Jingrun Chen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jingrun Chen
Conhecido(a) por Teorema de Chen,
Números Primos de Chen
Nascimento 22 de maio de 1933
República Popular da China Fuzhou, Fujian, República da China
Morte 19 de março de 1996 (62 anos)
Nacionalidade China Chinesa
Alma mater Academia Chinesa de Ciências
Universidade de Xiamen
Orientador(es) Luogeng Hua
Instituições Academia Chinesa de Ciências, Universidade de Xiamen
Campo(s) Matemática

Jingrun Chen (chinês tradicional: 陳景潤, chinês simplificado: 陈景润, pinyin: Chén JǐngrùnWade-Giles: Ch'en Chingjun; Fuzhou Romanizado: Dìng Gīng-ê̤ṳng, 22 de maio de 193319 de março de 1996) foi um matemático chinês que fez contribuições fundamentais à teoria dos números.

Juventude[editar | editar código-fonte]

Chen foi o terceiro filho de uma família numerosa de Fuzhou, Fujian, China. Seu pai era funcionário do serviço postal. Jingrun Chen graduou-se no Departamento de Matemática de Universidade de Xiamen em 1953. Seu orientador na Academia Chinesa de Ciências foi Luogeng Hua.

Vida Profissional[editar | editar código-fonte]

Seus trabalhos na conjectura dos primos gêmeos, problema de Waring, conjectura de Goldbach e conjectura de Legendre, tendo feito ainda outras importantes contribuições na teoria analítica dos números. Em 1966 publicou sua prova que agora é conhecida como Teorema de Chen: todo número par pode ser escrito como uma soma entre um número primo e um número semiprimo (que é o produto de dois números primos) — por exemplo, 100 = 23 + 7·11.

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Estátua de Chen na Universidade de Xiamen, China.

O Asteroide 7681 Chenjingrun foi nomeado com seu nome em homenagem.

Em 1999, foi lançada na China um selo de 80 fen intitulado The Best Result of Goldbach Conjecture, impresso com a silhueta de Chen e a desigualdade:

  

Foram construídas diversas estátuas em memória de Chen na China. Na Universidade de Xiamen, os nomes de Chen e quatro outros matemáticos  —  Dirichlet, Jutila, Linnik e Pan — foram escritos em mármore.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • J.-R. Chen, On the representation of a large even integer as the sum of a prime and a product of at most two primes, Sci. Sinica 16 (1973), 157–176.
  • Chen, J.R, "On the representation of a large even integer as the sum of a prime and the product of at most two primes". [Chinese] J. Kexue Tongbao 17 (1966), 385–386.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]