Jim Diamond

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jim Diamond
Informação geral
Nome completo James Diamond
Nascimento 28 de setembro de 1951
Origem Glasgow
País  Reino Unido
Data de morte 8 de outubro de 2015 (64 anos)
Gênero(s) Pop rock, blue-eyed soul, new wave, synthpop
Instrumento(s) Vocal, Guitarra
Período em atividade 1969–2015
Outras ocupações Cantor, compositor e músico
Gravadora(s) A&M, Teldec, Polydor, Righteous, River, Hypertension, Cherry Pop (Reissue label), Camino Records
Afiliação(ões) Bandit, Ph.D, Alexis Korner, Tony Banks, Steve Hackett
Página oficial jimdiamond.co.uk

James "Jim" Diamond (Glasgow, Escócia, Reino Unido, 28 de setembro de 1951 - Londres, Inglaterra, 8 de outubro de 2015) foi um músico e cantor escocês.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Diamond é mais bem conhecido pelos seus grandes sucessos comerciais: I Won't Let You Down (1982) como líder do trio Ph.D., com Tony Hymas e Simon Phillips e duas canções solo Remember I Love You e I Should Have Known Better. Esta última canção, uma balada editada em 1984 obteve um enorme sucesso, não só no Reino Unido (onde foi nº1) como em toda a Europa e no resto do mundo. Outro sucesso seu foi a canção Hi Ho Silver para uma série televisiva de 1986, que alcançou o n.º5 do top britânico A sua voz foi usada para outras canções populares de outros artistas, em especial de caridade tais como Sailing da banda Rock Against Repatriation, You'll Never Walk Alone com a banda The Crowd e Let It Be com Ferry Aid.

Diamond trabalhou como artista por 46 anos, tendo liderado várias bandas e cantado a solo.

Os primeiros tempos[editar | editar código-fonte]

Ele iniciou a sua carreira musical com a idade de quinze anos numa banda formada por ele, 'The Method'. Isto foi descoberto devido a uma entrevista recente com Jim Diamond em Chatshow.net [1] .

Mais tarde fez várias turnês pela Europa com outra banda, Gully Foyle.[2] [3]

Jim seria mais tarde descoberto por Alexis Korner, considerado o "Avô do Blues Britânico", tendo estado na banda de Korner um par de anos. Diamond fez parte dos coros de muitas das canções de Korner, tendo participado na maioria das faixas do álbum The Lost Album, do citado artista.

Em 1976, deixou Korner para formar a banda Bandit, uma banda formada por vários membros entre os quais Cliff Williams, que faria mais parte da banda AC/DC. Foi uma banda sem sucesso, porque o punk dominava nessa altura e eles não eram desse género musical.

Diamond aventurou-se para os Estados Unidos da América, mais exatamente para Los Angeles, para formar o duo Slick Diamond com Earl Slick. Ele aí esteve uns tempos gravando e oferecendo canções para uma banda sonora.

Os anos 80 (Década de 1980)[editar | editar código-fonte]

No ano de 1982 volta ao grande público, quando ele formou a banda Ph.D (Phillips, Hymas e Diamond), Diamond era o vocalista, Tony Hymas era pianista e teclados e Simon Phillips era o baterista. A banda assinou um contrato com a gravadora/editora WEA Records e o seu maior sucesso (vendeu milhões de cópias) foi I Won't Let You Down. A canção foi um enorme sucesso e tornou-se um clássico e por vezes é tocado em várias estações de rádio pelo mundo fora..

Em 1984, publicou um disco a solo, que foi um enorme sucesso, o já referido I Should Have Known Better, outro clássico que por vezes é tocado como um dos temas representativos da década de 1980. Em Maio de 1986, alcançou o nº5 do Reino Unido graças ao tema Hi Ho Silver para a série televisiva Boon. Diamond não compôs o tema especialmente para a referida série, mas tinha sido dedicada ao seu pai que tinha falecido no ano anterior.

No Brasil teve duas músicas em trilhas sonoras de novelas: "I Should Have Known Better" foi tema da novela A Gata Comeu e "Remember I Love You" marcou presença na trilha internacional da novela De Quina Pra Lua.

Tempos recentes[editar | editar código-fonte]

Em 2005, Diamond publicou o seu primeiro álbum estúdio em onze anos intitulado Souled and Healed e dois singles: 'When You Turn'. e 'Blue Shoes'.

Seu último trabalho foi "City of Soul", álbum com versões de soul lançado em 2011 pela Camino Records, em parceria com outros artistas, como Tommy Cunningham (Wet Wet Wet) e Greg Kane (Hue & Cry)[4] .

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 10 de outubro de 2015, o site da BBC News noticiou a morte do cantor, aos 64 anos[5] . A causa do falecimento não foi divulgada.

Jim Diamond era casado com Chrissy e tinha dois filhos (Sarah e Lawrence).

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum (gravadora)
1985 Double Crossed (A&M)
1986 Desire for Freedom (A&M)
1988 Jim Diamond (Teldec)
1993 Jim Diamond (Polydor)
1994 Sugarolly Days
2001 Jim Diamond - Best Of, The (Spectrum)
2005 Souled and Healed (Hypertension)
2011 City and Soul (Camino Records)

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Título (gravadora)
1976 Clean Up The City/Back On The Line (Bradley)
1984 I Should Have Known Better (A&M)
1985 I Sleep Alone At Night (A&M)
1986 Hi Ho Silver (A&M)
1986 Young Love (Carry Me Away) (A&M)
1988 Broadway (Teldec)
1993 Not Man Enough (Polydor)
1994 Caledonia (Heartland)
2005 When You Turn (Hypertension)
2006 Blue Shoes (Hypertension)
2011 Morning Glory (Camino Records)

Outras gravações[editar | editar código-fonte]

Ano Título (gravadora)
1977 Ohio (com Bandit) (Arista Records)
1981 I Won't Let You Down (With Ph.D) (WEA Records)
1982 I Didn't Know (com Ph.D) (WEA Records)
1984 Do They Know It's Christmas (Band Aid)
1985 You'll Never Walk Alone (com Crowd)
1987 Let It Be (com Ferry Aid)
1990 Sailing (Rock Against Repatriation)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências