volta à vida. Neste caso, é uma forma de renascimento. Deixar de lado uma parte velha de si mesmo para o crescimento de voltar à vida com força e amor-próprio. Eu sinto que isso melhor descreve a fase em que estou na minha vida. Eu sou uma versão melhor, mais forte, mais consciente do mim mesma.
 
Jessica Sutta sobre a definição de Feline Resurreciton..

Jessica anunciou o primeiro single de Feline Resurrection com a participação de Rico Love uma prévia da canção foi publicada na conta de Jessica no SoundCloud.[20] Nas eleições para Presidente da República, Jessica manifestou apoio a candidata Luciana Genro por suas propostas de igualdade ao púbico LGBT. Ao lado do produtor S-X, Jessica lançou a canção ''For Myself'' no final de 2014. Ainda sem data de lançamento para o álbum, Jessica lança ''Candy''[21] como buzz-single de Feline Resurrection ao fim de 2014, e no começo de 2015 ela lança ''Bottle Bitch''[22] como segundo single promocional, ambos sem destaque nas paradas musicais mas com grande repercussão na mídia.

Ainda no começo de 2015, Jessica se junta novamente a Dave Audé agora ela regrava o hit dos anos 90 ''Gonna Get U''[23], a canção chegou ao topo da parada dance da Billboard. Após adiamentos, Jessica lança em maio ''Let It Be Love''[24], a canção alcançou a posição de número #6 na parada Dance da Billboard. A cantora mudou toda a arte visual de seu álbum, assim como em seus singles anteriores, um EP de remixes também foi lançada. Em entrevistas Jessica revelou que gravou cinco videoclipes para o álbum, incluindo ''Bottle Bitch'', a intenção é que o álbum seja visual.

No final de setembro, Jessica anunciou o segundo single que viria a ser ''Feline Resurrection''[25], Jessica também pegou seus fãs de surpresa quando fez a troca de seu nome artístico Jessica Sutta para J Sutta. O single estreou no começo de outubro, porém não obteve desempenho nas paradas musicais, porém, teve bastante destque na mída por seu videoclipe[26] onde mostra J Sutta se vingando de uma possível 'mentora'. Há quem faça ligações com a criadora do grupo Pussycat Dolls, Robin Antin ou até mesmo com Nicole Scherzinger.

O álbum estava previsto para ser lançado no dia 31 de outubro[27], mas alguns dias antes, J Sutta fez um pronunciamento em suas redes sociais sobre o adiamento da data de lançamento[28], prometendo que este seria o último e anunciando que Feline Resurrection teria uma versão de luxo com 20 faixas,[29] J Sutta presenteou os fãs com um remix gratuito de Feline Resurrection.[30]Em novembro J Sutta divulgou a lista de faixas, primeiro da versão padrão que conta com 11 canções e com as participações de Meek Mill, Lil Eddie, Rico Love e Cyhi The Prince, já a versão deluxe traz 20 faixas e mais uma faixa com a participação de Elan Atias[31], a versão deluxe traz também a canção Bottle Bitch. ''Candy'' bem como todos os outros singles lançados antes por J Sutta não estarão no álbum. Em 16 de novembro, J Sutta anunciou o terceiro single, o escolhido é ''Damn! (I Wish I Was Your Lover)''[32], uma regravação do hit conhecido na voz de Sophie B. Hawkins.

Feline Resurrection tem previsão de lançamento para março de 2016. Até lá J Sutta pretende lançar mais um single.[33]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Jessica Sutta
Ano Detalhes do Álbum Singles
2011 Sutta Pop
  1. ''I Wanna Be Bad
  2. ''Show Me''
  3. ''Again''
  4. ''Lights Out''
Ano Detalhes do Álbum Singles
2016 Feline Resurrection
  • Lançamento: Março de 2016
  • Gravadora(s): Premier Music League
  • Formato(s): CD e download digital
  1. "Let It Be Love"
  2. "Feline Resurrection"
  3. "Damn! (I Wish I Was Your Lover)"

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título[34] Personagem
2001 "Bully" Blonde
2002 "Ocean Ave." Jody Starr
2003 "From Justin to Kelly" Garota do bracelete
"Bad Boys II" Prostituta
2009 "The Truth About Angels" Ela mesma
2011 "SoBe Real"

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título[34] Personagem Nota
2007 "Identity" Ela mesma 1 programa
2008 "Pussycat Dolls Present: Girlicious" Ela mesma / Apresentadora
"E! True Hollywood Story" Ela mesma 1 programa
2010 "The Search For Shangela's Best Dance Crew" Ela mesma 1 programa

Referências

  1. a b c d e «Fim das Pussycat Dolls?». Deivson Prescovia e E!Online, através do YouTube. Consultado em 29 de Janeiro de 2010.  Texto " Fin de la Pussycat Dolls? " ignorado (Ajuda); Texto " End of the Pussycat Dolls? – The Pussycat Dolls - Brasil - Discussões – Last.fm " ignorado (Ajuda)
  2. a b «Former Pussycat Doll Jessica Sutta». Consultado em 31 de Janeiro de 2010. 
  3. «I Wanna be Bad on Slovenská». IIFPI Slovenská Republika. Consultado em 18 de dezembro de 2010. 
  4. Jessica Sutta fecha contrato com gravadora Hollywood Records About PCD
  5. «wherever you are» [S.l.: s.n.] 2010-05-21. Consultado em 2010-05-21. 
  6. «» J Sutta opublikowała nowy singiel». popheart.pl. Consultado em 2015-12-07. 
  7. «Jessica Sutta - Biography». IMDb. Consultado em 30 de Dezembro de 2009. 
  8. «In the Valley of the Dolls - CONVERSATIONS With Ricky Lo * The Philippine Star >> News >> Entertainment». 2 de Novembro de 2008. Consultado em 30 de Dezembro de 2009. 
  9. «Jessica Sutta -». Jessica Sutta Online Stats. 7 de Fevereiro de 2006. Consultado em 5 de Fevereiro de 2010. 
  10. «Jessica Sutta, ex-Pussycat Doll: "Quase virei moradora de rua" - Portal POPLine - O Maior Site de Música POP do Brasil agora na MTV». Paulo Ricardo. 29 de Janeiro de 2010. Consultado em 29 de Janeiro de 2010. 
  11. «Paul van Dyk Will Release New Album "In Between" on August 14th». Michael Bordash. 11 de Junho de 2007. Consultado em 30 de Dezembro de 2009. 
  12. «Dave Aude Interview - Interview with Dave Aude». DJ Ron Slomowicz, da About.com Guide. Consultado em 30 de Dezembro de 2009. 
  13. «The Pussycat Dolls’ Jessica Sutta Revealed Her Solo Music Career / Music / PoozT.com - Celebrity gossip, Photos, movie Revie…». 21 de Dezembro de 2009. Consultado em 24 de Dezembro de 2009. 
  14. «Twitter / jessica sutta: still in the studio.. maki…». Jessica Sutta. 18 de Dezembro de 2009. Consultado em 24 de Dezembro de 2009. 
  15. «Twitter / jessica sutta: going to the studio to wor…». Jessica Sutta. 18 de Dezembro de 2009. Consultado em 24 de Dezembro de 2009. 
  16. «Twitter / jessica sutta: what a busy day! now I'm…». Jessica Sutta. 21 de Dezembro de 2009. Consultado em 24 de Dezembro de 2009. 
  17. «Twitter / jessica sutta: what a busy day! now I'm…». Jessica Sutta. 22 de Dezembro de 2009. Consultado em 24 de Dezembro de 2009. 
  18. «Twitter / Deivson Prescovia: Exciting! @JessicaPinup is …». Deivson Prescovia. 24 de Dezembro de 2009. Consultado em 24 de Dezembro de 2009. 
  19. «Former Pussycat Doll Kimberly Wyatt Gets Married - RSVP Magazine». RSVP Magazine (em inglês). Consultado em 2015-12-07. 
  20. «Jessica Sutta's "Let It Be Love" feat. Rico Love - Single Review». Consultado em 2015-12-07. 
  21. «See It First! Former Pussycat Doll Jessica Sutta Debuts Sweet and Spicy ‘Candy’ Music Video». www.yahoo.com. Consultado em 2015-12-07. 
  22. «Muzoic - Album release Bottle Bitch - Single by Jessica Sutta». muzoic.net. Consultado em 2015-12-07. 
  23. «Jessica Sutta Featured On Dave Aude’s ‘Gonna Get U’ Video | popdirt.com». popdirt.com. Consultado em 2015-12-07. 
  24. «Let It Be Love (feat. Rico Love) - Single by Jessica Sutta on iTunes». iTunes. Consultado em 2015-12-07. 
  25. «J Sutta - Fotos do perfil | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 2015-12-07. 
  26. «J Sutta’s “Feline Resurrection” Video Shuts Down Pussycat Dolls Reunion Rumors: Idolator Premiere | Idolator». Music News, Reviews, and Gossip on Idolator.com. Consultado em 2015-12-07. 
  27. «J Sutta on Twitter». Twitter. Consultado em 2015-12-07. 
  28. «J Sutta». www.facebook.com. Consultado em 2015-12-07. 
  29. «J Sutta - Fotos da Linha do Tempo | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 2015-12-07. 
  30. «J Sutta - My gift to you! #FreeDownload... | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 2015-12-07. 
  31. «J Sutta - Fotos da Linha do Tempo | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 2015-12-07. 
  32. «J Sutta - Fotos da Linha do Tempo | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 2015-12-07. 
  33. «Fotos da Linha do Tempo - Jessica Sutta BR | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 2015-12-07. 
  34. a b «Jessica Sutta filmografia». IMDB. Consultado em 31 de Janeiro de 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre J Sutta