João 3

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para as pessoas com este nome, veja João III.
Nicodemos.
Entre 1886 e 1894. Por James Tissot, atualmente no Brooklin Museum, em Nova Iorque.

João III é o terceiro capítulo do Evangelho de João no Novo Testamento da Bíblia.

Nicodemos[editar | editar código-fonte]

A primeira parte do terceiro capítulo de João começa com Nicodemos, um dos "principais" entre os judeus, vindo conversar com Jesus, a quem ele chama de "rabi". Os milagres de Jesus já o tinham convencido de que ele "estava com Deus"'. Em resposta, Jesus declarou, «Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.» (João 3:3) Nicodemos, confuso e cético, pergunta: «Como pode um homem nascer, sendo velho? pode, porventura, entrar novamente no ventre de sua mãe e nascer?» (João 3:) Jesus em seguida eplica o que significa "nascer de novo" e o caminho para o céu. «Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.» (João 3:5) Jesus se autodenomina "Filho do homem" e como apenas a fé n'Ele é o caminho para a vida eterna, uma doutrina resumida numa das mais famosas passagens de João, «Pois assim amou Deus ao mundo, que deu seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.» (João 3:16) Esta seção tem, portanto, o objetivo de mostrar a importância da fé em Jesus como Filho de Deus. Ele aparece como já se declarando o Messias e especificando diversos aspectos da teologia cristã, ao contrário do que acontece no Evangelho de Marcos, por exemplo, no qual Jesus parece estar tentando manter em segredo sua divindidade até a viagem final a Jerusalém.

Nicodemos aparece neste episódio, em João 7 e em João 19 como um dos responsáveis por ajudar José de Arimateia no sepultamento de Jesus.

Jesus batiza[editar | editar código-fonte]

Na segunda parte deste capítulo, João contrasta os ensinamentos de Jesus sobre "nascer de novo" com uma cena de Jesus batizando. Segundo a narrativa, Jesus segue pela Judeia com seus discípulos e realiza batismos. João Batista é outro que estava batizando nas redondezas e seu discípulos o informam que Jesus estava batizando mais gente do que ele. João responde:

«O homem não pode receber coisa alguma, se do céu não lhe for dada. Vós mesmos me sois testemunhas de que eu disse: Eu não sou o Cristo, mas sou enviado adiante dele. O que tem a esposa, é o esposo; mas o amigo do esposo, que está presente e o ouve, muito se regozija por causa da voz do esposo. Pois este meu gozo está completo.É necessário que ele cresça, e que eu diminua.» (João 3:27-30)

Esta passagem tem por objetivo demonstrar que João aceita a superioridade de Jesus e enfatiza a fé n'Ele como caminho para a vida eterna.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por:
João 2
Capítulos da Bíblia
Evangelho de João
Sucedido por:
João 4

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]